Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Terapia’ Category

Peeling

Sabe aquele processo quimico, ou fisico, feito por um profissional que queima, ou abrasiona as camadas da pele? Aquele que às vezes queima um pouquinho, arde, depois faz descascar tudo?

Poisé. Hoje teve terapia…

O que vale é que depois a pele fica lisinha, lisinha, novinha em folha.

Read Full Post »

Tudo acaba em pizza

Hoje teve terapia.

A primeira coisa que a Alba (a terapeuta) disse quando me viu foi: vc tà mais magra!!! De tao feliz, depois da terapia saìmos pra jantar, comemos uma pizza cada um, tomamos uma garrafa de vinho e ainda comemos sorvete de café de sobremesa. 🙂 hehehehehe.

Ai..ai.. Fiquei goròzinha.. Vou deitar.

Buona notte pra quem é de noite.

Buon giorno pra quem é de dia.

Beijo. Ciao.

Read Full Post »

Confiança

Hoje teve terapia e nem foi tao terrivel como as duas ultimas vezes. Mexe, claro, mas nao me cansei tanto emocionalmente. Sempre falamos de coisas importantes, de sentimentos, papo forte… mas o mais importante é que acho que estou aprendendo a me expressar em italiano. Pouco a pouco também percebo que vou me soltando mais, me comunicando mais, e também vou confiando mais…

Falando em confiar, tem algumas frases que andam ressoando forte dentro da minha cabeça e quero refletir sobre elas.

– A confiança requer tempo para ser construída.

– A confiança é uma avenida de duas maos.

– Leva-se muito tempo para ganhar confiança e somente um segundo para perde-la.

– A confiança tem limites.

– Tenha sempre confiança, mas faça contratos por escrito.

Vou colocà-las aqui e quem quiser comentar alguma coisa relacionada a elas deixe um recadinho ou me escreva um e-mail, se preferir. Me ajudaria bastante ouvir algumas idéias. Fale de sua propria experiencia, boa ou nao em relaçao a confiança. Se quiser pode ainda propor outras reflexoes. Fique à vontade. Depois que eu formular melhor o que penso volto pra escrever, ok?

Beijo.Ciao.

Read Full Post »

Hoje, sò amanha.

Hoje teve terapia e eu to daquele jeito…

Nao sei se consigo ordenar o pensamento. Nao sei se dà pra escrever sem ofender a moral e os bons costumes. Nao sei se dà pra formular palavras que exprimam tudo o que to sentindo somente com as 27 letras do alfabeto. Nao sei se consigo ficar sentada aqui por mais de cinco minutos porque to com tantas vontades juntas, desde chorar, explodir até…. sumir, puff!, que acho melhor ir alì me juntar, quietinha debaixo das cobertas e tomando bastaaaaaante chà de camomila com suco de maracujà. Amanha eu volto, tà? 

Beijo. Tchau.

PS.: Me pesei e to com 76,5 kg. 😦  Ainda tem mais isso.

Beijo. Tchau.

Read Full Post »

Hoje teve terapia e eu vou logo avisando que fiquei muito mexida. Muito. Falamos de atitudes minhas que me incomodam profundamente e que por mais que eu tenha consciencia, ainda nao consegui me livrar delas. Foi phoda me expor. Saì de là bem cansada. Ainda estou com a cabeça quente. Aproveito esse momento pra refletir sobre um artigo que li essa semana (nada é por acaso) e que fala de inteligencia emocional.

O especialista da matéria garante que a inteligencia emocional pode ser desenvolvida. Ele conta que existem cinco áreas que devem ser trabalhadas pelo individuo:

Eu me conheço:  A primeira delas, me parece òbvia e ao mesmo tempo uma das mais profundas e dificeis que é a area do autoconhecimento, a sinceridade que cada um tem consigo mesmo para avaliar as suas habilidades e qualidades de maneira verdadeira, permitindo-se e aceitando observaçoes de terceiros, para reconhecer como as suas emoçoes afetam seu desempenho e a ligaçao entre o que pensa, o que sente e a sua maneira de agir. Devemos parar alguns minutos antes de enfrentar um desafio que gera tensao emocional e perguntarmos: Qual é a emoçao que estou sentindo neste momento? Como eu posso pensar e agir diferente nesta situaçao?

Eu me gerencio: Nesta segunda etapa, devemos trabalhar o autocontrole, aquele bendito freio que nos permite pensar antes de agir, conseguindo, assim, administrar nossos impulsos, para nao explodir e depois nos arrependermos. E’ importante termos a capacidade de nos adaptarmos às situaçoes para alcançarmos um objetivo e também termos foco em momentos de pressao. Devemos ter sempre um objetivo em mente e pensar quais seriam os passos para alcançá-lo. A proposta é perguntar-nos frequentemente: qual comportamento construtivo eu posso ter agora para alcançar meu objetivo?

Motivaçao: Dizem os estudiosos que todas as pessoas tem um propòsito, um motivo para agir. Estar pronto para agarrar as oportunidades, superar os obstàculos e aprender com eles para seguir em frente é muito importante. Devemos nos mobilizar para alcançar a realizaçao. O especialista afirma: Uma pessoa motivada tem iniciativa e persistencia. Reflitamos: suas decisoes sao motivadas pelo medo de perder ou pela esperança de ganhar? O que voce precisa fazer para alcançar seu objetivo?

Eu conheço o outro: Nesta fase do nosso trabalho, precisamos observar as pessoas ao nosso redor. E’ preciso mostrar sensibilidade ao ponto de vista do pròximo, buscar maneiras de conquistar a confiança alheia e estudar o nível de satisfaçao do outro. Enxergar  e respeitar as diferenças como oportunidades de crescimento faz toda a diferença. Constantemente devemos avaliar nossa capacidade de nos colocarmos no lugar do outro, de compreendê-lo. Façamos, por exemplo, uma lista das qualidades, talentos e dificuldades das pessoas ao nosso redor. E’ o momento de pensar também naquelas idéias pré-concebidas que temos do nosso pai, ou mae, sogra, ou sogro, irmaos, cunhadas, irmas, maridos, filhos, amigos, chefe, colegas de trabalho… Essas impressoes, num segundo olhar, podem nao passar de puro preconceito. Estejamos atentos a isso.

Eu gerencio o outro: Agora é o momento em que exercitamos a chamada liderança situacional, gerenciamos conflitos, colaboramos, dialogamos, construìmos alianças e desenvolvemos nossa relaçao com o outro. Nesta parte do trabalho, podemos observar nossa capacidade de lidar com pessoas difìceis. O especialista propoe que desafiar o status quo, ou seja, como as coisas sao é uma forma de avaliar como voce gerencia os outros. Aproveitamos, entao pra refletir sobre algo importante que desejamos comunicar, aquele papo que nunca conseguimos começar, por exemplo, e nos perguntamos: o que é mais importante nesta mensagem para mim? E para o outro? Pense, ainda, se existe uma melhor maneira de dizer o que deseja.

 

Notas Mentais:

Hà alguns anos atràs julguei-me uma analfabeta no quesito inteligencia emocional. Hoje posso dizer que jà consigo contar de 1 a 20, sei somar e subtrair, conheço o alfabeto e sei assinar meu nome.

Se é dificil dizer uma coisa, muito provavelmente é dificil ouvir também, entao, cuidado redobrado.

Quero exercitar a fantasia onde meus sentimentos mais sombrios, pesados e dificeis de lidar, como a raiva, por exemplo, sao como uma GRANDE PEDRA que eu posso dividir, esculpir e moldar transformando em varios lindos objetos que irao enfeitar a minha casa, minha vida e meu ser.

Auto-conhecimento é a chave que abre TODAS as portas.

Auto-conhecimento é principio, meio e fim.

Chega de ter medo de mim.

Read Full Post »

O Retorno

Depois da TPM… vem a bonança. Minha cabeça volta a funcionar com a força habitual e minha mente fervilha de idéias. Retorna o humor, a agitaçao, a coragem e a alegria de viver. Retomo as rotinas diàrias, os estudos, as aulas de italiano, de ingles… Enfim, tudo parece que voltou ao normal.

Falando em voltar, voltei a estudar GRAFOLOGIA. Desde os meus 15 anos que me interesso pelo tema mas hà mais de 5 anos nao praticava. Foi como se meu cerebro estivesse com sede, retornei aos estudos com mais interesse do que nunca. Minha mae trouxe pra mim alguns de meus livros sobre o assunto que passei a devorar todos os dias. Tenho revisto coisas muito reveladoras, e com um olhar bem mais amadurecido o conhecimento adormecido parece que voltou com força total. Começo a perceber, por exemplo, valores que eu nao via antes e que, como tudo que tange à humanidade, seus mistérios, linguagens e verdades, a pràtica da grafologia requer muito respeito e cuidado. 

A letra é um ser vivo: é o reflexo do pensamento e do psiquismo do indivìduo, compoe o seu EU e o seu SER SUPERIOR…  

Mas quem é voce, que vai penetrar nas intimidades do alfabeto para compreender aquele que escreve e suas vibraçoes intimas? Antes de descerrar esse véu, reflita. Antes de introduzir a chave na fechadura, medite!

Para conhecer e compreender é preciso ter os sentidos abertos, é preciso estar em perpétuo equilibrio, perceber, integrar-se e permanecer “eu sou”.

Sò entao voce poderà ser um grafòlogo.

– Marguerite de Surany –

Aceitei intimamente o desafio. Nao sò de estudar para me tornar grafologa, mas o de me equilibrar, me conectar com minha intuiçao e me manter plena de consciencia de mim mesma no que quer que eu faça.

Quem quiser me ajudar nos estudos de grafologia pode me mandar manuscritos para que eu possa praticar. Faça assim:

1- Pegue uma folha de papel em branco, sem linhas.

2- Pegue um làpis, caneta esferografica preta ou azul.

3- Escreva livremente um texto. Deve ser expontaneo e nao copiado. Qualquer tema. Uma redaçao com no mìnimo UM paragrafo. Quanto mais melhor.

4- Assine o texto e pronto.

5- Scaneie e me mande o arquivo por e-mail para luizalavenere@gmail.com

Vale lembrar que nao sou profissional, mas faço isso com muita paixao. Farei a analise grafologica baseada nos meus conhecimentos de estudante, ainda, e nas minhas pesquisas atuais. Tudo serà feito de maneira respeitosa e individualizada e mantida em absoluto sigilo grafologo-paciente. A analise revela um pouco de cada um no exato momento da escrita. Nao se trata de adivinhaçao, nem previsao de futuro, nem nada mistico. A grafologia revela predisposiçoes artisticas, comportamentos, manias, potenciais expressoes desconhecidas, doenças fisicas, dificuldades emocionais… Mas revela apenas o que cada um jà tem em si.  

Acho bem interessante me auto-conhecer. E voce?

Read Full Post »

A normalidade sempre me pareceu uma coisa relativa. Deixando de lado o chavao, é a mais pura verdade que todo mundo sabe de si e reconhece nas suas sombras o seu proprio fator de loucura. Uns mais, outros menos conscientes mas, para todos nòs, conviver com a propria loucura é uma arte dificil. Conviver com a loucura alheia, entao, seria como a mais perigosa das artes circences, seria viver suspenso num trapézio. Perigoso, né? E pra nao despencar de là de cima é necessario um exercìcio constante de força fisica e mental, paciencia, tolerancia, cumplicidade, confiança e maturidade….

Na corda bamba do relacionamento, em meio a todas as nossas diferenças culturais, de lingua e pessoais, resolvemos que precisàvamos tomar liçoes de trapézio… hehehehehe..  Em nome do amor, que “jà é” em nòs, decidimos fazer terapia de casal…. Enquanto escrevo aqui me vem em mente um trecho da frase da primeira carta de Sao Paulo aos Corintios, cantada por Renato Russo em Monte Castelo: ” Sem amor eu nada seria.“…. 

Ontem foi o nosso primeiro contato com a terapeuta. Fomos nos conhecer, contarmos, todos, um pouco da nossa estòria e nos ambientarmos. A salinha do consultorio da dottoressa Alba parece uma sala-de-visitas de uma casa normal, fica num casarao antigo, tem um pé direito bem alto, é aconchegante, tem duas poltronas, um sofazinho, luminàrias, mesinha de canto, flores, livros, quadros, e palavras positivas espalhadas estrategicamente por todos os cantos. Foram as palavras, aliàs, que iniciaram e terminaram marcando a nossa visita. Foi a referencia delas que nos acolheu, que deu inicio a conversa. Foram elas que nos saudaram ao fim do looongo encontro, de quase duas horas, num jogo proposto por ela, quando escolhemos, cada um de nòs 3, um cartaozinho, aleatoriamente numa bandeja, onde no verso se liam palavras importantes que, como um presente de um anjo, serviriam para nossa reflexao até o proximo encontro.

Algumas palavras importantes:

SERENITà – serenidade

AMORE – amor

VERITà – verdade

FIDUCIA – confiança

A palavra mais especial de hoje é o nome da terapeuta: ALBA  que significa amanhecer, alvorecer. Pra mim foi o maior anuncio de um novo amanha, simbolizando que um novo horizonte està nascendo nessa minha nova vida!

——————–  ——————–

Total de ontem: 849 kcal

Café da manha (295kcal): 200ml de leite Zymil (82kcal) + 2 col chà de Orzo (75kcal) + 1 col chà de açucar (48kcal) + 3 bolachas de fibras (90kcal)

Almoço (478kcal): 1 fatia de torta de espinafre e milho (250kcal) + 4 col sopa de ervilhas ao molho de tomate (100kcal) + 1 ovo pochè (78kcal) + 200ml de suco de maracujà (50ml)

Meio da tarde (73kcal): 200ml de chà com pessego (73kcal)

Jantar (3kcal): 200ml de chà de camomila (3kcal)

NOTAS MENTAIS:

A receita da torta de espinafre que eu faço tem no meu outro blog.

Depois da terapia estavamos meio tensos com tanta emoçao, fomos rever os momentos e falar sobre nossas impressoes. Acabamos divergindo, nos chateando e, ao invés de irmos comemorar numa pizzaria, voltamos pra casa. Eu tomei um chà e fui deitar. Foi muito bom pra minha dieta, ao menos.

Read Full Post »