Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Blogagem coletiva’ Category

Relacio-net

Se tem uma coisa que essa internet faz bem demais é nos divertir, nè nao? Eu me divirto muito lendo blogs de todo tipo, selecionados ao acaso ou indicados por blogueiras jà velhas conhecidas. Um dia, no meio dessas andanças caì num blog muito sensivel e especial e logo de cara me identifiquei muitooo com  a descriçao que a dona do pedaço faz de si mesma. Foi uma coisa estranha, parecia que falava de mim de tantas coincidencias. Nao tive duvida: deixei um recadinho. Ela respondeu, depois veio me visitar, gostou do que viu, e nisso jà estamos ligadas, sem caminho de volta, né Elaine?

Entao, essa pessoa querida é uma blogueira profissa, daquelas que tem uma penca de fans e muitos comentàrios a cada post que escreve e como se nao bastasse o fato de ser inteligente, sensivel e de escrever bem ela ainda inventa de juntar as pessoas que conhece na net. E faz isso com muita criatividade. Essa semana, por exemplo, ela criou uma especie de concurso que eu, mesmo sem nem pensar, me inscrevi. E é assim:

1- Ela convidou todos os amigos blogueiros e pediu que nòs escolhessemos um (somente um) de nossos posts pra apresentar no concurso. Fez, entao, uma lista com o nome do blog de cada um e linkou o post especial escolhido.

2- Agora, voce vai là no blog dela e, primeiro passeia pra conhecer  o Um pouco de mim e ver que eu to falando a verdade.. hehehehehe.. depois vai lendo um por um, cada um dos posts da lista. Vale a pena, vai por mim. Tem pra todos os gostos.

3- No fim, depois de ler o que te interessar, e de preferencia todos, voce volta ao blog dela, passeia mais um pouco, porque acaba viciando nas coisas gostosas que ela escreve.. hehehehehe.. e aì vota no post que voce mais gostou. Pode clicar aqui pra voltar là.

Eu jà sei que vou passar o fim de semana me divertindo horrores lendo as perolas selecionadas por cada um dos blogueiros amigos da Elaine.

E voce?

Read Full Post »

Quando cessa o barulho da cabeça tem música.

É…

Tem música o tempo todo, mas só dá pra ouvir quando cessa o barulho da cabeça. Primeiro tem que cessar o barulho do pensamento,  dá lógica, do resto, da maquininha funcionando, sabe? 

Aí… De repente é silêncio.

Ouve-se, entao, um primeiro acorde. Começa suave, como o oboé do classico Pedro e o Lobo de Sergei Prokofiev que minha mae colocava pra eu ouvir antes de dormir quando criança.

Tem vez que é clássico, tem outra que é um rock, às vezes é funk, mas tem hora que é punk.

É…

Dependendo da trilha eu sei como estou. Eu me conheço.

 

ritualouvirmsicaug1Hoje é o dia da musica e como tem musica o tempo inteiro na minha cabeça, resolvi homenagear todas elas.

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva Soltando o Som do Fio de Ariadne da querida Vanessa.

Para ouvir a voz da alma de mais pessoas clique na imagem.

Read Full Post »

Marcelino Pao e Vinho – Espanha, Itália, 1955

(Marcelino pan y vino / Marcellino pane e vino / The Miracle of Marcelino)Dal romanzo di José María Sanchez Silva

MarcelinoMarcelino é um orfao abandonado, ainda recem nascido, na porta de um mosteiro e criado por 12 frades franciscanos. Certo dia, quando tinha cinco anos, ele descobre uma imagem de madeira de Jesus crucificado no sotao do mosteiro e oferece ao homem da imagem um pedaço de pao e um pouco de vinho que aceita a oferta e passa a conversar com o menino. É o início de uma grande amizade cheia de dramas e o filme arranca làgrimas até o fim. No final, assim como eu, a maioria das pessoas sai muito emocionada do cinema, seduzida  pelos cliches melodramáticos da história concebida pelo escritor espanhol José María Sánchez Silva.

O filme espanhol foi lançado simultaneamente na Italia e obteve grande sucesso por aqui, onde foi amplamente divulgado, distribuido e teve ainda uma nova versao dirigida por Luigi Comencini em 1991. A ediçao que assiti no Cine Brasilia  era a original de Ladislao Vajda dublada em italiano, com musica tema cantada também em italiano por Gigliola Cinquetti  e ficou impressa assim em mim, tanto que, por muitos anos, achei que o filme fosse italiano. O menininho Pablito Calvo (que tinha apenas 5 anos quando encarnou o personagem-título) foi premiado em Cannes, no ano do lançamento do filme e o filme também muito aplaudido no Festival de Cannes, onde recebeu uma Mençao Honrosa, foi ainda  vencedor  do Urso de Prata no Festival de Berlim.

 Apesar de ter sido rodado em 1955, Marcelino Pao e Vinho voltou a estar em cartaz nos cinemas brasileiros entre o final dos anos sessenta e começo dos anos setenta, sendo um grande sucesso de bilheteria. Minha mae propos que eu assitisse com ela, sem minhas irmas que eram muito pequenas, o que seria o meu primeiro filme “adulto”. Eu me lembro que nem eu tinha a idade indicada pelo orgao de censura da época. Censura era coisa séria, sabe? Eu devia ter uns 10 anos e a censura exigia idade minima de 12 anos. Minha mae, que jà tinha visto o filme, achou que nao tinha nada demais que eu era madura o suficiente mas, sò pra garantir, fui assistir ao filme com um sapatinho de salto anabella, pra ficar mais alta do que eu ja era, vestida  com um conjunto (de minha mae) de lan, saia e blusa, com os cabelos penteados  num coque e de batom pra eu parecer mais velha. A emoçao do filme começou jà ali. Além da historia que se passava na tela, a travessura, aquela pequena transgressao, a deliciosa cumplicidade e emoçao divididas com minha mae é que fizeram dele o filme da minha vida.

 

cinema1Este post faz parte da blogagem coletiva O Filme da Minha Vida  proposto pelo blog Fio de Ariadne, da mesma Vanessa querida que criou a blogagem sobre O Livro da Minha Vida que eu também participei.

Se voce quiser viajar pelo maravilhoso mundo do cinema, clique no selo ao lado e veja todo tipo de emoçao que a pelicola nos traz contada por pessoas muito especiais.

Read Full Post »

Nada de imitar seja lá quem for. … Temos de ser nós mesmos … Ser núcleo de cometa, não cauda. Puxar fila, não seguir.

– Monteiro Lobato – Carta a Godofredo Rangel, SP, 15/11/1904

 

Assim como o menino José Bento Renato Monteiro Lobato eu também fui alfabetizada por minha mae, que nao é Olìmpia Augusta mas é Conceiçao Augusta – mais conhecida como Dona Conceiçona.  

cartilha_DAVIMinha mae, formada em pedagogia e administraçao ensinava a quem quisesse ler. Ensinou a mim e as minhas irmas, bem antes de entrarmos na escola, entre jogos e brincadeiras, gibis e lapis de cor, papeizinhos com letrinhas desenhadas a mao e uma cartilha de alfabetizaçao:  Davi, meu amiguinho.

Entao, aos 3 anos de idade eu jà sabia ler e escrever… e nao parei mais.

Li sempre muito e tudo. O tempo inteiro. Graças ao grande incentivo de minha mae, que me permitia ler historias em quadrinhos do seu grande acervo e coleçao pessoal que contem obras unicas como a revistinha numero UM de Monica e Cebolinha, de LuLuzinha, de Flash Gordon, de Mortadelo e Salaminho, além de obras completas de Mafalda, Calvin, Moebus… Me lembro que ela acreditava que uma criança, ao contrario do que se dizia, poderia adquirir ainda maior gosto pela leitura através dos gibis e nunca nos impediu de ler, fosse o que fosse. E de fato eu lia e continuo a ler de tudo um pouco, dos classicos aos cartoons de jornal. Desde que eu leia.

negrinhaMeu primeiro contato com o Senhor Monteiro Lobato foi através do Jeca Tatu, e até hoje, ao contrario dos mais amados e conhecidos personagens do Sitio, o matuto simplorio e inteligente é o meu preferido. Talvez porque o Jeca fosse o alter-ego do proprio autor, sei là. 

Da sua literatura mais adulta depois de Idéias de Jeca Tatu e Urupes – sempre em torno ao Jeca – as maiores emoçoes eu vivi ao ler Negrinha. Com seus contos de uma narrativa urbana incrivel, com dramas, romances e tragedias, tao fortes e cheios de verdades um outro Lobato se faz conhecer. Mais atormentado, mais carnal, um humor irreverente sempre presente. Eu recomendo.

Uma pequena curiosidade que me aproxima do mestre Lobato. Que ele foi escritor, enxadrista, industrial do petròleo, pintor, pai da Emilia – boneca mais ilustre do Brasil, quase todo mundo sabe, mas o que poucos sabem é que uma de suas maiores paixoes foi a fotografia. Poisé e dizem que era dos bons. Registrava instantaneos da família com uma camera Kodak que ganhou de presente. Depois, com uma Rolleyflex a tiracolo, passava horas seguidas capturando trechos de paisagens e momentos do quotidiano.  Assim como eu, Lobato gostava de se expressar e de registrar os flagrantes da emoçao e da vida e por isso nao desgrudava da sua màquina. 🙂

Parece estranho falar nisso justo aqui, no meio do tema sobre os livros, mas é que eu realmente acredito que nada é por acaso e que de verdade a mensagem que quero passar é essa: a expressao da vida começa na leitura e termina sabe-se là onde, no infinito do universo.

 

 

lobato1Esse post faz parte da blogagem coletiva Quem Foi Seu Monteiro Lobato? Criado pelo blog da Vanessa – Fio de Ariadne. Se voce quiser conhecer mais pessoas que participaram e mais historias interessantes clique no selo e viaje nesse mundo maravilhoso da leitura.

E viva o Dia Nacional do Livro Infantil! 

E viva MONTEIRO LOBATO!!

VIVA!!

Read Full Post »

lobato

O Blog Fio de Ariadne, da Vanessa lançou a blogagem coletiva “Quem foi seu Monteiro Lobato?” e convoca todos a participarem.

Dessa vez a editora JORGE ZAHAR EDITOR, propos ao Fio de Ariadne uma coletiva em comemoraçao ao Dia Nacional do Livro comemorado em 18 de abril e ela aceitou criando uma coletiva especial! A editora presentearà os autores dos tres melhores textos com lançamentos de seu catalogo, que serao entregues no endereço do premiado. Assim, além de escrever sobre suas lembranças na literatura, o participante concorrerà a um dos livros abaixo:

Arte-bamboles02.indd Barbies, bambolês e bolas de bilhar
67 deliciosos comentários sobre a fascinante química do dia-a-dia
Joe Schwarcz

 

livro-2-seis-graus Seis graus
O aquecimento global e o que você pode fazer para evitar uma catástrofe
Mark Lynas

 

livro-3-einstein-cozinheiro O que Einstein disse a seu cozinheiro
A ciência na cozinha
Robert L. Wolke

 

 

Como participar?

Inscreva seu blog deixando um comentário no post da coletiva là do blog da Vanessa (pode CLICAR AQUI), leve o selo do evento para o seu blog e publique, dia 18 de abril, um texto que conte como foi seu primeiro contato com o mundo das letras. Quem foi seu Monteiro Lobato? Quem incentivou voce a ler?

Atençao, sò concorrerao aos livros os textos publicados no dia 18 de abril.

Eu to nessa.. e voce?

Read Full Post »

bcO que seria de mim se nao fosse a net?

O que seria de mim sem os curiosos olhos que me guardam sem me ver me mantendo a espinha ereta, a mente esperta e o coraçao tranquilo? O que seria de mim sem os amigos-presentes e seus abraços virtuais ou sem os beijos de minha familia via webcam? O que seria de mim sem a força de palavras de esperança nos momentos dificeis?

Além de tudo o que recebo, de todas as baterias que recarrego com as palavras depositadas aqui, meu mundo é ainda mais admiràvel, porque eu posso compartilhà-lo com voce. Pra começar eu nem estaria aqui na Italia se nao fosse um e-mail de meu amado marido Ernesto, na época um ilustre desconhecido, que me achou “por acaso” no Yahoo. Qualquer dia eu conto esse causo que juntou, sonhos iguais e  nacionalidades diferentes. Nada é por acaso, é verdade, mas nem a magia do destino, ou de almas gemeas, sei là, seria possivel sem esse maravilhoso mundo da rede mundial.

Desconheço hoje meio mais dinamico, popular, rico ou democratico. E pela primeira vez na minha vida faço parte de algum tipo de parcela de privilegiados  em absoluto, ou de alguma minoria, se preferir assim. Somos cerca de um bilhao de pessoas no mundo com acesso à internet, mas apesar desse numero parecer grande, ainda restam 80% da populaçao mundial sem acesso a grande rede.

Especialistas estimam que, no primeiro semestre de 2009, metade da populaçao brasileira, ou seja, mais de 90 milhoes de indivíduos, terao de alguma maneira acesso à internet, seja em casa, no trabalho, no celular, seja em locais públicos. A cada ano, a conscientizaçao de que expandir esse acesso é sinonimo de inclusao social, cresce, e muito se tem feito. Mas ainda é pouco.

Todo dia eu rezo e junto com minhas energias positivas emanadas para esse universo, tem o meu desejo e a minha projeçao de que um dia seremos todos um, realmente TODOS-um, com livre acesso à informaçao, à cultura, aos direitos humanos à liberdade de expressao, à saùde e à internet. 

VIVA A MODERNIDADE!

 

bc1

 

 

O tema do texto de hoje foi uma proposta feita pelo blog ESTERANçA da Ester e se voce clicar no selo vai ler mais opinioes sobre o assunto e conhecer mais pessoas que me fazem sentir parte de alguma coisa muito maior do que apenas o meu mundinho.

Read Full Post »

Devo nao nego…

Mas nao é hoje ainda que vou publicar os novos selos que eu recebi. Nao sou do tipo superficial o bastante pra escrever qualquer besteira que me vem na cabeça quando se trata de meme-presentes que recebo dos amigos, mesmo que seja brincadeira, principalmente quando vem do Blog da B. o Brasil na Italia que pra mim é praticamente como um dicionario portugues-italiano que eu nao largo pra nada aqui no novo mundo, ou da Nana do blog Manga com Pimenta, uma pessoa linda que conheço ainda sò virtualmente, mas que jà parece amiga de outros tempos.

Garanto que a ligeira falta de conteùdo dos ultimos dias é por um motivo nobre: o marido ainda tà meia-boca e eu to là na funçao de enfermeira-chefe.

Aproveito pra pagar mais uma que to devendo que é divulgar a proxima blogagem coletiva que irei participar na semana que vem, dia 09 de março! O selo é esse:

bc1

Como a propria Ester do blog Esterança, promotora da idéia, descreve:

A blogagem coletiva gira em torno de um tema central que é “Inclusão Social”, dentro desse tema há muito o que ser falado sobre as minorias marginalizadas, sejam elas moradores de rua, favelados, deficientes físicos, vítimas de racismo, vítimas de violências domésticas, viciados, etc… Você poderá postar um texto de sua autoria dando sua opinião, ou colocar texto de outros autores, escrever uma poesia, colocar vídeos, enfim, vc escolhe a maneira como vai postar.

Todos os participantes irão postar no mesmo dia, que é dia 09/03. Se houver algum problema de postar nesse dia, postar antes e deixar para que os outros participantes possam ver sua postagem e comentarem. Todos irão visitar uns aos outros. A idéia é essa conhecermos novos pensares e novas pessoas.

Quem quiser participar pode deixar uma mensagem no blog Esterança até o dia 07 de março.

Beijo.Ciao.

Read Full Post »

Older Posts »