Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘TPM’ Category

Entao…

Primeiro, vem irritaçao e a vontade de gritar até ficar afonica.

Depois, vem a hipersensibilidade e a vontade de chorar até desidratar.

Aì… vem a menstruaçao.

Por ultimo, vem a vergonha e a vontade de fazer puf e sumir.

Read Full Post »

Semana T

Nao teve o Dia D, aquele do desembarque na Normandia?

Diferente da razao nobre daquele dia, essa foi a Semana T.

T de terremoto de 8.8 no Chile…

T de tempestade na França…

T de tsunami no Japao…

T de TPM, a minha.

OOOOO semaninha, viu?

Mais um T… de Terrivel!

Read Full Post »

Incomplexidade

Uma pessoa imatura pensa que todas as suas escolhas geram ganhos.

Uma pessoa madura sabe que todas as escolhas tem perdas.

– Augusto Cury –

Com essa frase martelando na minha cabeça é que comecei essa semana. Ando meio azeda, talvez pela velha conhecida TPM que se reaproxima, mas enfim, mais reflexiva também.

O mundo novo, jà nao tao novo, começa a dar seus sinais de cansaço. A velha fòrmula de auto-motivaçao pra dar conta das obrigaçoes do dia-a-dia nao funciona tao bem aqui quanto no Brasil e me reinventar a esta altura da vida parece bem mais difìcil.

Falar voltou a ser uma canseira à parte. Voltei a ter que pensar muitas vezes antes de pronunciar o que quero. Tomo cuidado com as palavras, seja em italiano, ou em portugues, até porque acredito piamente que elas tem uma força descomunal sobre nòs, nossos desejos, realizaçoes e até sobre o universo que nos rodeia mas, pra mim, particularmente loquaz na minha lingua madre, é como voltar a ser criança ou adolescente… limitada, com um vocabulàrio muito restrito e aquém da minha identidade interior, sentindo-me incomprendida e frustrada por ter muito mais a expressar do que a capacidade de comunicaçao me permite.

Hoje, estou particularmente angustiada e me sinto incompleta como se nesse mundo nada se encaixe perfeitamente em mim, ou me pertença realmente. Tenho a sensaçao de que falta (e faltarà) sempre alguma coisa, nao importa quais sejam os meus esforços pra me adaptar, me integrar, me inserir… serei sempre uma estrangeira numa terra estranha.

Read Full Post »

Neofobia

O novo me assusta mais do que fascina.

Um ano todo novo pela frente e eu não me sinto à vontade pra fazer resoluções. Na verdade, eu não sou é boa em cumprir o que prometi pra mim mesma. Até tenho umas metas importantes na cabeça, mas não vou listar nada pra não pagar nenhum mico, nem me frustrar no fim do ano.

Taí, uma coisa eu vou prometer, me comprometer, afirmar e assinar em baixo:

Menos expectativas falsas daqui pra frente.

Assinado: LuLu.

Read Full Post »

Ch(u)avão

Nem toda flor é nobre.
Nem tudo sao flores.
A vida nao é feita sò de amores.
A primavera tem seus dias frios.

 

Romantismo poético à parte, sò sei que os ultimos dias estao ph-oda!

Hoje, por exemplo, eu tinha planejado acordar cedo junto com o marido e tomar café com leite e comer pao de queijo quentinho entre beijinhos, juras de amor eterno e saudade até o fim do plantao de vinte quatro horas. Depois, sair junto com ele e ir pra feirinha do lado de casa passear sob o sol primaveril e comprar verduras frescas pra comer um almoço levinho. Cuidar do jardim depois do almoço e fazer algumas fotos das flores que estao desabrochando… Tudo lindo!

A verdade é que acordo com muita colica, uma dor de cabeça filadaputa e um gosto de cabo-de-guarda-chuva na boca e entao, meu café da manha foi um copo dàgua com 40 gotas de analgésico acompanhado de um anti-espasmodico e pela nausea que to sentindo minha refeiçao mais substancial promete ser chà com torradas. Marido Ernesto saiu apressado, em jejum e sozinho pro trabalho e me largou aqui ainda gemendo esperando o efeito dos remedios. Meia hora depois, quando consigo parar de me contorcer de dor, me levanto pra preparar pra mim uma bolsa de agua quente e constato que là fora està assim: um bonito dia verde-cinzento-amarelado… Previsao: chuva o dia inteiro.

DSCF0409

Depois sou eu que estou azeda.

Fiz a foto, vim aqui postar e jà vou voltar pra debaixo das cobertas…

TPM eu sei que uma hora passa mas, na perspectiva de hoje, a coisa tà feia pro meu lado, né nao?

Read Full Post »

Jardim_12_05_2009 (041)_Roseira_Pulgao_HJardim_12_05_2009 (033)Jardim_12_05_2009 (153)Jardim_12_05_2009 (116)Jardim_12_05_2009 (66)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Nem toda flor é nobre.

Jardim_12_05_2009 (68)Jardim_12_05_2009 (74)Jardim_12_05_2009 (145)BJardim_12_05_2009 (130)VJardim_12_05_2009 (171)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

TPM comprovada cientificamente

No ano passado saiu uma materia na revista Boa Forma que falava sobre TPM e eu, vitima mensal desse algoz, fiquei antenadinha no que ela dizia e jà que nao sou a unica, resolvi passar pra voces algumas observaçoes que encontrei por là. 

O principal conforto para nòs é que hoje em dia é comprovado cientificamente:  tensao pré-menstrual existe, sim. Antigamente, muito antigamente mesmo, na época que a minha mae era mocinha, por exemplo, muitas mulheres eram consideradas vitimas de esquizofrenia e eram colocadas em manicomios quando começavam a manifestar essa verdadeira loucura que a TPM nos traz, voce sabia? Poisé, mas, por mais que os hormonios tenham o seu papel, dizia a materia da revista, sozinhos sao incapazes de fazer um estrago tao grande. A nova abordagem sobre o tema relaciona a intensidade dos sintomas com a satisfaçao na vida. Portanto, para se livrar da TPM, é preciso administrar os conflitos do dia-a-dia. Ninguem està dizendo que nao SOFREMOS, mesmo, com a tensao pré-menstrual. A pesquisa mais recente sobre o assunto, realizada em julho de 2008 pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mostra que 80% das 1053 entrevistadas tem ou já tiveram TPM. Os sintomas mais comuns sao nossos velhos conhecidos: inchaço, dor nas mamas, hipersensibilidade emocional e irritabilidade, muita, mas muita (eu jà disse MUITA?)   irritabilidade! Os hormonios, claro, fazem parte dessa história. O nível de progesterona diminui no finalzinho do ciclo menstrual e provoca muitas dessas sensaçoes. Agora, o que o novo estudo aponta é que considerar que a oscilação hormonal é capaz de, por si só, tirarnos do eixo, é excluir dessa jogada nossos problemas reais, nossos desajustes no trabalho, no casamento, na vida… 😦

A frase da materia (de Nicole Plapler, psicanalista de Sao Paulo) era exatamente assim: “A TPM nao cria problemas, apenas potencializa os que já existem”. Isso significa que aquele choro sem controle ou a grosseria que voce fez para a sua colega no trabalho só aconteceu porque, além dado sobe e desce hormonal, existiam outras coisas fora do lugar. Por isso mesmo, a TPM é chamada de um evento biopsicossocial, em que “bio” representa o físico, “psico” a mente e “social” as relaçoes. A psicologa Mara Pusch, psicóloga da Universidade Federal de Sao Paulo (Unifesp) continua dizendo: “Quando você está de férias na praia, a TPM tende a ser muito mais suave do que aquela que ocorre na véspera de uma prova importante ou no meio de uma crise conjugal”.

 
Exatamente isso, sem licença para ter chilique, viu? O que alguns profissionais  chamam a atençao é pra termos cuidado para nao usarmos a TPM como desculpa para todos os tipos de excessos, para justificar a explosão no trabalho, a briga com o marido e o bate-boca com a atendente do supermercado. “Ela aparece uma semana antes da menstruaçao, nao mais cedo do que isso. A mulher pode estar com uma depressao leve, um problema hormonal, mas nao procura ajuda porque culpa a TPM”, diz Carlos Alberto Petta, ginecologista da Unicamp e coordenador da pesquisa sobre o tema.

Alguns numeros interessantes que a pesquisa mostrou:

84,1% dos homens afirmam reconhecer uma mulher com TPM.
78,9% das mulheres acreditam que o parceiro consegue perceber quando ela está na TPM.
Segundo as mulheres, 54,8% dos homens tentam entendê-la nessa fase sem brigar.
54,6% das mulheres notam os estragos da TPM nos relacionamentos familiares.
46,5% das mulheres percebem o impacto da TPM no trabalho.
Segundo as mulheres, 11% dos homens ficam irritados e impacientes quando elas estão na TPM.

O que me chamou a atençao na matéria é que eles sugerem que o caminho para aliviar os sintomas da TPM e evitar usá-la como justificativa para os chiliques é olhar com atençao para a nossa vida. Reconhecer quais sao os verdadeiros problemas, tentarmos procurar uma soluçao para cada um deles e, assim, buscarmos viver melhor. O primeiro passo para isso é modificarmos os hábitos negativos. Sim, a gente sabe que nao é fácil, mas o esforço compensa. Quem trabalha mais de dez horas por dia, se alimenta apenas de sanduíche ou alimentos cheios de açucar ou gorduras, ou não faz uma atividade física tende a perceber os sintomas de modo mais acentuado. A dica dos profissionais: “Se você mudar o estilo de vida e mesmo assim continuar sofrendo, aí, sim, é hora de conversar com o seu médico”.

No fim das contas o que todas jà sabemos: para vencermos qualquer coisa, seja a TPM, uma doença ou um problema, é preciso tomar alguma atitude, e isso ninguém vai fazer por voce.

Read Full Post »

Sumiço da LuLu

TV_cama_2NutellaMah_JongDepreTV_cama

– Compulsao por doces exageradamente doces

– Compulsao por jogos de computador solitarios tipo Mah Jong

– Nervos à flor da pele e choros sem motivo

– Inércia, mau-humor e caos mental

– Assistir TV na cama por horas à fio…

Diagnostico do (coitado) marido-Ernesto-vitima-preferida-medico-particular:

A tal…  Cara_do_marido de T.P.M.

Read Full Post »

Protesto a Napolis

Riccardo Siano

Foto: Riccardo Siano

Em Napolis, as fontes dos jardins da piazza Municipio, a fonte da alcachofra na Piazza Trieste e Trento e a fonte TAtafiore na rua Scarlatti, no Vomero, foram coloridas de vermelho. Dentro delas boiam dezenas de folhetinhos assinados Cuib Napoli, uma sigla que se refere a alguns circulos de extrema direita. Nos folhetos da fonte da piazza Municipio aparece ainda uma cruz celta e o texto:

27 dicembre 2008-18 gennaio 2009, Palestina Operazione “Piombo fuso“. 1203 morti, 5300 feriti. Il mondo è rimasto a guardare sull’orlo della fossa seduto.

 

27 dezembro 2008 – 18 janeiro 2009, Palestina Operaçao  “Chumbo Fundido”. 1203 mortos, 5.300 feridos. O mundo  permaneceu  a olhar na borda da vala,  sentado.

Fonte: La Repubblica.it

A Operaçao “Chumbo Fundido” (em lingua hebraica: מבצע עופרת יצוקה; também chamada, incorretamente, de Operaçao “Chumbo Grosso”) é uma grande operação militar das Forças de Defesa de Israel, realizada na Faixa de Gaza, à partir do dia 27 de dezembro de 2008, sexto dia da festa judaica de Hanucá. Em lugar destes nomes, a maioria do mundo árabe utiliza o termo Massacre de Gaza (em língua árabe: مجزرة غزة) para descrever os acontecimentos.

A ação militar israelense ocorreu dias após o fim de um acordo de cessar-fogo, que vigorou por seis meses, firmado entre o governo de Israel e representantes do Hamas, partido majoritário no Conselho Legislativo da Palestina e que controla a Faixa de Gaza. Como Israel não suspendeu o bloqueio à Faixa de Gaza e não cessou os ataques ao território palestino, militantes do Hamas anunciaram o encerramento oficial da trégua de hostilidades com Israel e passaram a lançar foguetes e morteiros em direção ao sul do território israelense. Dias depois do anúncio que resultou no fim da trégua, o grupo palestino ofereceu uma proposta para renová-la. Em 27 de dezembro de 2008, as Forças de Defesa de Israel iniciaram as operações militares, com o objetivo oficial de interromper os ataques de foguetes contra o território israelense.

Foi a ação militar mais intensa contra um território palestino desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. No primeiro dia da ofensiva militar, a força aérea israelense lançou mais de cem bombas em um intervalo de quatro minutos, incluindo bases, escritórios e campos de treinamento do Hamas nas principais cidades da Faixa de Gaza, entre as quais Cidade de Gaza, Beit Hanoun, Khan Younis e Rafah. Também foram alvos de ataques a infraestrutura  civil, incluindo casas, escolas e mesquitas; Israel disse que destes locais são disparados muitos dos foguetes palestinos ou servem para esconder munição, e portanto não seria alvos civis.

A marinha israelense também bombardeou alvos e reforçou seu bloqueio naval à Faixa de Gaza, resultando em um incidente com uma embarcação civil. Militantes do Hamas intensificaram os ataques de foguetes e morteiros em direção ao sul de Israel, atingindo cidades como Beersheba e Ashdod.

Na noite do dia 3 de janeiro, começou a ofensiva por terra, com tropas e tanques israelenses entrando no território palestino.

No dia 17 de janeiro, o primeiro-ministro israelense Ehud Olmert anunciou uma trégua unilateral a partir da madrugada do dia seguinte. O movimento Hamas também anunciou um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza de seus militantes e grupos aliados. O representante do grupo, Ayman Taha, afirmou que a trégua valerá por uma semana para que os israelenses possam retirar suas tropas da região. O Exército de Israel declarou que retiraria suas tropas da Faixa de Gaza até a posse de Barack Obama na presidência dos Estados Unidos da América, no dia 20 de janeiro.

Fonte: Wikipedia

Read Full Post »

Avesso

Mais sensivel que o normal. 

Procuro ficar quieta.

Aqui dentro.

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

A ARTE DE NEGOCIAR

Pai: Filho, escolhi uma ótima moça para você casar.
Filho: Mas pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
Pai: Meu filho, ela é filha do Bill Gates.
Filho: Bem, neste caso eu aceito.

Então o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.

Pai: Bill, eu tenho o marido certo para sua filha.
Bill Gates: Mas a minha filha é muito jovem para casar…
Pai: Mas esse jovem é vice-presidente do Banco Mundial.
Bill Gates: Ah, neste caso tudo bem.
Finalmente o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.

Pai: Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser o vice-presidente do Banco Mundial.
Pres. Banco Mundial: Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, até mais do que o necessário.
Pai: Mas Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
Pres. Banco Mundial: Neste caso ele pode começar amanhã mesmo.

MORAL DA HISTÓRIA:
Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia. 

NOTAS MENTAIS:

Acordar com dor de cabeça virou lugar comum esses ultimos dias. Ai..ai! 😦

A dieta segue. Média 1.500kcal/dia. Também, com esse gosto de pano de chao sujo na boca, quem é que consegue comer?

Fiz minha unha pra agradar meu lado mulherzinha. To tentando negociar com meu humor mas, quando nem a “francesinha” resolve é que a coisa tà braba!!

Ernesto està de plantao de 24 horas. Vou me meter debaixo das cobertas e sò saio amanha.

Read Full Post »

Hoje eu acordei com dor de cabeça, com vontade de vomitar, de me jogar de uma ponte e de matar o marido Ernesto à garfadas. Tudo ao mesmo tempo aqui e agora. Assim, abri os olhos e vi o mundo cinza-fosco. O quarto todo escuro, por causa das cortinas de metal, tem apenas a luz da estufa acesa. Vejo o marido que dorme. Sinto a boca amarga. Nada de beijo hoje. Sento na cama. Acendo o abajour do meu lado. Tomo o floral. Coloco os brincos. Apago. Agora està mais escuro. Levanto chutando o chinelo e tropeçando no tapete. Saio do quarto e o frio gela meus braços. Volto, pego um casaco de moletom, passo talco nos pés, calço meias, saio de novo. Marido Ernesto ainda dorme. Chego ao banheiro, coloco pasta de dente na escova, me olho no espelho e.. PUTZ! QUE MERDA!.. QUATRO ESPINHAS! GIGANTES!!! Ahhh nao! Escovo os dentes rosnando e pensando: é melhor o Ernesto nao me encher o saco hoje e se ele perguntar quando levantar – “cade meus oculos, jòia?” – eu pego o garfo… Juro! Eu to que to! Lavo o rosto, arrumo os cabelos da franja disforme, que nao cresce nunca,  e hoje se parece com o escovao do McDonalds..  😦  Prendo pra cima com uma piranha. Fica uma bosta, mas nao pretendo sair de casa tao cedo. Olho uma mancha de sei là o que no chao do corredor. Maldita faxineira que nao veio ontem! Vou pra area de serviço. Pego um pano de chao. Limpo a mancha. Volto. Esfrego umas pantufas que botei de molho ontem. Esfrego, esfrego vigorosamente. Deixo de molho mais um pouco. Coloco umas toalhas na maquina de lavar. Ligo. Enxaguo umas calcinhas que lavei e coloco pra secar. Limpo o tanque. Guardo o sabao e a escova. Vou pra cozinha e começo a lavar a louça que restou de ontem. Que saco essa louça! Ai..ai.. Eu lavo, lavo, lavo e nao acaba nunca! Escuto o marido Ernesto levantar. Ele vem me dar um beijo e diz: buon giorno, nenem. Nem olho e dou um grunhido em resposta. Continuo na louça. Ele pergunta se quero comer alguma coisa. Respondo: Niente. Ele insiste: uma fruta, um biscoitinho? Eu irritada: Niente è niente. Nao quero nada. Ponto, basta. Ele abre a geladeira e pega uma manga. Pega uma faca pra descascar. Descasca. Come em silencio. Termina, levanta e vem colocar a faca na pia pra eu lavar… Eu olho aquela mao se aproximando com a faca suja depois que eu jà lavei quase tudo, espremo os olhos e penso: aproveita! Pega um garfo, um garfo.. anda.. vai..  AGORA!!!

Read Full Post »