Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 3 de outubro de 2008

Hoje eu acordei com dor de cabeça, com vontade de vomitar, de me jogar de uma ponte e de matar o marido Ernesto à garfadas. Tudo ao mesmo tempo aqui e agora. Assim, abri os olhos e vi o mundo cinza-fosco. O quarto todo escuro, por causa das cortinas de metal, tem apenas a luz da estufa acesa. Vejo o marido que dorme. Sinto a boca amarga. Nada de beijo hoje. Sento na cama. Acendo o abajour do meu lado. Tomo o floral. Coloco os brincos. Apago. Agora està mais escuro. Levanto chutando o chinelo e tropeçando no tapete. Saio do quarto e o frio gela meus braços. Volto, pego um casaco de moletom, passo talco nos pés, calço meias, saio de novo. Marido Ernesto ainda dorme. Chego ao banheiro, coloco pasta de dente na escova, me olho no espelho e.. PUTZ! QUE MERDA!.. QUATRO ESPINHAS! GIGANTES!!! Ahhh nao! Escovo os dentes rosnando e pensando: é melhor o Ernesto nao me encher o saco hoje e se ele perguntar quando levantar – “cade meus oculos, jòia?” – eu pego o garfo… Juro! Eu to que to! Lavo o rosto, arrumo os cabelos da franja disforme, que nao cresce nunca,  e hoje se parece com o escovao do McDonalds..  😦  Prendo pra cima com uma piranha. Fica uma bosta, mas nao pretendo sair de casa tao cedo. Olho uma mancha de sei là o que no chao do corredor. Maldita faxineira que nao veio ontem! Vou pra area de serviço. Pego um pano de chao. Limpo a mancha. Volto. Esfrego umas pantufas que botei de molho ontem. Esfrego, esfrego vigorosamente. Deixo de molho mais um pouco. Coloco umas toalhas na maquina de lavar. Ligo. Enxaguo umas calcinhas que lavei e coloco pra secar. Limpo o tanque. Guardo o sabao e a escova. Vou pra cozinha e começo a lavar a louça que restou de ontem. Que saco essa louça! Ai..ai.. Eu lavo, lavo, lavo e nao acaba nunca! Escuto o marido Ernesto levantar. Ele vem me dar um beijo e diz: buon giorno, nenem. Nem olho e dou um grunhido em resposta. Continuo na louça. Ele pergunta se quero comer alguma coisa. Respondo: Niente. Ele insiste: uma fruta, um biscoitinho? Eu irritada: Niente è niente. Nao quero nada. Ponto, basta. Ele abre a geladeira e pega uma manga. Pega uma faca pra descascar. Descasca. Come em silencio. Termina, levanta e vem colocar a faca na pia pra eu lavar… Eu olho aquela mao se aproximando com a faca suja depois que eu jà lavei quase tudo, espremo os olhos e penso: aproveita! Pega um garfo, um garfo.. anda.. vai..  AGORA!!!

Read Full Post »