Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Com foto’ Category

Carinho empacotado

Chegou pacote do Brasil!!!!!!!!!!!!!

Read Full Post »

Profissao? Bruxa.

Vou fazer uma confissao: se tem uma coisa que me incomoda nesse novo mundo é responder questionàrio de loja… e eu sei bem o porque.

O fato é que passei uma vida inteira a atrelar meu ego e minha auto-estima ao meu trabalho e, desde que vim pra Italia, esse grande pilar da minha pessoa ruiu de uma vez sò. E foi pho-da beeeem dificil.

Até que, proseando no facebook com uma amiga-irma-flor, contando pra ela que anteontem eu sonhei que o Etna entrava em erupçao e que hoje o vulcao cuspiu fogo e fumaça, igualzinho no meu sonho, ela sugere: LuLu, porque voce nao trabalha como bruxa???

E eu A-MEI isso!!!

Nome?  Maria Luiza Rossi Di Salvatore.

Idade? Quarenta e dois anos.

Nacionalidade? Brasileira.

Profissao? Bruxa.

Etna visto da Reggio Calabria - Foto meteoweb.eu

Read Full Post »

Sonho à italiana.

Depois de quatro meses que me mudei pra cà comecei a sonhar em italiano. Na época foi um marco importante, pois sinalizou o inicio da fluencia na nova lingua que seria meu maior instrumento de comunicaçao daquele momento em diante.

Eu sonho muito. Vàrios sonhos e quase todas as noites, mas durante todo esse tempo que vivi aqui, todos os meus sonhos, mesmo que em italiano, se localizam no Brasil. Sonho com pessoas da minha infancia, com afetos e desafetos, com fantasmas do Natal passado, com minha familia de là… Sonhos exclusivamente com paisagens e momentos vividos nos quase 40 anos de vida brasileira.

Até que, esta noite, pela primeira vez, depois de quatro anos vivendo aqui, tive um sonho totalmente à italiana. Sonhei com personagens desta minha nova vida, meus novos afetos, minha nova familia… E sonhei que o Etna entrava em erupçao.

Mais um marco de uma era superada, prenunciando um novo inicio.

Etna - janeiro 2011 - Foto By LuLu na Italia ©

Bons sonhos.

Read Full Post »

Essa semana fui com o marido Ernesto fazer uma noite de plantao no posto de saùde de uma cidadezinha minuscula (3.767 hab.), chamada Gagliano Castelferrato.

A experiencia foi muito interessante, por estar ao seu lado, lhe fazer companhia no trabalho, além de me render sempre fotos incrìveis pois a regiao central da Sicìlia tem municìpios lindìssimos localizados a grandes altitudes, com vales verdes, castelos e uma visao privilegiada do vulcao Etna.

Gagliano Castelferrato - Foto By LuLu na Italia

Vou de novo nesse fim de semana acompanhà-lo num plantao de 36 horas. Depois eu volto pra contar como foi.

Read Full Post »

Frriiiioooo

Gravina di Catania CT, Italia

martedì
Rovesci
 11°  |   16°
Attuale: Per lo più nuvoloso
Vento: SO a 19 km/h
Umidità: 72%

Read Full Post »

Entao,

Foto By LuLu na Italia ©

Ser feliz nao é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.

Nao é apenas comemorar o sucesso, mas aprender liçoes nos fracassos.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oàsis no recondito da alma.

Ou no meu caso especìfico…

É atravessar a neve fora de mim, mas ser capaz de encontrar uma fogueirinha num canto da alma.

Read Full Post »

Foto By LuLu na Italia ©

Com o tempo, você vai percebendo que, para ser feliz, você precisa aprender a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
 – Desconheço o Autor –

 

Feliz Dia de San Valentim!

Read Full Post »

Foto By Marido Ernesto

Recomeça…
Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
E vendo,
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.

– Miguel Torga –

Read Full Post »

DOIS anos

Read Full Post »

Ah, que saudade!

Ragusa_Ibla_27_06_2009 110

Samba em prelúdio

(Baden Powell e Vinícius de Moraes)

Eu sem você não tenho porque

porque sem você não sei nem chorar

Sou chama sem luz

jardim sem luar

luar sem amor

amor sem se dar

E eu sem você

sou só desamor

um barco sem mar

um campo sem flor

Tristeza que vai

tristeza que vem

Sem você meu amor, eu não sou ninguém

 

Ah que saudade

que vontade de ver renascer nossa vida

Volta querido

os meus braços precisam dos teus

Teus abraços precisam dos meus

Estou tão sozinha

tenho os olhos cansados de olhar

para o além

Vem ver a vida

Sem você meu amor, eu não sou ninguém

Sem você, meu amor, eu não sou ninguém

Read Full Post »

Cor-ação

2009_Ernesto

Encontre aquela pessoa que faz o seu coração sorrir.

Tenha felicidade bastante pra fazê-la doce,

dificuldades pra fazê-la forte,

um tanto de tristeza pra fazê-la humana,

e esperança suficiente pra fazê-la feliz.

 

– Autor desconhecido –

Read Full Post »

Partida

Etna - Foto By LuLu na Italia

Etna - Foto By LuLu na Italia ©

Partí.

É tanta emoção junta que eu ainda me sinto meio anestesiada.  Os lugares, tantas vezes percorridos, são familiares, as pessoas falam português o tempo inteiro à minha volta e… ainda assim, eu continuo me sentindo um estrangeiro numa terra estranha.

Nenhuma lágrima tem sido poupada. De longe, sou a melhor chorona que eu conheço. O lado bom é que fazia tempo que eu não me sentia tão competente em alguma coisa.

A sensação do abraço (o primeiro de muitos) que recebi da minha sobrinha Brunequinha no aeroporto de Brasília ainda está gravado na pele. Assim como ainda trago na retina a imagem do rosto cheio de lágrimas do marido Ernesto no aeroporto em Catania. Realidade estranha, aliás, mesmo que temporariamente, é a do marido lá, eu aqui, e um ribeirão passando no meio… Ou melhor, um oceano.

 

Nota mental: Nada nos pertence, essa é uma grande descoberta, além de que a separação é uma ilusão.  Finalmente consegui perceber essas verdades na alma, mas…  porque será que ainda me dói tanto?

Read Full Post »

Acordei na sexta, liguei a televisao e vi a noticia de sua morte.

Primeiro veio a negaçao: Nao pode ser!!! Como assim???

De repente, um golpe no peito. Uma lagrima caiu. Por um instante foi como se tudo ao meu redor desaparecesse. Me senti miseravelmente vulneràvel e sò.

Ragusa_Ibla_27_06_2009 096

Ragusa - Ibla - Foto By Marido Ernesto

Nao sei se estou conseguindo definir direito porque o que ficou foi um vazio que nao se explica, se sente.

Acho que inconscientemente vivi um certo tipo de luto. Como se ele fizesse parte da familia e nao fosse apenas um ìdolo de uma, duas, tres geraçoes, mas efetivamente alguém que eu conhecia pessoalmente e que tinha estado sempre presente na minha vida.

Os tres ùltimos dias foram estranhos. Tudo, aliàs, està muito estranho.

Read Full Post »

Estreito de Messina - Foto By LuLu na Italia ©

Estreito de Messina - Foto By LuLu na Italia ©

Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida – ninguém, exceto tu, só tu.

Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias.

Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar.

Onde leva? Não perguntes, segue-o!

 

– Friedrich Wilhelm Nietzsche –

Read Full Post »

Titia em: 1001

Bruna_dente_2009

😀

Tantas novidades, né Brunequinha-linda-da-titia!?

Nao é mais um buraquinho, é uma portona na frente.

Tem mais um dentinho mole.

O que caiu primeiro jà està despontando, dà pra ver o branquinho.

 Tà deixando a franja crescer.

Ai que saudade!!!

Read Full Post »

Jardim_maio_2009 (92)Jardim_maio_2009 (98)Jardim_maio_2009 (94)Jardim_maio_2009 (95)Jardim_maio_2009 (97)

Read Full Post »

Morango_2008

 

Eu jà te contei que … tenho morangos plantados no meu jardim? Poisé. Decidimos começar uma horta e entao semeamos os bonitinhos, regamos, cuidamos e os pezinhos fofos cresceram rapidinho e começaram a dar frutos, ainda no ano passado. Tirei foto e tudo mais. Este ano, no inicio da primavera, os pés jà estavam carregadinhos de morangos verdinhos e lindinhos. Morri de orgulho.

 

Lagartixa_2008_04_21 (1)

 

Eu jà te contei que… crio lagartixas no meu jardim? Poisé. Um dia o marido Ernesto salvou uma das garras da morte (tirei foto e tudo o mais) cuidamos, deixamos a bichinha ficar e ela (ou ele, sei là) encontrou um parceiro no ano passado, e fizeram filhinhos e este ano, no inicio da primavera, conseguimos contar, entre adultos e filhotes, ao menos oito, também verdinhas e lindinhas. Morri de orgulho.

Um belo dia estàvamos curtindo um por-de-sol no balcao da varanda que dà pro jardim, tomando sorvete (Eu jà te contei que o sorvete da Sicilia é o melhor da Italia? Poisé), em silencio, ouvindo os passarinhos… uma delicia… uma coisa bucolica e romantica de se ver…  até que… o marido ve uma lagartixa comendo um morango ainda verdinho!!! 😦 … Morri de raiva!

Entao, jà te contei que desde que planto morangos e crio lagartixas no meu jardim nao consegui mais comer um sò morango inteiro?

E te conto mais… Poucos dias antes daquela cena romantica do balcao, ainda empolgados pelo sucesso dos morangos verdinhos e promissores, resolvemos incrementar a horta e plantamos vààààrias plantinnhas novas: tomatinhos cereja, pimentoes vermelhos e amarelos, berinjelas e abobrinhas…

Poisé.

Read Full Post »

Acordei assim.

Manhã nublada.

Sem luz.

Lenta.

Fria.

Pesada.

Ar comprimido.

Umidade alta.

Instável.

Olhar turvo.

Sem graça.

Horizonte indefinido.

Chuva

Read Full Post »

E foi então que apareceu a raposa:

– Bom dia, disse a raposa.

– Bom dia, respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.

– Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira…

– Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita…

– Sou uma raposa, disse a raposa.

– Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste…

– Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.

– Ah! Desculpa, disse o principezinho.

Após uma reflexão, acrescentou:

– Que quer dizer “cativar“?

– Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?

– Procuro os homens, disse o principezinho. Que quer dizer “cativar“?

– Os homens, disse a raposa, têm fuzis e caçam. É bem incômodo! Criam galinhas também. É a única coisa interessante que fazem. Tu procuras galinhas?

– Não, disse o principezinho. Eu procuro amigos. Que quer dizer “cativar“?

– É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa “criar laços…”

– Criar laços?

– Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…

– Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo…

A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:

– Por favor… cativa-me! disse ela.

– Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.

– A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!

– Que é preciso fazer? perguntou o principezinho.

– É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás mais perto…

Image89

Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:

– Ah! Eu vou chorar.

– A culpa é tua, disse o principezinho, eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse…

– Quis, disse a raposa.

– Mas tu vais chorar! disse o principezinho.

– Vou, disse a raposa.

– Então, não sais lucrando nada!

– Eu lucro, disse a raposa, por causa da cor do trigo.

 Depois ela acrescentou:

– Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te farei presente de um segredo.

Foi o principezinho rever as rosas:

– Vós não sois absolutamente iguais à minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela á agora única no mundo… É a minha rosa.

E voltou, então, à raposa:

– Adeus, disse ele…

– Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.

– O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

– Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante.

– Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa… repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

 – Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa…

– Eu sou responsável pela minha rosa… repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

 

Image46

ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY

Read Full Post »

Ouvidotimismo

Messina - By LuLu na Italia ©

Messina - By LuLu na Italia ©

Os tristes acham que o vento geme;

Os alegres e cheios de espírito afirmam que ele canta.

 

(sabedoria popular)

Read Full Post »

Jardim_12_05_2009 (041)_Roseira_Pulgao_HJardim_12_05_2009 (033)Jardim_12_05_2009 (153)Jardim_12_05_2009 (116)Jardim_12_05_2009 (66)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Nem toda flor é nobre.

Jardim_12_05_2009 (68)Jardim_12_05_2009 (74)Jardim_12_05_2009 (145)BJardim_12_05_2009 (130)VJardim_12_05_2009 (171)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Procurando bem

   Todo mundo tem pereba

      Marca de bexiga ou vacina

         E tem piriri, tem lombriga,

            tem ameba

               Só a bailarina que não tem

                E não tem coceira

                   Berruga nem frieira

                      Nem falta de maneira ela não tem

 

Bruna_Bailarina_maio_2009

 

Futucando bem

   Todo mundo tem piolho

      Ou tem cheiro de creolina

         Todo mundo tem

            um irmão meio zarolho

Só a bailarina que não tem

                Nem unha encardida

                   Nem dente com comida

                      Nem casca de ferida ela não tem

 

 

– Trechos de: Ciranda da Bailarina – Edu Lobo / Chico Buarque –

Read Full Post »

Dádiva

mamaemsn_marzo_2009-005d

Eu queria poder estender a mao e te tocar, .

Nos seus cabelos grisalhos macios e cheirosos, te fazer cafuné.

Eu seria presente … hoje.

Read Full Post »

s.f.  Extensão de terra cercada de água  SOL por todos os lados.

By LuLu na Italia

sicilia_2009-05-09

 

URRUUU !!!   🙂

Read Full Post »

Primavera Macro

Papavero_01_05_2009 023Felicia_01_05_2009 025

Margarida_01_05_2009 013

Read Full Post »

flores_01_05_2009-0401

1- Pegue um vidro grande de conserva, lave bem lavadinho e reserve.

2- Passe um papel crepom, ou qualquer pedaço de tecido rustico que voce tenha guardado (sabe aquele que embrulhava um presente do ultimo natal?), dobre e prenda no vidro de conserva com um elastico.

3- Coloque dentro do vidro uma esponja de cozinha, encha com àgua e salpique uma pitadinha de bicarbonato.

4- Colha as flores do jardim, aproveitando pra colher também as ervas daninhas, que jà estao passando da hora, e estao explodindo em flores evitando assim que as sementes caiam na terra e formem o dobro de ervas daninhas no ano que vem.

5- Arrume as flores num bouquet bem distribuido.

6- Enfeite um cantinho de sua casa. 🙂

flores_01_05_2009-006flores_01_05_2009-030

Read Full Post »

Titia em: O dente

No msn..

– Titia, sabia que o meu dente ficou mole, eu puxei e ele saiu?

– Nossa, meu amorzinho, que corajosa que voce é! Que emocionante, nè? E doeu Brunequinha?

– Nem doeu, titia. Sò que agora ficou um buraco… Voce qué vê?

brunequinha_dente_2009-001bbrunequinha_dente_2009-005bbrunequinha_fev_2009-005c

E assim a vida segue…

E assim eu mantenho a ilusao de estar ao seu lado…

E assim eu vejo voce crescer e acompanho as suas descobertas…

E assim eu preencho um pouquinho o meu ser com o seu ser que me é tao caro.

E assim dividimos nosso amor, Brunequinha-linda-da-titia!!!!

Read Full Post »

Boris Mihajlovic Kustodiev, Russia, 1878-1927

boris-kustodiev_cc5b4ebf01

Merchant’s wife, 1918 – Fonte: Gatochy

Boris-kustodiev_La belle

The Beautiful, 1915 – Fonte: Tyk!

 

Fernando Botero – Colômbia, 1932

botero-fernando-the-letter-1976

The Letter, 1976 – Fonte: Fotos.org

 fernando-botero

Woman in Front of a Window, 2004 – Fonte: artnet.com

 

Peter Paul Rubens,  Alemanha, 1577-1640

rubens_tres_gracas

As Tres Graças, 1638 – Fonte: Sombria Elegancia

rubens_woman-with-a-mirror-c_1640

Woman with a Mirror, 1640 – Fonte: O Mundo Inominavel

 

Tem muitos mais pintores que projetaram em suas telas mulheres lindas-gordinhas-gostosas-encantadoras-charmosas transformando-as em famosas pinturas, e muito mais obras desses que selecionei, mas jà tà bom assim. Me detive aqui fiel àqueles artistas que realmente manifestaram apreço por suas modelos e o declaram publicamente, e nao pensaram como alguns pensam: “Um artista faz o que pode com o que tem. Nem sempre ele tem o ideal…”, ou: “Usei modelos gordinhas porque as gostosonas cobram bem mais caro.”, a meu ver, desprezando as pessoas que posaram pra eles e reforçando um conceito de “padrao de beleza” onde “gostosa” é sò quem é magra.

Bom, a grande inspiraçao pra esse post veio, na verdade, com uma inocente busca no Google onde eu coloquei: “quadros, gordinhas” e, dentre os resultados, me deparo com essa foto minha!!!

 lulu_roma_2008

E’ uma foto, tirada em Roma pelo marido Ernesto, que publiquei aqui no Mundo Novo. O post que gerou a foto nao tem nenhuma palavra que faça referencia aos termos de busca em questao. Foi uma ediçao que fiz de fotos das estaçoes do ano e, no caso, essa foto ilustrava um visual de verao. Eu até jà falei sobre quadros de gordinhas nesse post aqui, e talvez seja por isso que o Google redireciona essa foto, sei là. Tem outras fotos daqui do Mundo Novo no resultados da pesquisa, mas entre tantas porque serà que essa foi a primeira? Tomei um susto, mas eu adorei, juro! Eta mundinho, nao? Ai..ai..

Porque esse mundo é dinamico e podemos apreciar bem mais a paisagem se nos mantivermos conscientes de nòs mesmos, se aceitarmos nossa realidade,  nossos limites, se vivermos com prazer o dia de hoje, o momento atual, enxergando-o como o “presente” que ele efetivamente é.  E, afinal, estou gordinha, sou gostosa ;-), estou saudàvel e sou normal!

Da série: Quilos a mais – se nao pode vence-los, una-se a eles!! 🙂

Ou ainda: Eu me amo como eu sou!!!

Nota da LuLu: Todo o respeito por quem é magrinha e quer ser magrinha, por quem é gordinha e quer ser magrinha, por quem é magrinha e quer ser gordinha, por quem é gordinha e quer ser gordinha.. enfim, respeito é bom e eu gosto, ok?

Read Full Post »

Marido Ernesto e eu curtimos uma telona toda semana. Ambos somos cinéfilos o que, num certo sentido, quer dizer que vemos todo tipo de filme pra ter o que falar, nem que seja falar mal. E, claro, acontece de ver alguma porcaria decepcionante que nao vale nem o preço do ingresso (que aliàs é em euro!), mas a produçao européia em geral é riquissima e eu to adorando sair do circuito padraozao comercial americano de enlatados. Bom, apesar de certa prevençao contra filmes “comerciais” e contrariando estatisticas que dizem que se repete muito mais vezes, para muito mais pessoas aquilo  que nao se gosta, eu falo MUITO do que eu gosto e eu simplesmente ADOREI o filme Mostri Contro Alieni  (em portugues: Monstros X Alienigenas) da Dreamworks.

 

mva_skin-01

O desenho é pra adulto e é deliciosamente sarcastico. Os personagens sao meio clichezados num certo tipo de “liga da justiça” com representantes padrao do tipo “o cerebro”, “a força”, “a versatilidade” e “a ingenuidade”… mas funciona. Funciona tanto que eu, virginiana-critica-chata-dificil-de-se-convencer dei boas e gostosas risadas como hà muito tempo nao fazia e fiquei completamente presa na trama até o fim que, felizmente, nao é tao obvio assim, apesar do bem vencer o mal, lògico.

O grande problema do filme, pra mim, é também a sua maior qualidade: os efeitos 3D sao tao geniais e bem feitos que a gente sai do cinema querendo assistir tudo assim de agora em diante. Parece que nao vai ter mais graça ver filme “somente” em duas dimensoes.

Entao, o filme é pra ser visto em tela grande, nao espere sair em DVD senao voce vai se arrepender. Eu recomendo.

Read Full Post »

Marcelino Pao e Vinho – Espanha, Itália, 1955

(Marcelino pan y vino / Marcellino pane e vino / The Miracle of Marcelino)Dal romanzo di José María Sanchez Silva

MarcelinoMarcelino é um orfao abandonado, ainda recem nascido, na porta de um mosteiro e criado por 12 frades franciscanos. Certo dia, quando tinha cinco anos, ele descobre uma imagem de madeira de Jesus crucificado no sotao do mosteiro e oferece ao homem da imagem um pedaço de pao e um pouco de vinho que aceita a oferta e passa a conversar com o menino. É o início de uma grande amizade cheia de dramas e o filme arranca làgrimas até o fim. No final, assim como eu, a maioria das pessoas sai muito emocionada do cinema, seduzida  pelos cliches melodramáticos da história concebida pelo escritor espanhol José María Sánchez Silva.

O filme espanhol foi lançado simultaneamente na Italia e obteve grande sucesso por aqui, onde foi amplamente divulgado, distribuido e teve ainda uma nova versao dirigida por Luigi Comencini em 1991. A ediçao que assiti no Cine Brasilia  era a original de Ladislao Vajda dublada em italiano, com musica tema cantada também em italiano por Gigliola Cinquetti  e ficou impressa assim em mim, tanto que, por muitos anos, achei que o filme fosse italiano. O menininho Pablito Calvo (que tinha apenas 5 anos quando encarnou o personagem-título) foi premiado em Cannes, no ano do lançamento do filme e o filme também muito aplaudido no Festival de Cannes, onde recebeu uma Mençao Honrosa, foi ainda  vencedor  do Urso de Prata no Festival de Berlim.

 Apesar de ter sido rodado em 1955, Marcelino Pao e Vinho voltou a estar em cartaz nos cinemas brasileiros entre o final dos anos sessenta e começo dos anos setenta, sendo um grande sucesso de bilheteria. Minha mae propos que eu assitisse com ela, sem minhas irmas que eram muito pequenas, o que seria o meu primeiro filme “adulto”. Eu me lembro que nem eu tinha a idade indicada pelo orgao de censura da época. Censura era coisa séria, sabe? Eu devia ter uns 10 anos e a censura exigia idade minima de 12 anos. Minha mae, que jà tinha visto o filme, achou que nao tinha nada demais que eu era madura o suficiente mas, sò pra garantir, fui assistir ao filme com um sapatinho de salto anabella, pra ficar mais alta do que eu ja era, vestida  com um conjunto (de minha mae) de lan, saia e blusa, com os cabelos penteados  num coque e de batom pra eu parecer mais velha. A emoçao do filme começou jà ali. Além da historia que se passava na tela, a travessura, aquela pequena transgressao, a deliciosa cumplicidade e emoçao divididas com minha mae é que fizeram dele o filme da minha vida.

 

cinema1Este post faz parte da blogagem coletiva O Filme da Minha Vida  proposto pelo blog Fio de Ariadne, da mesma Vanessa querida que criou a blogagem sobre O Livro da Minha Vida que eu também participei.

Se voce quiser viajar pelo maravilhoso mundo do cinema, clique no selo ao lado e veja todo tipo de emoçao que a pelicola nos traz contada por pessoas muito especiais.

Read Full Post »

Vai!

Estreito de Messina - By LuLu na Italia ©

Estreito de Messina - By LuLu na Italia ©

Vá o mais longe que você puder ver.

Quando você chegar lá, vai poder ver mais longe ainda.

(autor desconhecido)

Read Full Post »

Participo do mundo virtual com publicaçoes desde nem-sei-mais-quando.  Comecei là pelo ano 2000 acho, quando iniciei a fazer fotos digitais pra valer e a publica-las no MSN com alguns comentarios simples e, naquela época, jà com uns poucos feed backs que recebia, achava o maximo a exposiçao que aquilo tinha. 

Em maio de 2005 comecei a escrever (e ainda escrevo) o meu primeiro blog o CaFôFo da LuLu quase como uma terapia, pra dar voz as vàrias pessoas que habitam dentro de mim. Uma especie de catarse pessoal, no sentido de purgaçao. Tem até uma aba de menu là em cima do blog (memorias) onde eu cato e re-publico umas palavras antigas que ainda insistem em falar. Naquela época o UOL era uma das melhores opçoes pra hospedar minhas idéias, e assim continuou por mais de 3 anos, mas depois comecei a acha-lo limitado, pesado até que, com a mudança pra Italia, decidi começar um outro blog num outro host, mas ainda amador. Testei, entao o Blogspot… Comecei a escrever receitas praticas do dia-a-dia num blog criado por uma amiga, o Dez Minutos, e Pronto! Uma experiencia que continua e é otima. Acabei trazendo para uma aba do menu là em cima (receitas)  algumas  delicias de là… Testei, por fim o WordPress, gostei muito mais e decidi criar um novo espaço pessoal aqui. Assim nasceu O Admirável Mundo Novo da LuLu. O porque do nome? Isso eu conto qualquer dia num outro post.

Entao, esse negocio de blogar até hoje sò me deu prazer, viu?  O que me dà mais prazer nisso tudo é a publicidade da coisa. Esse meu lado aparecido-de-ser se sente bem em ver e ser visto. No começo pesou muito a responsabilidade  em clicar na palavra “publicar” depois de escrever um texto. Nao demorou a cair a ficha da importancia de tornar as minhas idéias maluquinhas que até entao chegavam somente até um grupo seleto de amigos, de uma hora pra  outra  acessiveis a pessoas que nao conheço. Naturalmente reforçei o cuidado com as palavras e ao mesmo tempo o contrastante desafio de manter-me integra, inteira e verdadeira. Me sinto “eu” mas ao mesmo tempo uma personagem. E’ um fenomeno interessante e ainda penso em fazer uma tese de mestrado sobre isso.

Junto com o prazer o dever, assim eu aprendi. Ou era o dever primeiro e o prazer depois. E com o dever, as regras. Leis e regras existem para o bem comum e precisam ser respeitadas. Educaçao, honestidade e lisura sao tao importantes quanto o conteùdo ( às vezes até mais). Noçoes de espaço e forma criam harmonia. Limites sò sao limites se sao bem estabelecidos… A casa aqui é minha, verdade. O mundo aqui é meu, tà certo. E a vizinhança é de todos nòs. Ponto final. Bàsico. Faço o que eu quiser no meu mundinho e nao incomodo ninguem, assim como nao gosto de ser incomodada. Uma coisa muito importante: eu nao roubo. Se tomo emprestado peço antes ou aviso que tomei. Creditos sao pra serem creditados, senao seriam débitos.. e eu exijo os meus… por vaidade, picuinha…? Pode até ser, mas prefiro assim: Gostou? Pede que eu empresto. Juro… na boua.. empresto e fico feliz em compartilhar, mas se nao pedir… Ai,ai,ai…   pode até pegar uma vez sem eu ver, mas vai ser sò uma e a briga vai ser feia. Isso eu garanto. Pergunta pras minhas irmas. Brava a menina!! Ui!!

Cada um dos meus blogs pessoais referem-se a mesma LuLu, mas sao bem diferentes. O CaFôFo é fofo, é cantinho magico, é café-com-leite, é adolescente, é poético, é inconstante, é instàvel e é essencialmente um monòlogo. O Mundo Novo  jà comecou com uma proposta diferente do CaFôFo. O Mundo Novo é quase um diàrio da LuLu, é auto-biografico, é adulto, é livrinho de cabeceira, é bula de remedio, é bolsa de àgua quente, é ombro amigo, é pedido de socorro, é mural de avisos, é caderno de anotaçoes, é album de retratos… e é no mìnimo diàlogo ou quem sabe, roda de bate-papo.

Depois de escrever blogs e soltar as doidices pelo mundao afora, e sem freio, o que eu mais gosto é de receber comentario. Pode ser aqui mesmo ou por e-mail, ou ainda via messenger, mas é sempre um imenso prazer trocar idéias. Lugar comum de todo blogueiro, eu sei. Nao ligo de nao ser original. Eu gosto mesmo é de gente e de me comunicar e deve ser por isso que eu gosto tanto de falar e de escrever. Algumas novidades vieram com o Mundo Novo como a tal “Blogagem Coletiva”, os “Memes” e os “Selos”. Nunca tinha participado de nada desse tipo na época do CaFôFo. E com essas atividades de rede da blogosfera veio gente nova visitar o meu humilde mundinho e eu fiquei feliz à beça! Que sensaçao estranha e ao mesmo tempo otima de conhecer gente nova virtualmente! Nunca tive (nem tenho) pretensoes de ter um Mundo superpovoado (é assim sem hifen?) por isso nao faço publicidade, sò participo do que me dà vontade, se o tema coletivo for sobre algo que eu realmente goste de falar (da minha pessoa e do meu mundo, basicamente) e sò participo de jogos, correntes, memes e selos se tiver alguma coisa que me acrescente. 

Aliàs, paragrafo especial sò pra falar sobre os SELOS… Com todo o cuidado e respeito aos queridos que pensaram em mim e aos selos que me foram dedicados: Alguém mais além de mim acha que a coisa jà ta  perdendo  a graça, o rumo, o jeito e o sentido verdadeiro? Serà que sou sò eu que vejo banalizaçao em mandar o mesmo selo pra todo mundo e repetir duzentas-e-cinquenta-e-dez vezes a mesma coisa? Nao tà parecendo mais aquelas correntes chatééééérrrimas que existem desde a época das cartas de papel que chegavam na nossa casa ameaçando: se voce nao passar pra mais oitocentas pessoas a casa vai cair… seu emprego vai cair, seus cabelos vao cair, seus peitos vao cair, o seu nariz vai cair…? Tirando a parte da ameaça.. Nao tà nao? Olha, pra deixar bem explicado: eu reconheço todo o carinho implicito (e explicito) nos selos que eu recebi, viu? Reconheço, agradeço e nem sei se mereço.. sò pra rimar. O que eu questiono é a quantidade de selinhos que surgiu de uma hora pra outra na blogosfera e a quantidade de pessoas para as quais “temos” obrigatoriamente que repassar os benditos selos. Eu nao faço essas coisas por obrigaçao de fazer. Se é obrigaçao acaba por perder o sentido de mérito, nao acha? Sei là, eu comecei a achar chato, sabe?

Pra encerrar (finalmente affff!.. esse post tà parecendo a Carta de Pero Vaz de Caminha de tao longa!) eu quero agradecer às pessoas que me acompanham nessa aventura blogosférica (existe isso?)desde sempre. Quero agradecer também aos que me seguiram nessa nova fase da nova vida que iniciei na Italia, aos queridos e queridas que me visitaram desde a minha ultima blogagem coletiva e deixaram recadinho e aos que vem chegando de mansinho sem dizer nada. Quero especialmente saudar esses novos amigos e dizer: Sejam bemvindos ao meu Mundo Novo.

Beijo.Ciao.

LuLu.

LuLu_2009_04_04_messina-172b

Read Full Post »

dali_mundo

O nascimento do mundo - Salvador Dali - 1943

Hoje, o Dia da Terra é comemorado por milhares de organizaçoes, em centenas de países, com o objetivo de conscientizar as comunidades sobre a importancia da preservação do Planeta Terra. A data foi criada nos Estados Unidos em 1970, com o primeiro protesto contra a poluiçao, convocado pelo Senador norte-americano Gaylord Nelson, e passou a ser comemorada por outros países à partir dos anos 90.

Como abertura escolhi esse impressionante quadro do mestre Dali para ilustrar a mensagem mais importante do dia de hoje: a Terra somos nòs. Nao é à toa que muitas religioes e filosofias associam o nascimento do homem ao barro, ao pò e à terra. Nao é à toa que nosso corpo, carbono que é, retorna à terra. Nao devemos nos destacar do planeta e ve-lo como uma parte de fora de nòs mesmos, pois a nossa consciencia é também a consciencia da Terra.  Planeta,  terra, plantas, animais, seres humanos… somos interligados, interdependentes e intimamente relacionados.

Bom, na pratica o que eu acredito é que devemos cuidar de nòs, do nosso pequeno universo, aquele que està ao nosso alcance no dia-a-dia, e ao fazermos isso, o bem estar se reverte para o universo. Pequenas atitudes conscientes como beber 1,5 litro d’àgua todos os dias, comer frutas e verduras regularmente, consumir produtos de estaçao, aproveitar cascas e sementes, caminhar, sorrir, ler, economizar papel, meditar, fechar a torneira quando escovamos os dentes, nao tomar banhos demorados, reciclar embalagens, usar eletrodomesticos que economizem energia elétrica, nos mantermos alertas… E por aì vai.

Na progranaçao do Dia da Terra 2009 o National Geografic Channel tem uma série chamada Voce Quer Mudar o Mundo? Comece Pelo Seu (clique aqui para ver)  que dà dicas de cuidados com o ambiente, educaçao ecologica, reciclagem, economia de àgua, papel, combustiveis e energia mostrando numeros que mostram, por exemplo, que a economia de UM MINUTO de chuveiro se reverte em SETE MESES de àgua para uma pessoa do planeta. Todas as informaçoes sobre o que é possivel se fazer por nòs e pelo Planeta estao relacionadas na série: Voce Sabia? (clique aqui para ver). E’ a isso que me refiro quando digo que o que fazemos em nosso pequeno mundinho se reflete no universo inteiro. Se voce souber de mais açoes assim, conta aqui pra mim.

Vivo dizendo isso, porque acredito piamente: somos um

Para encerrar deixo aqui um video-mensagem… Trata-se do clipe da musica “Moving” de uma banda espanhola chamada “Macaco” com a mensagem: “O que voce faz conta” que tem a participaçao de artistas como javier Bardem, Carlinhos Brown, Rosario Flores, Juan Luis Guerra….

 Para ver no Youtube clique aqui..

Read Full Post »

Titia

 … No messenger… 

– Titia, eu jà sei escrever meu nome em letra cursiva, voce qué vê?

– Quero, sim Brunequinha-linda-da-titia-que-eu-amo-muito! 🙂

Ela pega um caderno e me mostra a folha em branco preocupada em me demonstrar que nao tem truque… 😉

– Olha, nao tem nada escrito, ta vendo? 

Ela pega a caneta e escreve… e me mostra.

Eu vibro.. dou xilique… falo que quero espremer… chamo ela de xiribilinha-tipi-tipi-moranguinho-gostosinha… essas coisas que ela adora.

Ela dà sò aquele sorrisinho de sapo, sem mostrar os dentes e continua:

– Titia, agora vou te mostrar que eu sei escrever “Ana”  também.. 

E de novo.. a folha em branco… e escreve.. e me mostra..

Eu faço a mesma firula… a maior festa…  dou gritinhos…aiiiii…  falo que quero morder a bochecha dela, que espremer é pouco….

Ela adora.. ri mostrando as covinhas… e aì me fala:

– Titia, agora voce vai desmaiar, porque eu sei escrever “Rossi” em letra cursiva!

Ela escreve.. e me mostra…

Eu faço mais firula ainda… aiiiiiiii…  finjo que vou desmaiar… que to com taquicardia…  me taco no chao… e eu tiro foto …

Ela adora… dà cada gargalhadinha gostosa…

Eu me derreto toda!

Ai… ai.. como a gente é besta, nè?

bruna_abril_2009-0051bruna_abril_2009-004b1bruna_abril_2009-0061

Read Full Post »

Despertai

lawrence3

Todos os homens sonham, mas não da mesma maneira. Existem aqueles que têm seus sonhos à noite, nos recônditos de suas mentes e, ao despertar, pela manhã, descobrem que tudo aquilo era bobagem. Perigosos são os homens que sonham de dia, porque são capazes de viver seus sonhos de olhos abertos, dispostos a torná-los realidade.
– Thomas Edward Lawrence –

Read Full Post »

Nada de imitar seja lá quem for. … Temos de ser nós mesmos … Ser núcleo de cometa, não cauda. Puxar fila, não seguir.

– Monteiro Lobato – Carta a Godofredo Rangel, SP, 15/11/1904

 

Assim como o menino José Bento Renato Monteiro Lobato eu também fui alfabetizada por minha mae, que nao é Olìmpia Augusta mas é Conceiçao Augusta – mais conhecida como Dona Conceiçona.  

cartilha_DAVIMinha mae, formada em pedagogia e administraçao ensinava a quem quisesse ler. Ensinou a mim e as minhas irmas, bem antes de entrarmos na escola, entre jogos e brincadeiras, gibis e lapis de cor, papeizinhos com letrinhas desenhadas a mao e uma cartilha de alfabetizaçao:  Davi, meu amiguinho.

Entao, aos 3 anos de idade eu jà sabia ler e escrever… e nao parei mais.

Li sempre muito e tudo. O tempo inteiro. Graças ao grande incentivo de minha mae, que me permitia ler historias em quadrinhos do seu grande acervo e coleçao pessoal que contem obras unicas como a revistinha numero UM de Monica e Cebolinha, de LuLuzinha, de Flash Gordon, de Mortadelo e Salaminho, além de obras completas de Mafalda, Calvin, Moebus… Me lembro que ela acreditava que uma criança, ao contrario do que se dizia, poderia adquirir ainda maior gosto pela leitura através dos gibis e nunca nos impediu de ler, fosse o que fosse. E de fato eu lia e continuo a ler de tudo um pouco, dos classicos aos cartoons de jornal. Desde que eu leia.

negrinhaMeu primeiro contato com o Senhor Monteiro Lobato foi através do Jeca Tatu, e até hoje, ao contrario dos mais amados e conhecidos personagens do Sitio, o matuto simplorio e inteligente é o meu preferido. Talvez porque o Jeca fosse o alter-ego do proprio autor, sei là. 

Da sua literatura mais adulta depois de Idéias de Jeca Tatu e Urupes – sempre em torno ao Jeca – as maiores emoçoes eu vivi ao ler Negrinha. Com seus contos de uma narrativa urbana incrivel, com dramas, romances e tragedias, tao fortes e cheios de verdades um outro Lobato se faz conhecer. Mais atormentado, mais carnal, um humor irreverente sempre presente. Eu recomendo.

Uma pequena curiosidade que me aproxima do mestre Lobato. Que ele foi escritor, enxadrista, industrial do petròleo, pintor, pai da Emilia – boneca mais ilustre do Brasil, quase todo mundo sabe, mas o que poucos sabem é que uma de suas maiores paixoes foi a fotografia. Poisé e dizem que era dos bons. Registrava instantaneos da família com uma camera Kodak que ganhou de presente. Depois, com uma Rolleyflex a tiracolo, passava horas seguidas capturando trechos de paisagens e momentos do quotidiano.  Assim como eu, Lobato gostava de se expressar e de registrar os flagrantes da emoçao e da vida e por isso nao desgrudava da sua màquina. 🙂

Parece estranho falar nisso justo aqui, no meio do tema sobre os livros, mas é que eu realmente acredito que nada é por acaso e que de verdade a mensagem que quero passar é essa: a expressao da vida começa na leitura e termina sabe-se là onde, no infinito do universo.

 

 

lobato1Esse post faz parte da blogagem coletiva Quem Foi Seu Monteiro Lobato? Criado pelo blog da Vanessa – Fio de Ariadne. Se voce quiser conhecer mais pessoas que participaram e mais historias interessantes clique no selo e viaje nesse mundo maravilhoso da leitura.

E viva o Dia Nacional do Livro Infantil! 

E viva MONTEIRO LOBATO!!

VIVA!!

Read Full Post »

Primavera

2009_04_04_roxinhas2009_04_04_messina7b2009_04_08_Flores_04Mimosas-063b2009_04_08-Flores0022009_04_08-gato0082009_04_08-gato007

Read Full Post »

Eostre

eostreEostre era a Grande Deusa Mãe anglo-saxônica, nordica e germanica da Alvorada, da Luz Crescente da Primavera e o Renascimento da Vegetação. Era conhecida pelos nomes: Ostare, Ostara, Ostern, Eostra, Eostur, Austron e Aysos.

sgbrooks_eostreSegundo a Lenda, Eostre encontrou um pássaro ferido na neve. Para ajudar o animalzinho transformou-o em uma lebre, mas a transformação não processou-se completamente e o coelho permaneceu com a habilidade de colocar ovos. Como agradecimento por ter salvo sua vida, a lebre decorou os ovos e levou-os como presente para a Deusa Eostre. A Deusa maravilhou-se com a criatividade do presente e, quis então, compartilhar sua alegria com todas as crianças do mundo. Criou-se assim, a tradição de se ofertar ovos decorados na Páscoa, costume vigente em nossos dias atuais.
Os ovos são símbolos de fertilidade e vida. Uma tradição antiga dizia que se deveria pintar os ovos com símbolos equivalentes aos nossos desejos. Mas, sempre um dos ovos deveria ser enterrado, como presente para a Mãe Terra.

Entao, a lebre (e NÃO um coelho) era seu símbolo. Suas sacerdotisas eram capazes de prever o futuro observando as entranhas de uma lebre sacrificada (claro que a versão “coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?” é bem mais comercialmente interessante do que “Lebre de Eostre, o que suas entranhas trazem de sorte para mim?”, que é a versão original desta rima.
rabbitA lebre de Eostre pode ser vista na Lua cheia (vide desenho ao lado) e, portanto, era naturalmente associada à Lua e às deusas lunares da fertilidade.
eostre2De seus cultos pagãos originou-se a Páscoa (Easter, em inglês e Ostern em alemão), que foi absorvida e misturada pelas comemorações judaico-cristãs. Os antigos povos nórdicos comemoravam o festival de Eostre no dia 30 de Março. Eostre ou Ostera (no alemão mais antigo) significa “a Deusa da Aurora” (ou novamente, o planeta Vênus). É uma Deusa anglo-saxã, teutônica, da Primavera, da Ressurreição e do Renascimento. Ela deu nome ao Sabbat Pagão, que celebra o renascimento chamado de Ostara.

Fonte: mulhercriativa.com.br

Fonte: ROSA VOLPATO

Ajudou a esclarecer um pouquinho a confusao que fazemos pra entender o que é que Jesus, coelho, e ovo tem haver com essa época, nè?

Adoro estudar essas grandes deusas da humanidade.

Read Full Post »

Na Sicilia, onde eu moro, cada festa importante tem alguma correspondencia  culinària. Nao acho que seja à toa a fama de “bons garfos” dos italianos, em geral. Na verdade, seja Natal, dia dos pais, ou cada uma das milhares de festas religiosas (levadas, em geral, muito a sério) em quase toda regiao da  Italia  existe  algum prato representativo, tradicional, com razoes historicas e repetido desde os tempos do onça.

Ovelha de pasta de amendoaEntao, na grande ilha, tem  uma  pitoresca tradiçao pascal de nos deliciarmos, depois de um rico almoço festivo, elaboradissimos doces que além de deliciosos, ficam lindos de se ver nas vitrines das docerias e confeitarias em toda a cidade. Um tipo muito  caracteristico se chama  “picureddi di pasta reale“.  Sao ovelhas moldadas com “pasta reale” (a famosa pasta de amendoa – produto tipico da Sicilia), que representam o cordeiro do sacrificio de tradiçao religiosa e paga muito antiga, e se diferenciam na forma, complementos e na decoraçao de acordo com a àrea de origem. As mais comuns estao deitadas sobre um prado verde, dentro de um recinto cercado, decorado de confetinhos multicoloridos e possuem uma bandeirinha no lombo. A que eu ganhei da minha sogra no ano passado é assim.

Ovo pintado à maoO ovo é simbolo de vida e de ressureiçao. E’ do ovulo feminino que se origina a vida, assim como sao ovais as glandulas sexuais masculinas; e é também do ovo que se gera a vida dos oviparos. Jesus Cristo, com a ressureiçao, transformou a sua morte em uma nova vida e muitas vezes o nascer é representado com um pintinho saindo do ovo. O ovo figura também em muitas e variadas delicias tradicionais da Pascoa e sempre foi seu maior simbolo porque representava o renascimento da natureza nas tradiçoes pagas, coincidindo com a chegada da primavera. Esse da foto foi pintado por mim e presenteado aos meus sogros.

biscoitos_de_pascoa_2009Outro famoso doce siciliano é conhecido em Palermo, a capital da Sicilia como: “pupo cu’ l’ova“, ou como sao conhecidos na cidade que moro – Catania – “aceddo cu’l’ova“, em dialeto siciliano que quer dizer ave com ovo, recordam exatamente essa tradiçao e sao de uma época em que nem se imaginavam os ovos de chocolate de hoje em dia. Estes, sao paezinhos ou biscoitos pascais, muito difundidos em toda a Sicilia, assumindo varios nomes de acordo com a tradiçao local, moldados nas mais varias formas, antropomorfas, zoomorfas, mas sempre com um ovo cozido, inteiro, às vezes com casca e tudo, que é inserido na pasta.

biscoitos_de_pascoa_2009_04_11-017Dizem que os tais “aceddi cu’l’ova“, aves com ovos – até uns cinquenta anos atràs, eram (sempre a mesma massa de pao/biscoito) moldados preferencialmente na forma de pomba (por isso o nome) tendo no centro do corpo um ovo cozido (com casca) recoberto com duas listinhas de massa, formando uma cruz. Hoje quase desapareceu a forma antiga de molde, de pomba, mas a criatividade é infinita e cada um libera sua fantasia, e faz a forma que lhe dà na telha, remodelando a tradiçao.

biscoitos_de_pascoa_2009_2As mammas e nonnas, em casa, no sàbado da vigilia da Pascoa, preparam tantos “aceddi” quantos saos os membros da familia, além de outros muitos biscoitinhos (feitos com sobras da massa) em formas mais simples, sem ovo, e todos decorados com confeitos coloridos, tornando-os ainda mais alegres e gostosos.

Entao, nesse ultimo sàbado, passei uma agradàvel manha “impastando” com as mulheres da familia do marido Ernesto, me sentindo parte de algo muito grande e muito bonito, tradicional, ritualistico e aprendendo algo mais além do que fazer biscoitos.

A receita voce encontra na aba de receitas là em cima do blog ou clicando aqui.

Read Full Post »

lobato

O Blog Fio de Ariadne, da Vanessa lançou a blogagem coletiva “Quem foi seu Monteiro Lobato?” e convoca todos a participarem.

Dessa vez a editora JORGE ZAHAR EDITOR, propos ao Fio de Ariadne uma coletiva em comemoraçao ao Dia Nacional do Livro comemorado em 18 de abril e ela aceitou criando uma coletiva especial! A editora presentearà os autores dos tres melhores textos com lançamentos de seu catalogo, que serao entregues no endereço do premiado. Assim, além de escrever sobre suas lembranças na literatura, o participante concorrerà a um dos livros abaixo:

Arte-bamboles02.indd Barbies, bambolês e bolas de bilhar
67 deliciosos comentários sobre a fascinante química do dia-a-dia
Joe Schwarcz

 

livro-2-seis-graus Seis graus
O aquecimento global e o que você pode fazer para evitar uma catástrofe
Mark Lynas

 

livro-3-einstein-cozinheiro O que Einstein disse a seu cozinheiro
A ciência na cozinha
Robert L. Wolke

 

 

Como participar?

Inscreva seu blog deixando um comentário no post da coletiva là do blog da Vanessa (pode CLICAR AQUI), leve o selo do evento para o seu blog e publique, dia 18 de abril, um texto que conte como foi seu primeiro contato com o mundo das letras. Quem foi seu Monteiro Lobato? Quem incentivou voce a ler?

Atençao, sò concorrerao aos livros os textos publicados no dia 18 de abril.

Eu to nessa.. e voce?

Read Full Post »

cucina_del_sole_2009_04_08-Diploma

Cucina del Sole invadiu a minha vida.

‘A partir de hoje, tenho oficialmente curso de culinària na Italia, mas além do fato de que o mundo dà muitas voltas (nao sei como nao ficamos tontos) eu nao sei ainda, exatamente, o que mais um curso significa na minha vida. Sei também que estou bem  orgulhosa desse meu primeiro passo no novo mundo, dessa primeira sementinha plantada na minha nova història.

Missao cumprida.

Os frutos virao… Assim como outras sementes… Me aguarde.

Read Full Post »

… Mas nao foi nem perto daqui.

Foi numa regiao chamada Abruzzo. O epicentro foi sob a cidade de Aquila e seus municipios.
Clicando aqui voce ve o ponto vermelho que é Aquila, e Catania, onde eu moro, fica na Sicilia que é a grande Ilha que se ve abaixo, fora da “bota”.

sat_italia

No dia 22 de março desse ano, ou seja, alguns dias atràs, essa mesma cidade sentiu uns leves tremores de terra (magnitude 2.3).  Entao… todo mundo se apavorou, pirou, pediu ajuda dos universitarios e tudo, pra saber o que fazer: sair de casa por precauçao? Ou ficar? Bom, os (i)responsàveis do governo mandaram todos ficarem belos, tranquilos e em casa, com todas as explicaçoes cientificas possiveis, afirmando categoricamente que nao era nada perigoso. Os registros mostravam tremores desde janeiro, e cada vez mais fortes, mas ninguem disse nada à populaçao. Na verdade, dizem, sim. Dizem que nao se pode prever um terremoto e qualquer pessoa que disser o contrario é processada por alarmismo.

Deu no que deu.

Nesse ultimo domingo – 05 de abril – por volta de meia noite, a populaçao de Aquila sentiu o primeiro grande tremor de terra e por volta de 3:30 da madrugada o golpe que destruiu tudo (magnitude 5.8). Ainda agora se sentem dezenas de tremores, em toda a regiao, que destruiram completamente  a pequena cidade de Onna, e hoje ainda, por volta de 19:45, um novo forte tremor (magnitude 5.3) que foi sentido também na regiao vizinha, de Lazio, em Roma, provocando alguns desabamentos.

Somente em L’Aquila até esse momento:

Jà sao 235 vitimas oficiais.

17 dessas ainda nao identificadas.

15 pessoas ainda desaparecidas.

1500 pessoas feridas dos escombros.

Mais de SETENTA MIL pessoas desabrigadas.

Os danos ao patrimonio històrico sao incalculàveis.

Read Full Post »

Eco-lògica

Bom, se voce ainda nao sabe eu vou te contar: jà começou a era da àgua. O que isso significa? Significa que nao serà mais por causa dos poços de petroleo que o mundo vai brigar, mas por cada pedacinho de terra que tenha os maiores recursos hidricos do planeta. O petròleo move a industria, as maquinas e o progresso… E a àgua? Move os seres humanos!!

Num paìs como o Brasil, onde a azulzinha é limpida e abundante, isso parece brincadeira de criança. Jà do lado de cà, do velho mundo, onde os caras usaram e abusaram do que nao é de ninguem mas é da humanidade, qualquer litrinho de àgua mineral vagabunda jà custa em média 0,15 centavos  de euro! Se pra sobrevivermos nesse mundinho-de-meu-deus nos ensinam que devemos beber AO MENOS dois litros de àgua por dia, faz aì as contas da encrenca: Sao 108 euros e 720 garrafas plasticas jogadas no lixo por ano! Dòi no bolso e na consciencia também.

Nao é por que sobra no Brasil e falta de cà que nao devemos TODOS aprender a economizar àgua. Vamos cair na real? Nao é uma questao de ecologia, é sobrevivencia, mesmo!! No fim das contas aquela història de que o bater de asas de uma borboleta numa parte extrema do planeta influencia as marés de uma outra parte, nao me parece assim tao absurda.

economiadeagua

 

A dica da tabela de economia de àgua eu tirei do blog Favoritos.

A tabela original voce encontra aqui.

Read Full Post »

Ontem foi meu onomástico, ou seja o dia de uma santa que tem o mesmo nome que eu.

Santa Luísa de Marillac (1591-1660)

 SantaLuisadiMarillac

A Santa que lembramos no dia 15 de março nasceu em Paris em 1591 com o nome de Luísa. Recebeu ótima formação humana e cristã e casou-se com Antônio, tendo na vida uma só criança. Depois de um certo tempo Antônio morreu, mas em Luísa em Deus conseguiu superar. Santa Luísa muito religiosa começou a fazer direção espiritual com São Vicente de Paulo, que percebendo o coração de Luísa envolveu nas confrarias de caridade. A Santa se identificou e assumiu com tanto amor a obra de caridade para com os doentes e pobres que não demorou em tomar a frente e mais tarde ser a escolhido do Espírito Santo para fundar em 1634 a Congregação das Irmãs da Caridade. O lema desta Congregação era o clamor de S. Paulo: A caridade de Cristo me impele”. Mesmo nos tempos mais difíceis Santa Luísa viveu o carisma com suas irmãs que iam crescendo em número e santidade. Durante uma peste que arruinou com Paris Santa Luísa chegou a atender todas as classes sociais já que na sua espiritualidade encarnada via e servia Cristo no pobre. Entrou no céu com 70 anos, depois de se consumir pela caridade.

Confesso que ninguém se lembrou. Nem eu.

Voce pode procurar o santo com o seu nome no site:

http://www.paginaoriente.com/santosdaigreja/santosdata.htm

Ou ainda aqui: http://www.nomix.it/onomresult.php

Dia 07/11 é o onomàstico do marido Ernesto: Sant’ Ernesto di Zwiefalten.

Read Full Post »

Seleçao Natural

Eu mesma nunca fui capaz de saber exatamente o que o feminismo é: apenas sei que as pessoas me chamam de feminista toda vez que expresso sentimentos que me diferenciam de um capacho de porta, ou de uma prostituta.

 

– Rebecca West –

Read Full Post »

O abre-bolsa

A Denise do blog Sindrome de Estocolmo começou uma brincadeira interessante e perguntou o que é que as leitoras tinham nas suas respectivas bolsas. A brincadeira é mostrar, meeesmo a nossa bolsa do dia-a-dia. Confesso que a idéia me provoca um ligeiro desconforto, quase como se eu me mostrasse semi-nuda. Mas… como eu adoro me tirar da zona de conforto, resolvi aderir. Eu sou dessas neuroticas que quando acontece de calçar uma meia com um furinho no dedo ou no calcanhar pensa logo: ai meu deus e se me acontecer de eu ter que tirar o sapato? E se eu torço o pé? Seilà! Fico na paranòia !! Sabe quando cai um pingo de molho na blusa, no restaurante? Eu nao tiro mais a mao de cima!!! Juro que tenho horror dessas coisas!!

Bom, limpei a bolsa primeiro, claro. Joguei um quilo de papel acumulado fora e fiz tudo bonitinho: foto e legenda. E aì està.

bolsa_20091

 

1- A bolsa é simples e nao tem pedigree, como a grande maioria das minhas coisas, e eu nao ligo muito pra isso. Me importa o tamanho dela – enooorme como eu gosto – e o fato dela ser preta e ter detalhes em couro liso e couro envernizado. Pràtica e combina com tudo. Comprei numa loja de departamentos  grande daqui, que nao me lembro agora o nome.

2- Tenho um saquinho plastico com meu passaporte, a certidao de casamento e o permesso de soggiorno, os meus documentos validos aqui, que mantenho assim, fora da carteira, à mao, num compartimento interno com ziper, pois me pedem muitas vezes, entao jà fica facil. Nao achei ainda alguma carteira porta-documentos que eu goste, mas estou à caça.

3- Aqui, nos semaforos, tem gente que limpa os vidros do carro ou vende pacotinhos de lenços de papel pra ganhar uns trocados. Eu compro pra ajudar, quando posso. E entao, tenho sempre um pacotinho na bolsa.

4- Meu celular e um saquinho de silica que mantenho junto com ele num bolso interno da grande bolsa.

5- Essa é uma necessaire que eu adoro. E’ feita com uma malha acrilica transparente e contém o que eu chamo de kit sobrevivencia na selva. Nesse kit tem: um gancho pra pendurar a grande bolsa na mesa do bar ou do restaurante, mini-làpis, mini-caneta, um elastico, um isqueiro, uma lente de aumento, um porta-pilulas, um envelope de analgesico efervecente e mais um saquinho de silica.

6- Um pente-espelho beeeeem vira-lata desses de camelo ou de feira.

7- Chaves de casa e do carro.

8- Um bloquinho de anotaçoes e uma caneta.

9- Uma agenda de telefones e endereços de PAPEL, porque eu NAO confio em agenda eletronica. Detalhe: laranja.

10- Um mini-dicionàrio italiano/portugues.

11- Meus oculos escuros, minha unica fidelidade de marca: Ray Ban. Sempre.

12- No inverno, carrego a dupla luvas de dedinhos e gorro para me proteger de qualquer rajada de vento mais gelada que possa me pegar de surpresa.

13- Minha carteira, porta moedas e porta cartoes. Tudo junto, ao mesmo tempo e…. laranja. 🙂

14- Minha “pequena” maquina fotografica Fujifilm semi-pro e seu “mini” case, que tem dentro ainda um paninho especial pra limpar a lente, 4 pilhas extras, pendrive de transferimento de dados e um card de memoria extra.

 

Como diria Janis Joplin: – That’s it! Hehehehehe..

Read Full Post »

bcO que seria de mim se nao fosse a net?

O que seria de mim sem os curiosos olhos que me guardam sem me ver me mantendo a espinha ereta, a mente esperta e o coraçao tranquilo? O que seria de mim sem os amigos-presentes e seus abraços virtuais ou sem os beijos de minha familia via webcam? O que seria de mim sem a força de palavras de esperança nos momentos dificeis?

Além de tudo o que recebo, de todas as baterias que recarrego com as palavras depositadas aqui, meu mundo é ainda mais admiràvel, porque eu posso compartilhà-lo com voce. Pra começar eu nem estaria aqui na Italia se nao fosse um e-mail de meu amado marido Ernesto, na época um ilustre desconhecido, que me achou “por acaso” no Yahoo. Qualquer dia eu conto esse causo que juntou, sonhos iguais e  nacionalidades diferentes. Nada é por acaso, é verdade, mas nem a magia do destino, ou de almas gemeas, sei là, seria possivel sem esse maravilhoso mundo da rede mundial.

Desconheço hoje meio mais dinamico, popular, rico ou democratico. E pela primeira vez na minha vida faço parte de algum tipo de parcela de privilegiados  em absoluto, ou de alguma minoria, se preferir assim. Somos cerca de um bilhao de pessoas no mundo com acesso à internet, mas apesar desse numero parecer grande, ainda restam 80% da populaçao mundial sem acesso a grande rede.

Especialistas estimam que, no primeiro semestre de 2009, metade da populaçao brasileira, ou seja, mais de 90 milhoes de indivíduos, terao de alguma maneira acesso à internet, seja em casa, no trabalho, no celular, seja em locais públicos. A cada ano, a conscientizaçao de que expandir esse acesso é sinonimo de inclusao social, cresce, e muito se tem feito. Mas ainda é pouco.

Todo dia eu rezo e junto com minhas energias positivas emanadas para esse universo, tem o meu desejo e a minha projeçao de que um dia seremos todos um, realmente TODOS-um, com livre acesso à informaçao, à cultura, aos direitos humanos à liberdade de expressao, à saùde e à internet. 

VIVA A MODERNIDADE!

 

bc1

 

 

O tema do texto de hoje foi uma proposta feita pelo blog ESTERANçA da Ester e se voce clicar no selo vai ler mais opinioes sobre o assunto e conhecer mais pessoas que me fazem sentir parte de alguma coisa muito maior do que apenas o meu mundinho.

Read Full Post »

G.B.B.E.

baleia_dieta

Read Full Post »

Dias melhores pra sempre

Dias dificeis, folks! To num bode, sabe? Xebrebréu, como diria a minha amiga Veris.

Nesses dias assim sò os instantes que capto com minha camera é que me preenchem o vazio que ecoa aqui no peito. To botando a maior fé na primavera que vem chegando.

Entao… Xo baixo astral!

Flor de Amendoeira2assoro-e-mandorli-013c

Read Full Post »

Meu vizinho é um vulcão

2009_03_01_etna-00922009_03_01_etna-00812009_03_01_etna-0072009_03_01_etna-0062009_03_01_etna-0052009_03_01_etna-004

Etna – março/2009

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Parafraseando Zé-Soledade*

Mais um carnaval que passou…

Sem pierrot  ou colombina

No meio da multidao.

Nao me leve a mal.

Vê, hà esperança ainda.

 

Amendoeira em flor - By LuLu na Italia ©

Amendoeira em flor - By LuLu na Italia ©

Por onde nos vamos indo

Nenhuma mascara negra

Vejo um novo ceu se abrindo.

Quanto riso, 

Oh quanta alegria.

Vê, como é bonita a vida?

Vê, estao voltando as flores!!

 

* Mistura de frases de “Mascara Negra” de Zé Keti e “Estao Voltando as Flores” de Paulo Soledade

Read Full Post »

Continuando a retrospectiva do ultimo ano…

Mamae_ErnestoOGNINA – No finzinho de agosto minha mae veio do Brasil me visitar. Nem preciso dizer que foram tantas emoçoes, nè? Ela pirou o cabeçao de tanto que curtiu o velho mundo. Mal peguei mamae no aeroporto e jà fomos dar um passeio pela orla, na cidadezinha de Ognina. De cara ela ficou impressionada com a linda e maravilhosa cor azul do mar Mediterraneo.  E’ mesmo de babar, viu? Pra quem no Brasil morava a mais de 1.500 Km de distancia do mar, morar numa ilha e pertinho do litoral jà é um deslumbre. E sabemos bem aproveitar esse privilégio.

Familia_EtnaETNA – Minha mae é uma senhora, jà beeeem senhora que apesar dos cabelos brancos, que ela insiste em nao pintar, é bastante enxuta e fortona para os seus 75 anos maravilhosamente vividos. A véia (como eu carinhosamente a chamo) além de vir conferir o mundo novo da filhinha e abençoar o nosso lar, tinha um grande sonho para realizar aqui: conhecer o vulcao Etna – meu vizinho. No telefone antes de vir ela sò falava nisso. Jà tinha virado até piada que na verdade ela nao tava nem aì pra mim, que o que queria mesmo era ver o tal vulcao! Hehehehe! E tinha que ver lava! O passeio de subida é sempre maravilhoso, mesmo que jà tenha feito varias vezes. Meus sogros foram junto pra prestigiar o momento e depois almoçamos no restaurante tradicional que fica bem na base do vulcao. Minha mae adorou, mas jà soltou esses dias ao telefone que da proxima vez que vier tem que ver o Etna de novo, sò que com neve! 🙂

AcicastelloCASTELOS– Como boa rainha que é mamae teve todos os seus sonhos e desejos devidamente   satisfeitos  e ainda de Castello di Lombardiaquebra conheceu mais ruinas historicas e alguns castelos pra depois poder contar pra sua netinha (minha sobrinha Brunequinha) que é uma princesa. Visitamos Acicastelo e seu Castello Normanno, depois fomos visitar o Castello Ursino que fica no centrinho de Catania e por ultimo viajamos pra conhecer o Castello di Lombardia em Enna.

Fontana di TreviROMA – No meu aniversario, em setembro, minha mae me presenteou com uma viagem à Roma e, entao, fomos nos tres passar uma semana na internacionalmente  conhecida como “A Cidade Eterna”. Foi delicioso rever alguns dos pontos turisticos mais famosos do mundo junto com ela. Até porque nao cansa nunca (re)visitar  a Fontana di Trevi, a Piazza di Spagna, o Pantheon, Coliseuo rio Tevere, o Colosseu, o Forum Romano, o Arco di Constantino, o museu do Vaticano, a Piazza San Pietro, a Capela Sistina, a Bocca della Verità, a Piazza Navona, a Via Condotti, a Piazza Italia, a Ilha Tiberina, os aquedutos, o Castello di Sant’Angelo, a Via Appia, as termas, a Santa Scala, o Palacio Imperial, as igrejas, as fontes, as praças, os obeliscos …

Read Full Post »

Eu acredito em renascimento. Acredito em muitas vidas. Acredito que nesse ultimo ano comecei a trilhar uma nova estrada, de uma maneira tao distinta que posso dizer que estou recomeçando uma nova vida. Mas apesar de tanta coisa diferente, tem uma que é sempre igual: o imenso amor que sinto pelas palavras.

selofinal_blogagem-coletiva

 

O livro da minha vida

662665

No dia de nosso matrimonio a irma do marido Ernesto, Milena, nos presenteou com um livro que simboliza tudo o que vivi e tenho vivido. O livro, de Brian Weiss, Molte Vite, Un Solo Amore (Muitas Vidas, Um sò amor) é a historia de um medico psiquiatra que afirma ter provas de que exista  a reencarnaçao, através dos relatos de varios de seus pacientes em transe hipnotico.

O livro tem como personagens principais Elisabeth, uma norte americana que depois de uma historia de amor inadequada é lançada na estrada da depressao, e Pedro, um bem sucedido jovem mexicano marcado pela morte de um ente querido e depois por uma indecisa relaçao com uma mulher casada. Os dois sao pacientes do doutor Weiss e nao se conhecem, mas o doutor, que por haver escutado historias de suas vidas passadas, percebe que eles se amaram em uma vida anterior e que parecem destinados a se reunirem novamente nessa vida atual.

O livro conta a historia de um casal de nacionalidades, trajetorias e mundos completamente diversos mas que, como almas gemeas, se encontram e se unem de uma maneira muito especial.

Quando lhe consentimos de fluir livremente,

o amor supera qualquer obstaculo.

– Brian Weiss –

 

Nada é por acaso.

Read Full Post »

Essa semana estou completando um ano de Italia! Resolvi contar um pouco do que foi esse primeiro periodo aqui. Quero mostrar alguma coisa do que vi, do que ouvi, do que li… do que vivi.

Começo, entao, com a retrospectiva das cidades que visitei. Um pedacinho de cada lugar, mais ou menos uma por mes, sò pra dar um gostinho. Se quiser saber mais sobre alguma delas me pergunta que eu conto mais depois, ok?

Torre de BelémLISBOA – Nos casamos no comecinho de fevereiro e viajamos em seguida de lua-de-mel para Lisboa.  Tava um frio desgraçado e eu sofri, viu? Mas passamos momentos deliciosos e foi tao gostoso passear pela cidade e conhecer um pouco dos antepassados do meu paìs. O mais engraçado era estar na Europa e falar portugues! Hehehehe… Nossa lingua é realmente uma boa mae. Graças a ela me sentia confortavel e segura no primeiro contato com o mundo novo.

Catedral de Catania

Catedral de Catania

CATANIA – A cidade que me acolheu. A terra do marido Ernesto, na ilha, na Sicilia. Um lugar especial que tem sua vida marcada por terremotos e erupçoes do vulcao Etna… E’, eu tenho um vulcao como vizinho… Mas nao é ele que me mete medo, e sim o frio. Tà, sou muito friorenta  e ainda peguei, de cara, uma sinusite e uma conjuntivite, duas chatices que me obrigaram a ficar mais quietinha e ir me adaptando aos poucos. O primeiro dia de sol e consequentemente de liberdade foi em março e aproveitamos para um passeio no centro historico.

Paisagem de Agira

Paisagem de Agira

AGIRA – Em abril o marido Ernesto começa a trabalhar numa cidade da regiao central da Sicilia. Fizemos, entao nossa primeira viagenzinha com o objetivo de mapear as estradas de acesso e conhecer o posto onde ele trabalharia de guardia médica. A cidadezinha, tipica de regiao de montanha,  pequenininha, acolhedora e simpatica nos brindou jà desde a estrada com uma paisagem de inicio de primavera, prados verdes e muitas flores. Parecia uma pintura! Uma beleza!

Castelo de Sperlinga

Castelo de Sperlinga

SPERLINGA – Em junho fomos conhecer Sperlinga que é uma comuna italiana da regiao central da Sicília, província de Enna, com cerca de 963 habitantes. Pequeninissima estende-se por uma área de 58 km2. (Fonte: Wikipedia). Sua maior atraçao è um raro exemplo de castelo rupestre, em parte escavado na rocha, provavelmente no periodo anterior aos Siculos (povos originarios da Sicilia, pre-greos – XII-VIII seculo a.C.), em parte costruido sobre a mesma rocha, entorno ao ano 1000. E’ um castelo muitissimo bem conservado, dentre os que eu jà vi, um dos mais  preservados e ainda foi totalmente restaurado hà uns 20 anos atràs. De cima do castelo temos a visao panoramica de 360° do centro da ilha. De tirar o folego!

Mosaicos em Villa del Casale

Mosaicos em Villa del Casale

ENNA  – Em julho, jà em pleno verao, fizemos muitas viagens. A maior parte dos passeios foi na Sicilia central,  com seus castelos,  torres e sitios arqueologicos diversos. Num fim de semana aproveitamos e visitamos, no centro da cidade de Enna a Torre de Federico, o Castelo di Lombardia e depois pegamos a estrada e fomos conhecer ainda o internacionalmente famoso sitio arqueologico de Piazza Armerina , a Villa del Casale, com os mais bem preservados exemplares de mosaicos romanos (do IV seculo d.C.), distribuidos numa àrea de mais de 3.500 m2., reconhecidos como patrimonio historico da humanidade pela Unesco.

Roccalumera e a bòia rosa

Roccalumera e a bòia rosa

PRAIAS – Em julho, ainda, o calor pega! Mas dessa vez, ao contrario do frio, nao tive nada do que reclamar, foi sò alegria! A bola da vez foram as praias. Como estamos numa ilha, voces podem imaginar, o que nao falta é litoral pra conhecer. Teve Marina di Cottone, Letojanni, Santa Maria La Scala, Giardini Naxos, Roccalumera, Brucoli… Sò pra citar a parte oriental da ilha. Teve passeio de uma manha, de um dia inteiro, de fim de semana, de alguns dias, com amigos, com a familia e ao meu lado o marido Ernesto….  além da minha bòia rosa. E’, eu me aventuro em qualquer aguinha, pocinho, lago, rio, mar ou até poça de chuva… mas sempre com minha fiel companheira.  Se eu sei nadar? Sei, mas me apeguei a essa amiga inflavel num periodo dificil da minha vida e hoje, mesmo nao precisando mais dela, nao abro mao do conforto e da alegria que ela me proporciona. Ah! Jà aviso logo: nao dou, nao vendo e nao empresto!

Bom, por hoje paro por aqui. Amanha mudo o tema e continuo com a retrospectiva  falando das coisas que eu li nesse ultimo ano. Lembrando que amanha é dia da blogagem coletiva proposta pelo blog Fio de Ariadne e o tema é O livro da minha vida, ao invés de contar sobre o livro que marcou a minha “antiga” vida, resolvi falar dos livros representativos desse periodo da minha “nova” vida… desse admiravel mundo novo da LuLu.

Read Full Post »

Ano UM!

ano_um_casamento1ano-um1ano_um_2009

O que vale na vida nao é o ponto de partida e sim a caminhada.

Caminhando e semeando, no fim teremos sempre o que colher.

Read Full Post »

UM ano!!!

_mg_0081

Read Full Post »

Festa de Sant’Agata

Read Full Post »

Viva Sant’Agata

Cittadini, siamo tutti devoti tutti!!!

Sant'Agata

Read Full Post »

renatinha_posse_Itamaraty_jan_2009

“O sucesso é uma viagem, uma jornada e não um destino.”
-Arthur Robert Ashe, Jr-

Fui uma das primeiras pessoas da familia a te pegar no colo assim que voce nasceu e nunca vou me esquecer do quanto voce me transmitia serenidade. Aquele pacotinho de gente, de cabelinho arruivado e narizinho arrebitado, tao rosinha. Te amei muito e desde o primeiro instante como a uma irmazinha, com um sentimento de pura ternura desses que a vida nao explica de maneira racional, entende? Me vem um desejo forte de estar aì hoje pra te abraçar, te pegar no colo, pra compartilhar esse momento com voce… No mesmo instante me lembro que na verdade eu estou também aì com voce pois somos todos um.

Minha piminha linda, que nessa estrada que voce apenas começou a trilhar tenha muita luz e muita vida a te acompanhar. Que a luz nao te cegue jamais, meu amorzinho, mas sim ilumine o caminho e te ajude a prosseguir sempre tranquila e segura, na certeza de que nada é impossivel para  aqueles que acreditam.

Te amo.

Read Full Post »

Neve

 mosaico_neve_21

Read Full Post »

Realizando sonhos

Domingo vi neve pela primeira vez e foi um dos dias mais emocionantes da minha vida. Aliàs, nesses ultimos dois anos, é bem dificil dizer um dia que nao tenha alguma emoçao. Sabe passeio de bugue nas dunas do nordeste brasileiro, quando o motorista, com cara de sàdico, pergunta na crista da duna: com ou sem emoçao? Poisé, aqui nao tem a opçao “sem”. A começar pelo dia do nosso casamento, por exemplo, que teve tanta coisa memoràvel, mas eu juro de pé junto que eu nunca tinha sonhado em me casar com um italiano,  muito menos em vir morar num outro paìs, entao foi tudo surpresa, emoçao, mas nao foi realizaçao. Jà com a neve eu sonho hà anos!!… Ai!.. Meu coraçao jà começou a acelerar sò de lembrar.

Pra eu me sentir verdadeiramente realizada com algum sonho nao é coisa fàcil, sabe? Sou uma virginiana tipica, critica, xexelenta, manipuladora, exigente, cheia de nuances, detalhezinhos e particulares bem dificeis de atingir, o que me faz quase sempre me frustrar com alguma coisa, portanto quando eu classifico um dia como “dia de sonho” acho que dà pra voce imaginar o quao perfeito deva ter sido. E foi.

Do momento em que acordamos e vimos um céu milagrosamente azul, depois de dias de MUITA chuva, o que nos possibilitaria subir a estrada para a montanha do vulcao Etna, a minha intuiçao jà me dizia: ah LuLu, hoje voce vai ver neve!

Dia lindo, entao decidimos pegar a estrada. Vesti tantas camadas de roupas quanto um esquimò, acho. Sò de meias foram quatro: uma meia calça de lã normal, uma meia calça de lã grossa, uma meia calça especial para inverno rigoroso que minha mae mandou do Brasil e por cima de tudo um meião de la até o joelho. Teve ainda o Jeans e o coturno, e na parte de cima mais umas tres camadas além de um pulover e pra finalizar um casaco especial para o inverno. Na cabeça um gorro de lã que cobria as orelhas, por cima um outro impermeavel e tinha também o capuz do casaco. Ah!.. E de acessorios foram também duas luvas, uma normal de lan por baixo, uma especial pra neve por cima e dois cachecòis. Pronto.

Na estrada, de fora do carro se percebia o vento frio. O céu, que da janela de casa parecia todo limpo, começou a formar umas nuvens pretas e a embaçar com a neblina, à medida que subìamos a montanha. O marido Ernesto tinha imaginado jà que nao daria pra atingir o pézinho do vulcao bem no alto, entao a idéia era subir o màximo que desse,  e assim fomos. A uma certa altura, com o mal tempo, a fila de carros que ia à nossa frente começou a fazer o retorno e nòs, sem nos dizermos nada, nos olhamos e decidimos continuar mais um pouco. Iamos a uns 40km por hora de tanta neblina e, aquela altura, quase jà nao dava pra ver mais nada. Dos dois lados do caminho tinha vestigios de neve do dia anterior, mas nao nevava. Chegamos até onde a policia fazia uma barreira, porque seria perigoso prosseguir, e alì mesmo estacionamos.

Eramos os unicos. Até entao, com a visibilidade baixa, todos estavam voltando. O que fazer? Iriamos descer do carro, ver a neve em volta da estrada, fazer fotos e ir embora…? Nao podia ser!  Ficamos uns minutos parados, com a respiraçao curta, olhando a paisagem em volta. Nao dissemos nada, nem nos movemos, sem saber o que fazer. Eu nao sei explicar o porque, mas sentia que nao tinha acabado alì, e…  entao… caiu… o primeiro floco de neve.

O resto?… O resto é història.

Neve

To chorando agora, como chorei no dia.

Read Full Post »

Sumiço da LuLu

TV_cama_2NutellaMah_JongDepreTV_cama

– Compulsao por doces exageradamente doces

– Compulsao por jogos de computador solitarios tipo Mah Jong

– Nervos à flor da pele e choros sem motivo

– Inércia, mau-humor e caos mental

– Assistir TV na cama por horas à fio…

Diagnostico do (coitado) marido-Ernesto-vitima-preferida-medico-particular:

A tal…  Cara_do_marido de T.P.M.

Read Full Post »

Protesto a Napolis

Riccardo Siano

Foto: Riccardo Siano

Em Napolis, as fontes dos jardins da piazza Municipio, a fonte da alcachofra na Piazza Trieste e Trento e a fonte TAtafiore na rua Scarlatti, no Vomero, foram coloridas de vermelho. Dentro delas boiam dezenas de folhetinhos assinados Cuib Napoli, uma sigla que se refere a alguns circulos de extrema direita. Nos folhetos da fonte da piazza Municipio aparece ainda uma cruz celta e o texto:

27 dicembre 2008-18 gennaio 2009, Palestina Operazione “Piombo fuso“. 1203 morti, 5300 feriti. Il mondo è rimasto a guardare sull’orlo della fossa seduto.

 

27 dezembro 2008 – 18 janeiro 2009, Palestina Operaçao  “Chumbo Fundido”. 1203 mortos, 5.300 feridos. O mundo  permaneceu  a olhar na borda da vala,  sentado.

Fonte: La Repubblica.it

A Operaçao “Chumbo Fundido” (em lingua hebraica: מבצע עופרת יצוקה; também chamada, incorretamente, de Operaçao “Chumbo Grosso”) é uma grande operação militar das Forças de Defesa de Israel, realizada na Faixa de Gaza, à partir do dia 27 de dezembro de 2008, sexto dia da festa judaica de Hanucá. Em lugar destes nomes, a maioria do mundo árabe utiliza o termo Massacre de Gaza (em língua árabe: مجزرة غزة) para descrever os acontecimentos.

A ação militar israelense ocorreu dias após o fim de um acordo de cessar-fogo, que vigorou por seis meses, firmado entre o governo de Israel e representantes do Hamas, partido majoritário no Conselho Legislativo da Palestina e que controla a Faixa de Gaza. Como Israel não suspendeu o bloqueio à Faixa de Gaza e não cessou os ataques ao território palestino, militantes do Hamas anunciaram o encerramento oficial da trégua de hostilidades com Israel e passaram a lançar foguetes e morteiros em direção ao sul do território israelense. Dias depois do anúncio que resultou no fim da trégua, o grupo palestino ofereceu uma proposta para renová-la. Em 27 de dezembro de 2008, as Forças de Defesa de Israel iniciaram as operações militares, com o objetivo oficial de interromper os ataques de foguetes contra o território israelense.

Foi a ação militar mais intensa contra um território palestino desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. No primeiro dia da ofensiva militar, a força aérea israelense lançou mais de cem bombas em um intervalo de quatro minutos, incluindo bases, escritórios e campos de treinamento do Hamas nas principais cidades da Faixa de Gaza, entre as quais Cidade de Gaza, Beit Hanoun, Khan Younis e Rafah. Também foram alvos de ataques a infraestrutura  civil, incluindo casas, escolas e mesquitas; Israel disse que destes locais são disparados muitos dos foguetes palestinos ou servem para esconder munição, e portanto não seria alvos civis.

A marinha israelense também bombardeou alvos e reforçou seu bloqueio naval à Faixa de Gaza, resultando em um incidente com uma embarcação civil. Militantes do Hamas intensificaram os ataques de foguetes e morteiros em direção ao sul de Israel, atingindo cidades como Beersheba e Ashdod.

Na noite do dia 3 de janeiro, começou a ofensiva por terra, com tropas e tanques israelenses entrando no território palestino.

No dia 17 de janeiro, o primeiro-ministro israelense Ehud Olmert anunciou uma trégua unilateral a partir da madrugada do dia seguinte. O movimento Hamas também anunciou um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza de seus militantes e grupos aliados. O representante do grupo, Ayman Taha, afirmou que a trégua valerá por uma semana para que os israelenses possam retirar suas tropas da região. O Exército de Israel declarou que retiraria suas tropas da Faixa de Gaza até a posse de Barack Obama na presidência dos Estados Unidos da América, no dia 20 de janeiro.

Fonte: Wikipedia

Read Full Post »

pacote_Brasil

Demorou (MUITO!) mas chegou o pacote que a mamae mandou com roupinhas de frio, presentinhos, bombom Sonho de Valsa, geleia de goiaba, doce de leite, fubà mimoso, polvilho azedo… hummmmm. Jà me empolguei e logo logo vou fazer pao-de-queijo.

GuaranàPra completar a felicidade, descobrimos, no centro da cidade, uma especie de empòrio de produtos internacionais e “etnicos” que vende de tudo um pouco do mundo inteiro, e là encontramos, leite de coco, àgua de coco, suco de maracujà e  GUARANA ANTARTICA!!!!!

Read Full Post »

Inverno

Sopa_LentilhaDia_amareloEtna

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Inverno

LuLu na Italia ©

Foto: LuLu na Italia ©

A nova estaçao começou oficialmente no dia 21 de dezembro, com o solsticio de inverno, que é o dia em que o sol està mais longe da Terra e também é o dia mais frio e mais curto do ano para quem està no hemisfério Norte.

O sol nasce, nesse dia, aproximadamente às 7:30 e se poe às 16:30. Isso mesmo, nessa época do ano, às cinco horas da tarde aqui jà é noite. Dà pra imaginar um dia com apenas 8 horas de sol? Poisé e ainda por cima nao é aquela Brastemp de sol, nao, aqui, por exemplo, tem chovido.. e chovido… e chovido.. por dias e dias à fio, sem tregua, sem balsamo, sem direito a choro e ranger de dentes.

No norte da Italia em algumas cidades a temperatura chegou a 30 graus negativos e, na maioria da regiao, a constante sao tempestades de chuva, nevascas de matar cristao, neblina, estradas interditadas e cidades inteiras isoladas.  Nao sei se voce sabe que a neve se forma nas camadas mais altas das nuvens, quando a temperatura la em cima esta muito abaixo de zero. Isso é comum em grandes altitudes, mas nem sempre a neve chega ao chao, pois à medida que os flocos se aproximam do solo e a temperatura aumenta eles derretem. Um tipo de neve, chamada umida, surge entre os zero e 5 graus negativos,  e outro tipo, a neve molhada, cai entre o zero e 1 grau negativo. Aqui onde moro, uma das regioes mais quentes da Italia, que seria como o nordeste brasileiro em relaçao ao Brasil, a minima tem girado em torno de 6 graus positivos, imagine. Bom pra mim, que sofro demais com o frio, ainda estou me adaptando, e por isso nem consigo me imaginar vivendo no norte, abaixo de zero. Cruiz credo! Mas… consequentemente, nao tem neve. Merda.

Read Full Post »

Reconstituiçao

O anjo, a menininha, o marido, o remelentinho, o burro, pastores, reis, cabras, ovelhas, vaca, patos, marrecos, porcos, cachorro, papagaio, periquito …

anjoanjo2presepio3Presepio

pastorPresepio2Presepio4

O velhinho

velhinhovelhinho2velhinho3velhinho4velhinho5

A arvore com as bolas penduradas

arvore1arvore2arvore3

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

A felicidade sò é verdadeira quando compartilhada.

– Christopher McCandless –

Independente da minha mania de nao fazer balanços, nem resoluçoes pessoais nessa época somente por ser o “fim” do ano do calendario Gregoriano, quero aproveitar o clima de recomeço para homenagear a voce que me acompanha, que me le periodicamente ou que caiu aqui por acaso. Estou me referindo a voce que me conhece intimamente,  pessoalmente, de  passagem, ou somente virtualmente, enfim, voce que està lendo agora.

Desejo a voce o melhor que se possa desejar: uma vida plena de luz. Uma vida plena, com emoçao, descobertas, novidades, mas também com paz, tranquilidade e quietude. Espero que voce tenha oportunidades ricas para tentar o que quer que seja, ousar, quem sabe se machucar, quem sabe triunfar  e seguir adiante. Te desejo força pra superar, suportar, refletir, discernir e dialogar. Estarei aqui pra te ouvir, se precisar… mesmo que eu pareça distante fisicamente… 

Quero que voce saiba que valorizo muito a sua presença na minha vida. Do fundo do meu ser sinto que nossos laços tem um nò bonito e apertado, feito com fita laranja bem alegre e, sendo assim, desejo que sejam eternos. 

Com amor.

LuLu.

LuLu

Read Full Post »

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

 

No fim

tudo dá certo,

se não deu certo

é porque ainda não chegou ao fim.

– Fernando Sabino –

Read Full Post »

Feliz Aniversàrio, Bruna.

bruneca_e_o_céu

Brunequinha linda. Coisa maisi linda do meu coraçao. Com os olhinhos  amendoados mais lindos, as covinhas mais fofas, a risadinha mais gostosa desse mundo, o cabelo amarelinho macio, o cheirinho de morango… hummmm… Que saudade!

A titia te ama tanto, mas tanto, que fica assim, boba, quando é pra escrever pra voce, sabia? Mas, mesmo emocionada,  a titia quer que voce saiba que onde quer que estejamos, perto ou longe, voce mora dentro do meu coraçao. Pra sempre.

Nesse dia especial, Bruneca, o dia de seu aniversàrio, o primeiro que passamos separadas, quero que voce abra os olhos, olhe pro céu e repare na beleza que é. Ta vendo? Repare bem nas nuvens que nao cansam de formar desenhos de algodao, na luz do sol fortona, no azul clarinho… Essa beleza imensa que voce està vendo, princesinha, reflete todo o amor que està dentro de mim. Sinta o amor da titia, como um quentinho gostoso, dentro do seu coraçao. Està sentindo?

Agora feche os olhos e imagine o rosto da titia. Imagine a titia Luiza de cabelo enroladinho, os olinhos verdes sorridentes, vestida num pijama azul, sentada na frente do computador da sala dela escrevendo pra voce… Imaginou?  Isso…. Muito bem.. Agora, ainda de olhos fechados, se imagine voando nesse céu lindo que voce estava vendo! Imagine que voce, bem levinha, voa tranquila e devagarzinho vai voando e vendo passar as casas  lààààà embaixo… vao passando as cidades… e voce continua voando.. vai passando o mar… vao chegando outras cidades… voce vai chegando perto da casa da titia… voando.. voando… até voce chegar aqui.

Isso, voa meu amorzinho, voa… Voa pra pertinho de mim, vem!! Te espero pra te espremer beeeeem apertado e te encher de beijinhos. Vem, meu amorzinho! Vem!

Read Full Post »

Ar-vores

BouganvilleAcirealePzza. Sta. Maria di GesùAbete

Em casa

Read Full Post »

Causas da obesidade

Mais matérias para as gordinhas em reeducaçao alimentar. Na verdade o texto que encontrei apresenta algumas razoes, além de comer muito e gastar poucas calorias, para a obesidade.

Obesidade Curiosa

 Pequenas ações cotidianas, ser fruto de uma gestação madura, e ainda ter pais gordinhos são algumas das novas descobertas para as pessoas que sofrem com a balança.


Foto: Ilustrativa

Ao longo dos anos fomos levados a acreditar que os problemas com o peso estão ligados a dois fatores: contagem de calorias e força mental. Mas, lendo o livro do doutor Oz, consigo perceber que o verdadeiro problema vai além: a maioria das pessoas sabe tanto sobre o próprio corpo, sobre o funcionamento do seu organismo, quanto sabe sobre um carro – conhecem as partes principais e têm noção de como funciona – mas se for olhar de perto, ou quando dá algum defeito, precisam de ajuda, e na maioria das vezes esse defeito acontece por causa da má manutenção.

Não adianta torcer o nariz e parar de ler por aqui. Acredite, você não conhece seu corpo, não sabe o que te faz bem ou o que te faz mal, ou pior, acredita que sabe… eu também achava, há uns meses. Vou tentar convencer vocês disso colocando algumas curiosidades que talvez agucem a curiosidade de alguns para buscar entender o próprio corpo e viver muito melhor.

Causas estranhas da obesidade
Muitos presumem que estar acima do peso significa uma de duas coisas: ou a pessoa come demais ou se movimenta pouco… mas o excesso de comida e o sedentarismo não devem ser os únicos culpados… a outras explicações… eis algumas das teorias, mais inusitadas, ligadas a obesidade:

Aumento de peso X Fatores externos

Desodorantes: 
A substância cloridrato de alumínio e/ou policlorobifenóis – encontrado nos frasco de spray,  podem estar relacionados com o aumento de peso. Tudo porque esta substância altera de forma preguiçosa o metabolismo normal humano. O Alerta fica por conta da escolha do produto para reduzir o suor.
 
Ar condicionado X aquecedor:
A temperatura: O ar-condicionado no verão e o aquecedor no inverno é outro que pode ser a grande causa do aumento de peso nessas conhecidas estações. Se Nesse caso a temperatura fria, requer que o corpo trabalhe, ou seja gaste energia para aquecer a temperatura do mesmo. No caso oposto, o corpo também trabalha para equilibara a temperatura do corpo. Mas se a máquina industrial o fizer, o corpo não tem esse e vários outros trabalhos.
 
Maternidade Tardia:
Mãe mais velha é outra forte concorrente para nascimento de pessoas com tendência a engordar.

Seu/sua companheiro(a): Estudos mostram que pessoas gordas tendem a escolher parceiros gordos e que isso aumenta as chances do casal ter filhos ainda mais gordos… vale a pena observar que o melhor lugar para encontrar alguém não é uma lanchonete.

 
Fonte
Pesquisa: Michael F.Roizen e Mehmet C. Oz – pág. 89. O Corpo Inteligente: conheça seu corpo; Controle seu peso; Fique com a cintura perfeita; – Bruna Presmic –

Cuidado para nao encontrar aqui desculpas pra nao continuar a se reequilibrar, viu? Tipo: ahhh entao é por isso que eu engordei? Entao a culpa nao é minha!!  Tà, vai nessa. Podemos aprender, observando o passado e o caminho que percorremos, mas nada de desanimar ou desistir de continuar a caminhada, ok?

 Uma novidade: minha cunhada me emprestou uma bicicleta ergométrica que estava encostada na casa dela. Adorei! Coloquei na salinha de som e jà comecei hoje mesmo a fazer 15 minutos de exercicio. 🙂  Bora fazer comigo?

Read Full Post »

Com a consciencia de que nuvens, vulcoes, cristais, sementes, flores, arvores, leoes, gatos, passaros, borboletas, peixes, tartarugas, baleias, insetos e… humanos…  somos todos um.

Com a visao de que a luz que temos em nòs se reverbera, se multiplica, se transforma, se movimenta e chega a todas as partes desse universo.

Te agradeço por fazer parte da minha vida. Te agradeço por voce ser a prova viva da unidade em nòs. Te agradeço por sua força e sua doçura. Te agradeço por sua compreensao e generosidade, por seu exemplo e sua humildade em receber a minha experiencia humana. Te agradeço por suas palavras e seu silencio afetuosos. Te agradeço por sua responsabilidade e sua ousadia corajosas. Te agradeço por voce vir aqui me ler. Te agradeço por seu ser. Porque é. Somos. Grazie.

Reafirmando o quanto voce é importante pra mim.

Receba o meu abraço.

Pra voce.

Amor.

LuLu.

abraço_flor

Read Full Post »

cucina_del_sole

Sole, sol, propriamente nao tinha, primeiro porque nessa época do ano aqui chove muito e segundo porque chegamos là sempre pouco antes das 19h, mas à primeira vista a casa nos recebe com uma porta imponente, uma entrada e um pàtio interno amplos que, seguramente, no verao devam ser plenos de luz e dignos de Apollo – o deus do sol e da luz da mitologia greco-romana. A luz se faz certamente presente em todos os ambientes, plenos de mimos e memorias, nos esboçando antecipadamente um pouco da padrona da casa, a senhora Eleonora Consoli. Esperamos numa sala de pé direito bastante alto, com uma lareira finamente decorada com gatos de porcelana trabalhada e grandes livros de arte, enquanto todos os participantes terminam de chegar. Somos 17 ao todo. A anfitria chega depois de alguns minutos e nos recebe com seu andar ralentado pelos muitos anos vividos e um sorriso tenro mostrando-se aos poucos  exatamente o que eu havia imaginado de uma matriarca siciliana, segura de si, forte, lucida e muito rica de estòrias pra dividir, além de deliciosas receitas culinàrias. Muito inteligente, e culta. Segundo ela mesma afirma, cultura e culinaria andam juntas. Eu concordo. A riqueza da cultura e a tradiçao sao transmitidas com tal naturalidade que imagino quantos tesouros de muitas partes do mundo aquela nobre senhora deva ter visto.

A cozinha, muito grande e ricamente equipada passa a ser quase como uma sala de audiencia de uma representante da nobreza antiga cercada de suditos. Dignidade, sim, mas com simplicidade, entende? Percebe-se alì ainda a diversidade, a modernidade e como nao poderia faltar numa verdadeira cozinha, muito amor. Antes de mais nada a senhora nos ensina a primeira grande liçao: cozinhar é doaçao, cozinha-se essencialmente para os outros. Outras liçoes vao sendo passadas com sua suavidade e força: a importancia do amor, de compartilhar, a generosidade, enfim, valores primordiais para a humanidade, e claro, muuuuita comida gostosa!!!!!

De concreto, deixo aqui uma foto-simbolo dessas primeiras liçoes.

Tortellini

Em minhas maos o meu triunfo: pasta di casa – feita por mim.

E pra fechar com uma frase-chavao, porque eu hoje to terrivelmente brega, sensivel e emocionada, confirmo que: o primeiro tortellini a gente nunca esquece. 🙂

Read Full Post »

Vidinha besta

Dia de faxina, de compras, de arrumaçoes e de sobras da geladeira que viraram um quiche de legumes maaaaaa-ravilhoso!

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

Modéstia à parte.

A receita completa eu postei no blog dezminutosepronto.

Deixo aqui sò a fotinha besta pra combinar com essa vidinha mais-ou-menos.

Ai..ai.

Read Full Post »

INVERNO

marçofevereiromarço2008_03_07PRIMAVERA

PRIMAVERA

2008_05_01_22008_06_27b2008_06_21_4b2008_07_03_102008_07_11_17

VERAO

2008_08_20b2008_07_17_roccalumera_14b2008_08_30_3b2008_09_01b2008_09_07

OUTONO

2008_10_19b12008_02_2412008_10_18_3b2008_11_092008_04_19_primaverab3

Read Full Post »

Hallow-in Italia

gato preto

Ontem eu tava numa ansia tao grande de me chicotear pela minha indisciplina na dieta que até esqueci de contar que sexta eu fiz uma festinha de Halloween aqui em casa! 🙂 As sobrinhas do Ernesto estavam doidas pra participar do dia das bruxas à moda americana e isso nao faz parte da tradiçao italiana. Nem da nossa, aliàs, mas no Brasil a festa das bruxas jà incorporou ao espirito zombeteiro que habita no Brasileiro e jà que é festa com cara de carnaval, entao tà valendo, nao é verdade? Aqui nem se ouve falar de festas à fantasia e quase nao se acha fantasia pra vender. Mas eu e Ernesto que jà somos animados de natureza nos empolgamos pra agradar as meninas e resolvemos topar a parada.

Fomos apanha-las em casa jà de noitinha e quando entraram encontraram a casa toda às escuras, velas por todos os cantos, moveis cobertos com lençòis, esqueletos, gatos-pretos, morcegos e bruxas pra todo lado.  Tinha até uma abòbora com velas dentro. Nos fantasiamos de mortos-vivos e falàvamos com a voz grossa e pausada. Passamos toda a noite cercados dessa atmosfera macabra, assistindo filmes de horror e à meia noite colocamos elas na cama e Ernesto contou-lhes estòrias de mortos e fantasmas. 

Dormiram feito anjinhos.

aboborasalacaveirasala2velamortos-vivos

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

A feira

 

 

A història da humanidade està repleta de referencias a feiras. Nao se sabe ao certo onde e quando apareceu a primeira feira, no entanto hà dados que mostram que em 500 a.C. jà havia feiras no Médio Oriente.

Os primeiros relatos de feiras aparecem misturados com referencias ao comércio, às festividades religiosas e aos dias santos. Feiras sempre revelaram um aspecto comercial, onde mercadores de terras distantes juntavam-se, trazendo os seus produtos para trocar por outros.

 Apòs a decadencia do Império Romano, as feiras medievais representaram o momento no qual ressurge o comércio na Europa, no final do século XI. A Europa saía do feudalismo, no qual as pessoas viviam em territórios limitados, no qual produziam tudo o que precisavam, sendo que quando algo faltava, conseguiam-no através de trocas.

Começaram a surgir as feiras medievais, que de tao importantes interrompiam guerras e a paz era garantida para que os vendedores, dispostos lado-a-lado, pudessem trabalhar com segurança. Os mercadores medievais realizavam as transições comerciais e intermediavam trocas numa atividade eminentemente itinerante. As feiras medievais eram instaladas em locais estratégicos, como o cruzamento de rotas comerciais, e algumas chegaram a ter abrangencia internacional. Enquanto o povo que se movia de barraca em barraca, prosseguindo nas compras dezenas de saltimbancos, fazendo malabarismos, procuravam divertir quem ali passava.

Até os dias de hoje a feira tem um ar de alegria, uma bagunça organizada, um misto de cheiros, pessoas, cores… Adoro!!! Aqui na minha cidade tem feira quase todos os dias. Espalhadas por varios cantos. Algumas fixas outras itinerantes. Essa feira das fotos fica no centro històrico de Catania é permanente e é enoooorme. Meus sogros vao no minimo duas vezes por semana em feiras diversas e compram sempre frutas, verduras, queijos, salames e peixes fresquinhos. Jà sao conhecidos dos feirantes e tem uma manha pra escolher e negociar que impressiona! Hehehehe.. Adoro ir com eles pra aprender e conhecer mais coisas desse mundo novo.

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

Ventania

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

“Quando os ventos da mudança chegarem, não construa abrigos, construa cata-ventos”.

– Claus Möller –

Read Full Post »

Comecei a falar de Roma, ontem, e deu vontade de falar mais.

Roma é a cidade capital da Italia, localizada na parte central da bota, na regiao do Lazio. Segundo o mito romano, a cidade foi fundada em 753 a.C. (data convencionada) por Romulo e Remo, dois irmaos criados por uma loba, que sao atualmente símbolos da cidade. Outro dia conto essa història dos irmaos. Entao, desde o sec VIII a.C. tornou-se no centro da Roma Antiga – depois do Reino de Roma, da República Romana e do Império Romano – e, mais tarde, dos Estados Pontifícios, do Reino de Itália e, por fim, da República Italiana. Seu “apelido”, ou seja, como é chamada internacionalmente é: A Cidade Eterna, imagino que seja por toda a sua história milenar. Me lembrei hoje das aulas de història do Pio XII, com a professora Aparecida (que Deus a tenha) citando repetidamente, quase que cantando, as famosas sete colinas que compoe o seu centro histórico: Palatino, Aventino, Esquilino, Quirinale, Viminale, Campidoglio e Celio. Os nomes sao os originais italianos, mas tem adaptaçoes de cada lingua. Custei a lembrar todos, sempre faltava um, aì, fui conferir na Wikipédia. Acabei achando uma espetacular imagem de Roma, vista de um satélite.

Wikipedia

Foto: Wikipedia

Roma espalha-se pelas margens rio Tibre, ou Tevere em Italiano. Esse grande e central traço azul que se ve na foto. O Tibre é o terceiro rio mais longo da Itália, depois do rio Pò e do Adige. Nasce na Toscana, atravessa a Umbria, depois o Lazio e desagua no Mar Tirreno. Nao é por acaso que a cidade abraça o rio, desde a fundaçao de Roma, segundo o que li, o Tibre sempre foi a alma da cidade. fazia parte do dia-a-dia, do comercio, do transporte, da vida como um todo. Todas as colonias pré-romanas que convergiram à Roma històrica estavam nas proximidades do Tibre, com um interessante detalhe: porque o rio sempre foi sujeito a inundaçoes fortìssimas e imprevistas, os cidadaos nunca puderam estabelecer-se muito proximos de suas margens. A parte mais segura corresponde a regiao proxima a Ilha Tiberina, e de fato é onde foi construìda a primeira ponte de Roma (Ponte Sublicio) e o Forum Romano, o centro nervoso da grande cidade.

Durante séculos a cidade sujeitou-se aos caprichos do Tibre, até que em 29 de dezembro de 1870 uma catastròfica inundaçao, que chegou a atingir mais de 17 metros além do nivel normal do rio (as aguas chegaram até a Piazza di Spagna!!), foi literalmente a “gota dàgua” para a construçao de um sistema de defesa da cidade contra a furia de seu rio. Depois de muita polemica e muitos anos pra escolher um projeto que fosse considerado definitivo, pois envolveria, desvios de se curso, elevaçao de margens, demoliçao de prédios e soterramento de vias històricas. Depois ainda de 50 anos de obras, assim, nasceram as famosas muralhas do Tevere. Muita coisa se perdeu durante e depois da construçao concluìda. Dizem que a cidade perdeu, literalmente, o contato com seu rio.

Talvez por isso hoje exista um projeto, lindo, que acontece no verao ao longo do Tibre, ao nivel da àgua e nao sobre a murada, com mais de um quilometro de barraquinhas com artesanato, restaurantes, bares, espaços de bem estar, exposiçoes de fotografia e arte, festivais de musica e de cinema, vindos de toda a Italia e de outros paises da Europa também. Foi là que passei meu aniversàrio desse ano. Minha mae veio do Brasil e passamos, ela, Ernesto e eu uma semana em Roma. Curtimos a programaçao do Tibre no entardecer e à noite jantamos num restaurante delicioso, à beirinha do rio, na Ilha Tiberina, là mesmo, onde toda essa estòria começou. Caminhando pelas margens fiz uma foto. O sol tinha acabado de se por, tinha pouca luz e a minha digitalzinha tà longe de ser uma Brastemp, mas eu queria registrar a lua sobre o Tevere pra guardar de presente aquele rio grandioso que contribuiu para um dia muito especial.

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Tudo dominado

Hoje um programa muito interessante chamado Atlantide exibiu um documentàrio mostrando as construçoes que existem sob a cidade de Londres e no meio da matéria abordou a origem Romana da grande metropole. Pois é, nem eu sabia mas a cidade que iniciou a grande capital inglesa de hoje, foi fundada, sim, pelos Romanos às margens do rio Tâmisa, em 43 d.C. e se chamava Londinium. Pensei cà comigo: Esses Romanos estao em todas! Comecei, entao, a pesquisar sobre o império Romano e encontrei essa animaçao que mostra a evoluçao da dominaçao por todas as terras que margeiam o Mar Mediterraneo. E’ absolutamente impressionante. Imagine que naçoes inteiras como Espanha, Portugal, Inglaterra, Egito… eram TUDO Roma! Se lembrarmos ainda que o mundo ocidental mercantilista, produtivo, quase todo se resumia nessa parte do Mediterraneo, os caras dominaram o mundo por doze séculos inteiros. 

Roma é uma cidade extraordinària. Sua riqueza do ponto de vista històrico é incomparàvel, e isso nem se discute, mas é encantadora e deliciosa também do ponto de vista moderno, no aspecto gastronomico, arquitetonico, no aspecto da moda… Quando estive em Roma pela primeira vez me encantei com uma série de painéis, no meio da avenida que leva ao Coliseu, na àrea que, na Roma Antiga, seria o Forum Romano. Os tais painéis ilustram a evoluçao do Imperio Romano em quatro etapas. Coloco aqui a foto do fim no periodo liderado pelo  Imperador Traiano em 117 d.C., no apogeu do Império.

 

Foto By LuLu na Italia

Foto By LuLu na Italia ©

 

Eu nunca fui muito apaixonada por Història nos meus tempos de escola, mas era boa estudante e ainda me lembro o que representou para o mundo um dos Impérios mais importantes da humanidade. Milhares de cidades foram fundadas por eles. As maiores invençoes, as mais belas obras de arte, arquitetonicas e de engenharia foram criadas por eles. Também as maiores destruiçoes, milhares de pessoas mortas, povos e especies animais eximados, rios e  florestas  descobertos  mas também destruidos por eles.
Algumas vezes, quando reflito sobre tanta coisa que jà se passou pelas bandas de cà, me sinto meio estranha. Acho que foi mais uma ficha que caiu.  A energia desse mundo é muito forte.

Read Full Post »

Ernesto acabou de sair pro trabalho. Uma hora de estrada, mais uma noite de plantao. Semana passada eu fui pra Villarosa com ele e passei a experiencia de uma noite de guardia medica. Foi muito gostoso estar ali, apesar do desconforto, com apenas uma caminha estreita pros dois. Minha sorte é que foi tudo tranquilo, nao teve nada de grave e até que eu consegui dormir um pouco. Ficamos juntos, nos esquentando na noite fria, curtindo agarradinhos os minutinhos entre um atendimento e outro.  Ele nao dorme, apenas cochila. Faz tudo sozinho, nem tirar os sapatos ele tira a noite inteira pra nao perder tempo e atende as pessoas, e atende o telefone… Vi o quanto é importante o seu trabalho além de ser bem cansativo e stressante. Foi importante pra mim o exercicio de me colocar no lugar dele.

De manhazinha, voltamos pra casa em silencio, nos olhando de vez em quando nos olhos, com tanta ternura, e admirando a linda vista da estrada.

 

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

Hoje eu fiquei, mas meu coraçao foi com ele.

Bom trabalho, meu amor.

Read Full Post »

La Tavola

 

A mesa faz parte de nosso album de familia quase como se fosse uma terceira pessoa que habitasse na casa. Como um centro nervoso todas as energias cedo ou tarde acabam convergindo para ela.

A mesa representa o alimento, mas nao somente o fisico mangiare, também o apoio, o descanso, o jogo, o trabalho, o divertimento, o diàlogo, o estudo, a pausa, o amor, a celebraçao, a reflexao … enfim, a vida.

  Bello isso.

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

A felicidade é como uma borboleta. Quanto mais você a persegue, mais ela se esquiva. Mas se você voltar sua atenção para outras coisas ela virá pousar calmamente nos seus ombros.
Thoreau

Foto By LuLu na Italia

Foto By LuLu na Italia ©

Quando eu finalmente parei de reclamar pude senti-la começar a entrar devagarzinho, sorrateiramente, com muito cuidado na minha alma. Nao sei explicar porque resisti tanto. Me apeguei ao medo. Talvez, “apego”, seja a palavra justa pra definir a dificuldade em deixar de ser esse alguém que jà fui, por tantos e tantos anos e que agora, assim, de repente, nao sou mais. Me apeguei ao passado e nao quis perceber sua presença, foi isso. Me apeguei ao que nao sou mais, nao vivencio mais, nao possuo mais, nao preciso mais e nao prestei atençao ao que vem surgindo à minha volta. Lamentei o caminho percorrido, esperneei  pela falta, choraminguei a ausencia ao invés de gozar o que é o presente: um presente. Isso mesmo, minha vida é um presente, embrulhado com papel dourado de muito valor agregado e amarrado com uma fita laranja da mais pura alegria.

Enfim, que bom que ela chegou. Posso senti-la encostando-se em mim com seu calorzinho bom. Posso ouvir sua risadinha terna e sapeca, como voz de criança, brincando de esconder detràs do sofà. E eu chamo: U-uuu… voce tà aì?? Como se eu nao soubesse. Hihihihi. Mas, posso senti-la.

Que bom que ela està aqui comigo. Me envolve o coraçao com suas maos macias como o mais tenro  algodao egipcio, me conforta e me enxuga as lagrimas de saudade. Porque essa, a saudade, também està aqui comigo e nem sei se vai embora algum dia, me faz companhia, às vezes brigo com ela mas, no fundo, ela nao incomoda ninguém.

Bom, hoje nao importa a saudade nem o apego ou o medo, nem tudo o que jà fui. Hoje o que eu mais quero é saudar essa minha amiga, que hà bem pouco tempo começou a fazer parte da minha nova vida e que me ajuda a construir o que eu sou e o que serei daqui pra frente. Quero me desculpar e dizer a ela que a busquei tanto, mas nos lugares errados. Quero confessar que tive medo e quase desespero de nao encontra-la nessa existencia e que minha sombra quase me fez acreditar que ela nao viria, veja sò que bobagem. Quero agradecer sua constancia, sua persistencia e sua paciencia, em esperar o meu momento. Quero pedir que ela fique pois, agora que a conheço, sei que aqui dentro de mim é o seu lugar.

Bem-vinda, felicidade.

Read Full Post »

Camminare sulle uova,  como dizem os italianos, é uma expressao muito sàbia pra explicar a situaçao mundial com as quedas vertiginosas de todas as bolsas, e a situaçao do meu marido nos dias de TPM. Hehehehe.

Falando em ovos, vou contar uma peculiaridade: aqui na Italia os ovos de galinha possuem um carimbo na casca. Acho que em toda a Europa. Um codigo de controle. Voce jà viu isso por aì no Brasil? Eu nunca tinha visto antes.  Chique, nè?

No exemplo da foto voce pode acompanhar os detalhes… O primeiro numero estampado no codigo indica qual o tipo de criaçao que foi produzido o ovo.

0 – Produzione Biologica – produçao biologica, uma galinha pra cada 10 m² em terreno aberto com vegetaçao. E’ o que eu uso aqui em casa.

1 – All’aperto – ao aberto, 1 galinha para cada 2,5 metros quadrados em terreno aberto com vegetaçao.

2 – A terra – à terra, 7 galinhas por m² em terreto coberto de palha ou areia, numa galinheiro sem janela e com luz sempre acesa.

3 -In gabbia – em gaiola, como o proprio nome sugere, criaçao feita em gaiolas com 25 galinhas por m². O mais comum nos supermercados é o 3.

A segunda parte do codigo, duas letras maisculas, indicando em qual pais foi produzido o ovo. No caso aqui, encontramos, IT para ITALIA, em Portugal seria PT, por exemplo.

A terceira parte contém tres numeros, no ovo do exemplo da foto sao 043, indicando a comune, ou seja a cidade onde o ovo foi produzido.

A quarta parte contém duas letras e no exemplo BS indicando a provincia onde foi produzido o ovo.

E a quinta e ultima parte, tres ultimos numeros finais, que no exemplo sao 504 indicam o codigo da empresa que produziu o ovo.

Logo abaixo desse complicado codigo de controle tem sempre a data de validade do ovo. Melhor ser consumido até aquela data.

Continuando a falar desse novo mundo e seu vocabulario admiravel, apresento as partes do ovo:

  uovo = ovo

   uova = ovos

  guscio = casca

  tuorlo = gema

  albume = clara

 O resto do desenho é sò fru-fru, porque achei essa imagem num site de biologia.. hehehehe.

 

Tenho certeza que o assunto iria longe, pois os ovos tem muito mais a nos ensinar do que codigos e estrutura biologica, nao acham?… Assim, como quando lidamos com ovos, quando se trata do ser humano, temos que estar sempre atentos, temos que ter delicadeza. Alguem deve pensar: Imagine sò, a LuLu falando isso! Aquela que se auto-descreve como: grossa que nem porta de cofre de banco… 😀 Pra voce ver. Sao os tempos de crise. Todo mundo se adapta, muda, se reinventa… Como diz o provérbio: em rio que tem piranha, jacaré nada de costas.

Read Full Post »

A beleza do casamento consiste em viver os desafios de cada dia.
A minha felicidade só depende de mim, ninguém deve carregar este fardo.
As palavras devem ser medidas, pois deixam marcas.
Atenção e carinho trazem segurança e confiança.

Conversar é a melhor solução para os problemas.
Controlar as finanças e planejar é necessário, a lealdade e a fidelidade também.
A relação sexual deve ser falada, respeitada, realizada com amor e carinho.
A compreensão e a aceitação tornam a vida mais harmonica.

Fotos: Claudio – Visage Photo Studio

A vida a dois se alimenta de sonhos e fantasia,

mas nao é um conto de fadas é real.

E viva o amor!!!!!!!

Read Full Post »

A maioria do tempo eu tenho a sensaçao de que estou no Brasil. Nao sei explicar bem o porque, mas penso que ainda esteja me ambientando e, com exceçao da lingua e de outras evidencias bem obvias, o dia-a-dia é normal, como em qualquer lugar do mundo. Outro dia, por exemplo, estava no shopping com minha cunhada, ela na loja com a filha e eu esperando sentada num banquinho fora, e tive essa sensaçao. Shopping é tudo igual, mesmo, e as pessoas aqui nao tem caracteristicas particulares de uma sò raça. Tem também muita coisa igual no vestir. Mas, de vez em quando me toco que to na Europa. 

A primeira vez foi na Pàscoa. A Rai Uno, que é uma das TVs mais importantes daqui, estava transmitindo uma missa… como eu descrevi no meu Cafofo:

Sexta-feira , 21 de Março de 2008

Caiu a ficha

Ligo a TV.

Sexta-feira

Horàrio nobre.

Transmissao na Rai Uno

Diretamente de Roma.

Um espetàculo poético recitado em italiano.

Cantado em canto gregoriano.

Falado em latim, italiano, frances, ingles, espanhol, portugues, alemao, russo… e mais umas duas linguas que nao identifiquei…

Era a Missa da Sexta-feira da Paixao celebrada pelo Papa.Bento XVI!!!

 

 

Pela primeira vez me toquei que to na EUROPA…

Demorou, mas caiu a ficha.

Gary Morris

Foto: Gary Morris

Hoje foi a vez da abelha. Eu nunca tinha visto uma abelha como essa. GIGANTE! Peluda e com as cores mais vivas do que nunca! Estava fotografando o jardim e me assutei com um zumbido forte. Quando vejo, là estava ela. Uma especie, meio abelha, meio vespa, que o Ernesto identificou como Calabrone. Era mais ou menos como um dos nossos besouros, bem grande e gorda, sò que beeeeem peludona e com aquele “pijama” de listras classico, amarelo e preto.

Piolina

Foto: Piolina

Como os besouros, aliàs, descobri na internet que, na década de 30 começou a circular a fama de que seria impossivel, aerodinamicamente falando, que ela conseguisse voar com um corpo tao grande e asinhas minusculas. Adoro quando a natureza nos surpreende.

Estar aqui na Europa, muitas vezes, me dà essa sensaçao magica de que posso tudo o que eu desejar e me empenhar. Até mesmo voar.

Read Full Post »

Avesso

Mais sensivel que o normal. 

Procuro ficar quieta.

Aqui dentro.

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

A ARTE DE NEGOCIAR

Pai: Filho, escolhi uma ótima moça para você casar.
Filho: Mas pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
Pai: Meu filho, ela é filha do Bill Gates.
Filho: Bem, neste caso eu aceito.

Então o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.

Pai: Bill, eu tenho o marido certo para sua filha.
Bill Gates: Mas a minha filha é muito jovem para casar…
Pai: Mas esse jovem é vice-presidente do Banco Mundial.
Bill Gates: Ah, neste caso tudo bem.
Finalmente o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.

Pai: Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser o vice-presidente do Banco Mundial.
Pres. Banco Mundial: Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, até mais do que o necessário.
Pai: Mas Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
Pres. Banco Mundial: Neste caso ele pode começar amanhã mesmo.

MORAL DA HISTÓRIA:
Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia. 

NOTAS MENTAIS:

Acordar com dor de cabeça virou lugar comum esses ultimos dias. Ai..ai! 😦

A dieta segue. Média 1.500kcal/dia. Também, com esse gosto de pano de chao sujo na boca, quem é que consegue comer?

Fiz minha unha pra agradar meu lado mulherzinha. To tentando negociar com meu humor mas, quando nem a “francesinha” resolve é que a coisa tà braba!!

Ernesto està de plantao de 24 horas. Vou me meter debaixo das cobertas e sò saio amanha.

Read Full Post »

Ernesto jà està hà um mes cumprindo os plantoes de guardia medica numa cidadezinha chamada Villarosa, que dista pouco mais de uma hora de Catania, onde moramos. Meio canseira pra se chegar là, pois ele pega uma auto-estrada por uns 50 minutos e depois, na cidade principal que é Enna, segue ainda por mais uns 20 min por estradinhas estreitinhas e tortuosas, porém lindas, como aquelas dos quadros de grandes pintores famosos. Dependendo do tempo dao um pouco de medo, sabe? Com a chegada do frio, no inverno ele terà que colocar correntes pra nao deslizar na neve.  A cidadezinha é muito pequena, tem cerca de 5.600 habitantes, como indica a Wikipedia. Pequena, com ruazinhas estreitas, encrustrada nas montanhas numa regiao muito àrida. Num versinho de uma “trova siciliana” conhecemos a mais pura descriçao da cidade:

“Dentro una conca sotto una montagna
tra due fiumi, uno amaro e l’altro dolce,
c’è un paesino con le strade in croce
e poco verde nelle campagne;
nella terra arida attorno
cento rarità di frutti produce,
di giorno fumiga, di notte luccica
e nelle sue viscere si piange e si suda.”

Villarosa - Sicilia - Italia

Villarosa - Sicilia - Italia

 

“Dentro de uma bacia sob uma montanha entre dois rios, um amargo e o outro doce, existe uma vila com as ruas em cruz e pouco verde no campo; na terra árida em torno de cem raridades de frutos produz, de dia fumega, à noite reluz e nas suas entranhas se chora e se sua.”

 

 

Ernesto chegou ontem, do plantao da madrugada dessa cidadezinha, com uma novidade especial: tinha feito o seu primeiro parto! Chegou contando, todo emocionado ainda, que, na verdade, o pequeno Samuele nasceu sozinho. Quando ele chegou là sò teve que cortar o cordao umbilical. Acompanhou a mae e o bebezinho, junto com a ambulancia, até o hospital, o tempo todo com o Samuelzinho no colo. Molto bello, segundo ele mesmo disse, tranquilo e sereno.

Ficamos um dia inteiro curtindo juntos essa emoçao. Pro Ernesto e pra mim também foi mais um sinal de buon augurio, e de que estamos cercados de muita vida, amor e justiça.

E viva o Samuele!!!!!

Read Full Post »

Chegou… e com um frio que faz pensar que esse inverno proximo promete, viu?.. Ai..ai.

O outono chegou mas, ao contrario da primavera e do verao que foram mudando tudo devagarzinho, veio assim de um jeito tao brusco. Num dia tava sol, um calor miseràvel de verao, eu, suando em bicas.. e no dia seguinte… KABUM! Chuvinhaaaaaa, veeeenttooooo, friooooo.

Junto com o outono chegou também a minha nova identidade nesse paìs. Recebi hoje a autorizaçao formal para residir na Italia, o famoso PERMESSO DI SOGGIORNO. O Estado exige comprovaçao de documentos, Ernesto se responsabiliza por mim, registram oficialmente a minha presença e me concedem um periodo de sossego por 1 ano agora, depois desse periodo devo dar novamente as caras, fazer tudo de novo e renovar por mais 5 anos. Nada mais é do que uma comunicaçao oficial de que estou aqui, pois sou casada com um cidadao italiano.  O processo todo é feito na QUESTURA de imigraçao, que tem poderes de policia. No Brasil seria como dizer que fiz ficha na puliça… hehehehe… Sò que o registro de digitais foi todinho feito no computador e nada daquela meleira de borrocar os dedos… chique no uuurrrtimo… ui! Feito isso, posso dar entrada nos documentos necessarios na Italia, identidade comunale, codigo fiscal, assistencia de saude… Passo, a partir de hoje, a existir oficialmente aqui, como MORADORA.

Olha sò a minha fotinha nova!

Fiz numa maquina instantanea no meio da rua, em frente a um supermercado perto daqui de casa! Coloquei as moedas (3 Euros), fiquei sentada ouvindo as instruçoes, enquadrei-me no painel, esperei quietinha a maquina me medir, prendo a respiraçao, botao verde… e…  CLICK! Fatto! 🙂 Até que nao saiu mal, nè?

——————————- ——————————-

Total de ontem: 1.636 kcal

Café da manha (332kcal) : 1 pao de hamburguer com gergelim (170kcal) + 1 col cha margarina light (36kcal) + 1 col cha de senape (11kcal ) + 1 fat de presunto de parma (38kcal) + 1 copo de 200ml de cha com limao e chà verde (77kcal).

Almoço (839kcal) :  6 flores grandes de couve flor refogada no alho e azeite (130kcal) + 50g de queijo muzzarela (188kcal ) + 1 cotoleta de frango com espinafre feita no forno (279kcal) + 1 tomate seco (50kcal) + 400ml de laranjada siciliana Tomarchio (192kcal)

Jantar (465kcal): 1 prato de sopa que foi feita com abobrinha refogada com alho e azeite (80kcal) + sopa pronta Primavera da Knorr (193kcal) + 400ml de laranjada siciliana Tomarchio (192kcal)

NOTAS MENTAIS:

To orgulhosa que consegui reduzir bastante as calorias!!!

Ainda bem que acabei com o restinho da laranjada Tomarchio que eu adoooro, mas nao vou tomar mais refrigerante por um bom tempo.

A opçao da sopinha de noite foi òòòòòtma, pois combina com esse friozinho e ainda é pouco calorica.

E o friozinho do outono.. ai..ai…

——————————- ——————————-

Uma palavra nova hoje:

CAVOLFIORE

Uma das minhas flores comestìveis predileta… a COUVE-FLOR. Bastante conhecida aì no Brasil e fez parte do meu cardapio de hoje. Uma hortaliça delicada e tenra, rica em calcio e fosforo, livre de gorduras e colesterol. Originaria da Asia Menor, chegou aqui na Europa no século 16.  Essa da foto eu preparei com alho e queijo parmesao reggiano a receita tem no meu outro blog que escrevo junto com uma amiga – O Dez Minutos e Pronto.

Read Full Post »

Nao sabia falar NADA quando conheci Ernesto. Nos viràvamos em ingles pra nos comunicarmos e via msn ainda!! O ingles dele literalmente macarronico e o meu, hummm, assim, dava pro gasto. Aos poucos fui percebendo que entendia alguma coisinha de italiano quando ouvia ele falar palavras parecidas com o portugues. Fui formando, primeiro, um vocabulario basico, alguns verbos, substantivos e expressoes essenciais. Comecei a me comunicar e me empolguei! Comprei de cara uns 2 livros de estudo auto-didata e meti bronca. Lia também obras pra estrangeiros, com textos simples e vocabulario anexo. Estudei todos os dias por 3 meses e me preparei para vir. Cheguei aqui na Italia, pela primeira vez, em abril de 2007, sabendo somente o minimo pra me virar no aeroporto, escutar a conversa da familia do noivo, ler placas na rua… e olhe là. Ficava sozinha em casa e fui incrementando meu vocabulario ouvindo radio e assistindo a DVD’s de filmes em italiano com legenda em italiano pra entender. Fui pegando gosto por aprender mais uma lingua e continuei a estudar, sozinha e depois formalmente com um professor particular quando voltei ao Brasil, e nao parei mais. A cada dia aprendo uma nova palavra. Nao somente uma nova palavra em italiano, conhecida e pronta, mas também venho descobrindo coisas novas que eu nunca tinha visto antes. Em casa, por exemplo, a jardinagem, pratica que eu nunca fiz no Brasil, me abriu um infinito vocabulario de flores, arvores, orti-fruti que eu nao tenho a menor idéia do que seja em portugues.. hihihihihi..

Decidi registrar tudo aqui. Sempre que possivel com fotos pra ilustrar bem. Quem sabe alguém me ajuda a desvendar aquelas coisinhas baaaaasicas que descobri aqui e que ainda nao sei como chamar em portugues.

Falando em basico a palavra de hoje é …

BASILICO. Foto By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Muita gente jà conhece e no Brasil é conhecido por Manjericao, Manjerona ou Alfavaca, dependendo da especie, tamanho, tipo.. etc. Vim conhecer realmente aqui. E faço um Pesto, que aprendi com minha sogra, de comer ajoelhada, como dizia Vinicius de Moraes. O basilico, pra quem nao conhece é muito cheiroso, rico em vitamina B e òtimo pra memòria. O da foto, de folha larga arroxeada, que tenho plantado na minha horta, minha sogra diz que é uma espécie marroquina, mas também tenho o verdinho e o de folha miuda que é o verdadeiro, o mais cheiroso, o poderoso e vitaminado. Todos explodiram de tanta flor na primavera desse ano. Ah.. VIVA A PRIMAVERA!!!!!!!

Read Full Post »