Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘kg’

Acorda!!

Me meti na maior fria da paroquia quando resolvi expor aqui, publicamente, a minha condiçao de gordinha em reeducaçao… Aì.. me ferrei.. ou nao, pois agora me sinto pressionada quando nao emagreço. E é exatamente o mal que me aflige nesse momento. Estacionei em 76,500kg e nao emagreço e nem engordo. Como diz o ditado chulo: nao cago e nem desocupo a moita. Tà, voce vai me dizer que eu ao menos nao engordo. Verdade, mas quem disse que isso me consola?

No meio do fogo cruzado da busca de idéias para me ajudar no meu intento, caio num site de auto-ajuda falando sobre dietas. O que me chamou a atençao foi ler a seguinte frase: “Se você quer realmente emagrecer, a primeira coisa que voce tem que fazer é deixar de ser covarde”. Curto e grosso. Pà-pou! Ripa na chulipa. Simples assim. Ui.

Fazer dieta é quase um sinonimo da condiçao feminina. Quase toda mulher que eu conheço trava em algum momento da existencia alguma briga com a balança: ou estao sempre de dieta, ou fugindo secretamente dela em ataques ocasionais à geladeira, ou se atormentando porque deveriam comer mais salada, verdura… Enfim… E eu, que fui magra a maior parte do que me reconheço agora ando com essa neura com peso que tem me proporcionado emocionantes aventuras no mundo insosso das comidas dietéticas, lights e afins.

Tipo, se eu quero emagrecer, o negócio é fechar a boca, comer mais salada, cortar doces e massas, e fazer exercícios. Sem conversinha fiada, sem choro e ranger de dentes! Nao tem mistério nem segredo. Nao preciso sequer ir ao nutricionista nem a um professor para saber isso. O màximo que existe sao tratamentos que aceleram o processo. E olhe là a que preço! A fòrmula real de todo e qualquer objetivo é: disciplina e sacrifício.

Aì é que entra a sabotagem que rola na minha mente… Que eu nao consigo fechar a boca, nao consigo comer salada todo dia porque fica muito cansativo, nao gosto de fazer exercicio com peso, nao gosto de suar, nao gosto disso, nao gosto daquilo, ah sò mais um pedacinho nao vai fazer nada… E to eu aqui parada, sedentària, esperando um remédio milagroso que me faça emagrecer sem muito sacrifício. Pior é que nem espero isso, eu sei que nao existe. Por isso que eu gostei da frase. Porque, na lata, disse a verdade. Me disse que estou me comportando de maneira covarde pra enfrentar os sacrifìcios necessàrios para atingir aquilo que desejo. E que, se eu quero mesmo alguma coisa, mas quero de verdade, eu sei – e voce também sabe – o que é preciso para conseguir. 

Bom, espero que eu acorde.

Read Full Post »

Hoje, sò amanha.

Hoje teve terapia e eu to daquele jeito…

Nao sei se consigo ordenar o pensamento. Nao sei se dà pra escrever sem ofender a moral e os bons costumes. Nao sei se dà pra formular palavras que exprimam tudo o que to sentindo somente com as 27 letras do alfabeto. Nao sei se consigo ficar sentada aqui por mais de cinco minutos porque to com tantas vontades juntas, desde chorar, explodir até…. sumir, puff!, que acho melhor ir alì me juntar, quietinha debaixo das cobertas e tomando bastaaaaaante chà de camomila com suco de maracujà. Amanha eu volto, tà? 

Beijo. Tchau.

PS.: Me pesei e to com 76,5 kg. 😦  Ainda tem mais isso.

Beijo. Tchau.

Read Full Post »

76,200 kg

Me pesei hoje apòs o café da manha. Com apenas uma pequena mudança, em 10 dias consegui reduzir 1 quilo: 76,2kg! Me sinto satisfeita, claro, mas quero restringir ainda mais. Venho, entao, me preparando e me conscientizando de que preciso fazer um esforço maior pra atingir a minha primeira meta e quero dosar muito bem a pilula. Tenho estudado dicas de nutriçao, conceitos sobre dietas e reeducaçao alimentar. Tenho projetado uma auto-imagem de uma nova LuLu, mais magra, saudàvel e real, dentro da minha pròpria estrutura e dentro das minhas possibilidades. Quero tratar a minha auto-estima com cuidado, quero caminhar com sabedoria, pois tenho visto estòrias fortes e tristes sobre as consequencias de se reduzir peso de maneira equivocada, como anemia, anorexia, bulimia, compulsao, desespero e medo. 

Nessas buscas auto-inspiradoras sobre a beleza real, encontro imagens de modelos e atrizes atuais magras e maravilhosas e, nao vou negar que, algumas me atraem mas me identifico muito mais com as imagens das célebres obras, de vàrios autores ao longo da història da humanidade, sempre com mulheres lindas e… “normais”, é, quase nada de magreza e algumas com formas até bem cheias e bastante curvas… Detive-me na obra dos grande pintores europeus e um detalhe, além das constantes “grandes” musas, me serviu para refletir muito. 

Renoir, o grande pintor frances, apòs os 50 anos de idade começou a sofrer de artrite, que, agravada com o passar dos anos, causava-lhe grande dificuldade no uso das maos. Apesar das graves limitaçoes físicas que a artrite lhe impos, continuou trabalhando até o último dia de sua vida. Uma de suas grandes obras, que ilustro aqui, As Banhistas, encontra-se exposta no Louvre e foi terminada em 1918, quando ele tinha jà seus 77 anos de idade.

As Banhistas

As Banhistas - Renoir - 1918

Em 1917, ele recebeu a visita de um jovem pintor chamado Henri Matisse que, visivelmente interessado em estudar o trabalho do famoso pintor e transportar suas idéias sobre cor a uma nova era, passa a frequentar a casa de Renoir e, mesmo com a diferença de quase 30 anos entre eles, acaba por tornar-se seu amigo. Eu li, certa vez, que Matisse observava, tristemente, enquanto Renoir, com pincéis amarrados as maos, ou pegando uma escova apenas com as pontas dos dedos, continuava a pintar, apesar de dizer que sentia punhaladas de dor em cada movimento. Dizem, ainda, que um dia Matisse perguntou a Renoir por que ele persistia na pintura às custas de tanto sofrimento e tamanha tortura. Renoir respondeu: “A dor passa, mas a beleza permanece.

Pierre-Auguste Renoir morreu em Cagnes, no dia 3 de dezembro de 1919, aos 78 anos, reconhecido como um dos maiores pintores da França.

NOTAS MENTAIS:

Aceitar transformaçoes inevitàveis sem sofrer com o que nao posso mudar é tanta sabedoria quanto me empenhar ao màximo para atingir um objetivo.

Toda paixao carrega em si alguma dor.

Nao pretendo buscar nenhuma dor para obter a minha meta mas sei (e repito) que preciso de maior esforço.

Nao sei se o conceito de beleza nasce conosco mas, tenho certeza que, sofre muita influencia do meio.

Read Full Post »

Terminei de almoçar e acabei de subir na balança.

Nunca pesei isso em toda a minha existencia!

Ai! Cheguei a um limite e resolvi me empenhar, senao vou acabar ficando realmente MAL comigo mesma e com meu corpo! Jà nao estou me sentindo bem, aliàs. Minhas roupas estao apertando cada vez mais. Um novo padrao de vida, um novo paìs, nova alimentaçao… tudo isso justifica esse aumento, mas nao permito mais tanto deposito de gordura em meu corpo, seja por stress, depressao ou defesa. Começo HOJE um programa de reequilibrio de corpo e mente com reeducaçao alimentar, incluindo exercicios, caminhada e Ioga. E sigo na luz!!!!!

Completei 39 anos, dia 05 de setembro. Tenho 1,69 de altura. Sempre fui magra, com excessao de dois momentos em minha vida onde o stress me adoeceu, tive depressao, tomei anti-depressivos e calmantes e engordei. Coincidiu ainda que aos 33 anos parei de fumar. Meu peso médio dos 20 aos 30 anos foi 58 Kg. Meu peso médio dos 30 aos 35 anos foi 64Kg. Minha primeira meta é me estabelecer com 67 Kg!

Vou registar aqui alguns cardapios diàrios normais, sem me preocupar com reduçao por enquanto, para depois analisa-los e estabelecer uma quantidade de ingestao calorica de acordo com o gasto que tenho. Pensando sempre em REEDUCAçAO, REEQUILIBRIO e nao em dieta.

Cardàpio de hoje: 2.015 kcal

Café da manha (442kcal) : Um pao de hamburguer com gergelim(169kcal) + 1 col cha de maionese Calvè (70kcal) + 1 col cha de senape (11kcal) + 1 fatia de presunto cru (38kcal) + 2 copos de 200ml de cha com limao e cha verde (77+77=154kcal).

Meia manha (38kcal): 6 uvas verdes (38kcal)

Almoço (611kcal): 1/2 pao de hamburguer com gergelim (85kcal) + salada com alface (4kcal), chicoria (21kcal), funcho (20kcal), 1 tom peq (20kcal)+ 1 col sopa de azeite extra virgem (90kcal) + 1 col sopa de senape (22kcal) + 1 col sopa de cenoura doce cozida (70kcal)+ 1 cotoleta de frango com espinafre feita no forno (279kcal)

Meio da tarde (176kcal): 1 manga (176kcal)

Jantar (748 kcal): 1 paozinho tipo frances (135kcal) + 3 col sopa de vagem cozida com molho de tomate caseiro (80kcal) + 1 fatia de omelete de presunto e queijo (266kcal) + 1 azeitona preta (4kcal) + 3 nozes frescas (213kcal)+ 1 fatia de ricota salata (50kcal)

NOTAS MENTAIS:

Nesse dia a grande perdiçao foi ir jantar na casa dos sogros.

E dificil dizer nao pra eles quando me oferecem tantas guloseimas hiper-uber-caloricas, mas estou resistindo bravamente e vou resistir ainda mais.

Read Full Post »