Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Claudia’

Quando cheguei aqui nao conseguia entender nada na TV, nos telejornais, e nem no radio. Sò via filmes em DVD que tivessem legenda em italiano pra eu poder acompanhar e ainda assim entendia muito pouco. Meu ouvido parecia estar habituado apenas a voz e a dicçao do marido Ernesto e todo o resto soava embolado. Devagarzinho a mente foi se abrindo e fui me acostumando com outras maneiras de falar, além da do marido. Aos pouquinhos fui entendo mais e mais e hoje entendo uns 95%, com pouquissimas exceçoes onde eu entendo a dicçao, mas nao sei o que significam algumas palavras. Mas até o vocabulario tem crescido bastante. De tudo o que ainda apanho, o mais dificil pra mim é exprimir alguns sentimentos em italiano. A emoçao que construimos durante anos de nossa vida parece que cria uma simbiose natural com algumas palavras e significantes e significados se enraizam na alma. Eu até que tento traduzir algumas emoçoes em palavras, mas dize-las em italiano nao tem gosto, entende?. Além de nao ter traduçao exata pra muita coisa que quero falar e, na hora que o bicho pega, principalmente quando fico brava, tenho que falar minha lingua madre senao acabo gerando mal entendidos. A minha impressao é que na hora da emoçao forte, falar em outra lingua é igual a catar milho do teclado. Perde. Nao dà. Nao consigo sentir, parar, pensar, formular, traduzir, escolher, falar e ainda permitir fluir a emoçao naturalmente.

Apesar de ainda sentir um pouco de canseira na cabeça, ao fim desses 8 primeiros meses jà estou me virando bem com a nova lingua. Claro que sempre imagino que tudo seria bem mais facil se eu tivesse começado a estudar quando era mais nova, com uns 20 aninhos. A cabeça hoje em dia jà demora um pouco pra pegar no tranco! 😉 Sério! Nem adianta dizer que eu exagero que eu nao sou velha, porque é verdade que nao tenho mais a mesma flexibilidade mental de 20 anos atràs. Mas sou determinada, em qualquer idade, e vou chegar là logo, logo. Minha meta é falar e escrever fluentemente e jà alcancei ao menos a metade disso, e olha que ainda nem comecei a estudar em um curso formal, sò estudo em casa. Eu chego, sei que chego.

Segunda é dia de dar aula de ingles. Como se jà nao bastasse a confusao que fica a minha cabeça  assimilando o Italiano eu ainda me meto a ensinar ingles pra sobrinha do Ernesto. Claudia està no que seria a oitava série nos meus tempos de escola. Aqui, corresponde ao ultimo ano da escola media. Esse ano é um ano decisivo para ela de preparaçao pra escola superior. Ela tem italiano, frances e ingles na escola e nao tà dando conta de tudo sozinha, entao, me ofereci pra ajudar. Sempre tive muita facilidade para o ingles,  estava meio enferrujada mas jà estou reaprendendo muita coisa com ela. Desde o inicio do ano ela vem fazendo o reforço de ingles comigo e, modéstia à parte até que estou me saindo uma boa professora. Nos divertimos muito trocando figurinhas, pois é um tal de corrigir uma palavra em ingles que ela escreveu errado e ao mesmo tempo perguntar: Claudia, como se escreve essa palavra em italiano, mesmo? 🙂 Hehehehehe..

Anúncios

Read Full Post »