Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 31 de dezembro de 2008

FELIZ MUNDO NOVO!

Eu nao sou muito de balanço pessoal de fim de ano, sabe? Essa famosa avaliaçao do ano que passou, o que se realiza e o que se deixa de realizar, me acomete à época do meu aniversàrio, quando, aì sim, eu repenso os meus projetos pessoais e guardo o horizonte dos meus planos privados com os olhos da experiencia que vivi, tomo um folego e continuo a tocar o barco.

Esse tal “fim de ano”, fabricado forçadamente pelo calendario Gregoriano tem pouco efeito sobre mim. Tirando os fogos de artificio, que eu adoooro!! Hehehehe. Falando sério, nao vejo muito sentido em contar o ano, assim como determinaram, sem um referencial forte ligado a qualquer transformaçao, entende? Sem, por exemplo, um solsticio, sem um alinhamento planetario, sem alguma representatividade energetica, sem uma conexao com algo maior. Essas festas simbolicas, repetidas mecanicamente e comercialmente  me soam falsas, incompletas e vazias. Tenho a sensaçao de que algo se perdeu das antigas tradiçoes, e era algo da qual eu fazia parte.

Bom, na pratica eu repenso meu papel nesse mundo quase todos os dias. Sério, sem exagero. Tenho permanentemente uma sensaçao intima, latente, de fazer parte de algo muito além do pequeno nucleo onde estou vivendo fisicamente e reflito muito mais sobre o que eu possa melhorar no grande universo do que sobre coisas paupaveis.

Hà alguns anos venho seguindo algo que posso chamar de minha luz interior e é essa luz que me inspira, me impulsiona e guia o meu caminho. Mesmo tendo que comer, dormir e viver como uma mortal da face da terra eu sinto que preciso também manter essa luzinha acesa, viva, forte e pra isso procuro meditar, refletir, estudar, acentuar os meus valores e ainda manter a conexao dessa luz com a luz das outras pessoas. As luzinhas todas juntas, caminhando juntas, conscientes, evoluindo, crescendo, aprendendo, com os mesmo propositos do amor, da generosidade, da coletividade, do respeito, formam uma unidade. Essa unidade que jà é, ou seja, jà existe, somos nòs, todos os seres conscientes do universo. Essa unidade é agregadora, motivadora por si sò. Essa unidade é tranquilizadora,  protetora e definitiva. Fazendo parte dessa rede de luz sò nos cabe guardar a direçao e caminhar sempre avante. E é nisso que eu tenho pensado durante o ano todo, todos os dias, serena, segura e determinada. Unidade, entao.

Feliz mundo novo pra todos nòs!

Read Full Post »