Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Dia-a-dia’ Category

Quando to de tpm, tenho pesadelo.

Tenho pesadelo, e acordo de noite.

Acordo de noite, aì perco o sono.

Perco o sono, e passo o dia mal humorada.

Eu fico mal humorada quando to de tpm.

Read Full Post »

Otimismo in(f/v)ernal

A vida é tao engraçada. 

Faz um frio pavoroso là fora, todo dia chove, tem neblina, vento, às vezes neve… mas basta um diazinho de sol mixuruca, que mais parece luzinha de geladeira, pra gente achar que tà tudo lindo.

Ai..ai.

Read Full Post »

Um furacao…

… entra pela casa afora e jà sai levantando mòveis, vasos, tapetes, cortinas, lençois, toalhas, bibelos e tudo o mais que tiver pela frente.

… ruge rumorosamente aspirando ar, seres vivos, poeiras, entulhos, restos, folhas, tralhas, cacos, galhos e tudo o mais que tiver pela frente.

… lambe vigorosamente lavando chao, parede, superficie, cada palmo, centimetro, reentrancia, dobra,  e tudo mais que tiver pela frente.

… é, hoje foi dia de faxina.

:D

Read Full Post »

Sàbado é dia de…

G R A F O L O G I A !!!

E eu estou A-MAN-DO o curso! :D

Read Full Post »

Anorexia dental

Depois de uma hora e meia de tortura na cadeira da dentista  pra trocar uma obturaçao e fazer a limpeza anual, incluindo duas anestesias e raspagem, sair de là tremendo, stressada e com cada milimetro de gengiva dolorida… Quem tem coragem de colocar comida na boca de novo??? O.O

Read Full Post »

Profissao? Bruxa.

Vou fazer uma confissao: se tem uma coisa que me incomoda nesse novo mundo é responder questionàrio de loja… e eu sei bem o porque.

O fato é que passei uma vida inteira a atrelar meu ego e minha auto-estima ao meu trabalho e, desde que vim pra Italia, esse grande pilar da minha pessoa ruiu de uma vez sò. E foi pho-da beeeem dificil.

Até que, proseando no facebook com uma amiga-irma-flor, contando pra ela que anteontem eu sonhei que o Etna entrava em erupçao e que hoje o vulcao cuspiu fogo e fumaça, igualzinho no meu sonho, ela sugere: LuLu, porque voce nao trabalha como bruxa???

E eu A-MEI isso!!!

Nome?  Maria Luiza Rossi Di Salvatore.

Idade? Quarenta e dois anos.

Nacionalidade? Brasileira.

Profissao? Bruxa.

Etna visto da Reggio Calabria - Foto meteoweb.eu

Read Full Post »

Sonho à italiana.

Depois de quatro meses que me mudei pra cà comecei a sonhar em italiano. Na época foi um marco importante, pois sinalizou o inicio da fluencia na nova lingua que seria meu maior instrumento de comunicaçao daquele momento em diante.

Eu sonho muito. Vàrios sonhos e quase todas as noites, mas durante todo esse tempo que vivi aqui, todos os meus sonhos, mesmo que em italiano, se localizam no Brasil. Sonho com pessoas da minha infancia, com afetos e desafetos, com fantasmas do Natal passado, com minha familia de là… Sonhos exclusivamente com paisagens e momentos vividos nos quase 40 anos de vida brasileira.

Até que, esta noite, pela primeira vez, depois de quatro anos vivendo aqui, tive um sonho totalmente à italiana. Sonhei com personagens desta minha nova vida, meus novos afetos, minha nova familia… E sonhei que o Etna entrava em erupçao.

Mais um marco de uma era superada, prenunciando um novo inicio.

Etna - janeiro 2011 - Foto By LuLu na Italia ©

Bons sonhos.

Read Full Post »

Magia cor de ameixa

Tem feito uns dias frios, chuvosos… e isso me bodeia profundamente… Deu pra notar, nè?

Aì, resolvi fazer as unhas e pintei de vermelho beeeem escuro, cor de ameixa, sabe?…

Nossa!!.. To me sentindo MA-RA-VILHOSA!!!..

Até abriu um sol hoje, acredita???

Hehehehehe… :-D

A gente faz o que pode nessa vida pra ficar bem e transmutar a energia de uma onda errada, né nao?

Read Full Post »

Essa semana fui com o marido Ernesto fazer uma noite de plantao no posto de saùde de uma cidadezinha minuscula (3.767 hab.), chamada Gagliano Castelferrato.

A experiencia foi muito interessante, por estar ao seu lado, lhe fazer companhia no trabalho, além de me render sempre fotos incrìveis pois a regiao central da Sicìlia tem municìpios lindìssimos localizados a grandes altitudes, com vales verdes, castelos e uma visao privilegiada do vulcao Etna.

Gagliano Castelferrato - Foto By LuLu na Italia

Vou de novo nesse fim de semana acompanhà-lo num plantao de 36 horas. Depois eu volto pra contar como foi.

Read Full Post »

Frriiiioooo

Gravina di Catania CT, Italia

martedì
Rovesci
 11°  |   16°
Attuale: Per lo più nuvoloso
Vento: SO a 19 km/h
Umidità: 72%

Read Full Post »

10… 9…

Atualizar correspondência, organizar favoritos do laptop, fazer backups, separar cd’s, dvd’s, Levar maquina fotográfica na manutenção, separar fotos, imprimir, arrumar na mala.

Abrir caixas, rever presentes de casamento guardados, rever livros, separar, definir quais levar, limpar, doar, embalar, arrumar na mala.

Esvaziar gavetas e armários, experimentar roupas, separar, doar as que não servem mais, comprar tecido, botão, zíper, aviamentos, levar na costureira, definir modelos, desenhar, consertar, trocar botões, fazer bainhas, soltar costuras, lavar, passar, dobrar, arrumar na mala.

Rever sapatos, lavar, definir quais levar, doar, reformar, ajustar, arrumar na mala.

Buscar documentos novos já com o nome de casada, separar  históricos escolares, certificados, diplomas, levar no tradutor juramentado e traduzir pro Italiano.

Comprar polvilho, farinha de mandioca, fubá,  fermento em pó Royal, gelatina solúvel, Nesquik de morango, sucos em pó, goiabada, castanha de cajú, castanha do pará, feijão preto, lembrancinhas, Naridrin e Maracugina.

Comprar mala nova.

Pesar malas.

Notas Mentais:

Vai dar, eu sei que vai.

É incrível a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer.

Read Full Post »

Hoje de manhã bem cedo o marido Ernesto tava me elogiando na webcam do msn me dizendo que eu tô com a pele bonita, elogiou os cachos do meu cabelo… Ele me acha sempre linda, mas eu senti que até ele percebeu que alguma coisa mudou em mim desde que cheguei ao Brasil.

Na hora eu respondi: é o clima, amore mio. Mas quando disse isso não me referia à esse inverno maluco de Brasília onde os termômetros variam entre 28 e 32 graus(que eu estou amando!!), e sim a todo esse amor e aconchego de útero materno que venho recebendo, que começa no cafuné, deitada na cama de minha mãe, passa pelas duzentas e cinquenta vezes que escuto a vozinha linda da minha sobrinha, afilhados e filhos de amigos queridos me chamando de “titia”, e vai até o brilho no olhar dos afetos, amizades e amores que tenho cultivados aqui.

Jardim de pessoas- flores, temperatura amena, muitos beijos e manifestações de carinho… Esse é o clima ideal.

Read Full Post »

Vira, vira, vira…

coraline-e-la-porta-magicaAcabamos de voltar do cinema. Eu e marido Ernesto damos preferencia pras quartas feiras pra nutrirmos nossa cinefilia jà que, além de ser meio de semana e consequentemente mais tranquilo, ainda é mais barato.

Fomos assistir a mais um filme 3D, nosso novo vicio, “Coraline e la porta magica”. Lindo!! Um desenho animado daqueles mais pra adultos do que pra crianças. Uma fàbula de horror nos moldes de Noiva Cadàver… lembra? Muito gostosinho o roteiro. Os efeitos tridimensionais do Os Monstros.. era mais surpreendente, mas mesmo assim ainda estou adorando curtir aquela sensaçao de coisas que saltam da tela.

Na volta, do shopping pra casa, um gato preto cruzou a estrada na frente do carro.

Lembrei do Secos & Molhados… e vim cantando pra casa: 

O gato preto cruzou a estrada

Passou por debaixo da escada.

E lá no fundo azul

na noite da floresta.

A lua iluminou

a dança, a roda, a festa.

Vira, vira, vira

Vira, vira, vira homem, vira, vira

Vira, vira, lobisomen

Vira, vira, vira

Vira, vira, vira homem, vira, vira

 :-) Hehehehe…

Read Full Post »

Titia em: 1001

Bruna_dente_2009

:-D

Tantas novidades, né Brunequinha-linda-da-titia!?

Nao é mais um buraquinho, é uma portona na frente.

Tem mais um dentinho mole.

O que caiu primeiro jà està despontando, dà pra ver o branquinho.

 Tà deixando a franja crescer.

Ai que saudade!!!

Read Full Post »

Vira e mexe surge a curiosidade de como é a minha vida aqui no Mundo Novo e pra quem pergunta eu respondo: rotina normal de quem mora numa cidade pequena, fora da regiao dos grandes centros urbanos, num bairro tranquilo, numa casa com jardim, casada, sem filhos, estudando uma nova lingua, estudando culinaria, sem trabalho fixo. Simples assim. Mas, sei là porque parece que isso nao satisfaz, o povo quer saber detalhes emocionantes, como se pelo fato de morar na Itàlia (òòòò :-D) e na Europa (òòòòòòò… :-o)  as coisas necessariamente tenham que ter “glamur” … hehehehehe… Mas nao tem!!!  Ou melhor, até pode ter, depende de cada um, do que faz, o que estuda, no que trabalha, onde mora e com quem, né nao? 

Entao, tà, atendendo a pedidos:

A rotina da LuLu – uma dona de casa na Italia.  

Manha:

Acordo em torno de 7h nessa época de primavera/verao, mas como nao uso despertador pode variar em meia hora pra menos ou pra mais, dependendo do dia ou da hora em que fui dormir na noite anterior. Sò acordo muito mais cedo do que isso, tipo 4h, 5h da matina, quando me ataca a insonia. Muito mais tarde do que isso, sò se estiver doente, ou se estiver muuuito frio.

A primeira coisa que eu faço em absoluto é beber um copo dàgua. Isso é sagrado. Vou ao banheiro. Escovo os dentes, lavo o rosto, prendo o cabelo da frente ou todo num coque alto. Inverno ou verao nao importa, nao aguento cabelo caindo no rosto!

Vou pro escritorio/consultòrio do marido Ernesto e ligo o computador. Abro e respondo e-mails, leio o Reader, navego em alguns blogs, jornais e sites.

Abro as persianas e cortinas das janelas da sala pra entrar luz pras plantas de dentro de casa.  Idem na cozinha, sala de TV e lavanderia. Abro a porta do balcao da cozinha que dà pro jardim. Dou uma sacada no ar e uma geral nas plantinhas de dentro e do balcao, algumas eu rego, outras podo as folhas velhas ou arranco alguma erva daninha.

Preparo o café da manha pra mim, e pro marido Ernesto quando ele nao està de plantao. Se ele estiver em casa dorme até umas 9h e aì tomamos café juntos. Tem dia que é fruta picadinha com granola e Yogurt. Tem dia que é pao integral com queijo fresco. Eu sei, eu sei… eu exagero falando que nao como coisa light, mas faço esse sacrificio, sim, de veeeeeeeeizzzz em quando. No minimo uma vez por semana eu preparo um bolo, rosca, biscoitinhos caseiros, pao caseiro, muffins ou  qualquer coisa do genero pra deixar pronto pra semana toda. O marido Ernesto adoooora muffins com cappuccino gelado, eu adoro biscoitinhos molhados no leite com achocolatado (gelado no verao, pelando no inverno).

Na primavera/verao, em geral na parte da manha nos dedicamos à jardinagem. Quem tem jardim e horta em casa (e nao tem jardineiro) sabe: tem sempre alguma coisa pra fazer. SEMPRE. Entao é podar, adubar, regar, plantar, mexer na terra, limpar, endireitar, arrancar, dedetizar…

Numa manha qualquer também podemos ir ao supermercado, shopping ou a alguma feirinha de bairro pra comprarmos verduras, frutas ou o que estiver faltando. Aos sàbados tem uma feirinha a dois passos daqui de casa e eu deixo o marido dormindo e vou sozinha sapear por là. Pesquiso, pechincho, fotografo… Amo!

Se estivermos em dia com os deveres de casa  e nao tiver por exemplo nada pra costurar, consertar ou lavar podemos também sair pra passear, aì vamos pra algum parque, praça, castelo, cidade històrica ou praia pra curtir, caminhar de maos dadas, tomar sorvete (jà te disse que o sorvete da Sicilia é o melhor da Italia e um dos melhores do mundo? Poisé)… ou fotografar.

De quinze em quinze dias vem uma senhora dar faxina mais pesada na casa  e vira um mutirao pra terminar tudo das 8h até as 13h. Barba, cabelo e bigode.

A manha termina com o almoço, mas nunca antes de 13h.  Gosto muito de cozinhar e experimentar receitas novas e em geral prefiro almoçar bem, tranquila e em casa. Claro que rolam eventualmente almoços em restaurantes, almoços na casa dos sogros, almoços em self-service, lanches em pé numa pracinha, piqueniques em parques, salgadinho de padaria e até McDonalds.

Tarde:

Depois do almoço o marido Ernesto dorme. Sem exceçao. Eu posso até tirar um cochilinho de meia hora em um dia preguiçoso, mas nao gosto de dormir de tarde e em geral venho pro computador. E’ a hora em que a casa fica silenciosa e eu me sinto à vontade pra pesquisar, descarregar e trabalhar fotos, escrever no blog e colocar as idéias do dia em ordem. Essa é a também a hora de estudar, o que quer que seja, a liçao de italiano, de jardinagem ou de culinària.  Se encontro algum amigo ou alguém da familia essa é a hora do chat também. Pra tudo isso dedico no minimo tres horas.

Nao costumo ficar sentada na frente do computador quieta o tempo todo. No meio de algum download aproveito e coloco alguma roupa na maquina pra lavar, ou estendo alguma que jà secou, e ainda leio revista, costuro, desenho e assisto TV ao mesmo tempo. Sempre fui assim… multiatarefada.

Minha rotina varia com a do marido Ernesto, claro. Como jà mencionei, se ele tem plantao (10h, 12h ou 24h), por exemplo, eu me adapto pra ter sua companhia por um tempinho a mais, ou preparo a “marmita” que ele leva pro trabalho ou saio do computador pra ele receber os pacientes no consultòrio. As vezes ele precisa dormir um dia inteiro seguido depois de 24 horas de plantao, e eu procuro respeitar a necessidade dele e saio. Saio pra uma caminhada, dou uma volta no bairro, ou vou ao salao, ou vou ao mercado, ou fico jardinando, costurando ou lendo em silencio pra nao acordà-lo.

Fim de tarde tem a ducha refrescante depois de um dia cheio,  e tem o momento beleza: manicure, sombrancelhas, pele, cabelos, creminhos e o que mais houver… me dedico sò a mim… porque ninguem é de ferro, nao?

Noite:

Uma vez por semana tem as aulas de culinària a partir de 19h e nao tem hora fixa pra terminar, nunca antes de 23h. O jantar é incluso, entao o marido Ernesto se ajeita em casa, esquenta alguma coisa que eu jà deixei pronto, pede uma pizza ou aproveita pra ir jantar na casa dos meus sogros. Se o marido estiver livre ele me leva e me busca, às vezes vou e volto dirigindo e até prefiro. Gosto de ficar fofocando com os colegas depois da aula.

Quando nao tem aula vamos ao cinema, vamos tomar sorvete em alguma praça, ou jantamos fora, ou jantamos na casa dos sogros, ou vemos um DVD em casa até o sono chegar, ou eu fico sozinha em casa e, nesse caso, venho pro computador fofocar no messenger.

Meu fim de noite é, via de regra, assistindo TV. Eu sou viciada em dormir assim desde mocinha.  O marido jà prefere ler pra provocar o sono. Fecho a casa inteira. Baixo todas as persianas. Apago todas as luzes, menos uma luzinha guia que deixamos acesa. Coloco um copo d’àgua na beira da cama e fico zapeando os canais de televisao, deitada até o sono chegar. Quando vem o sono, coloco o timer sleep para quinze minutinhos, coloco uma mascara de tapa-olhos (daquelas de aviao, igual ao gato do cartoon, o Manda-chuva), coloco o aparelho dos dentes, viro de lado e… beijo,ciao. Adormeço rapididinho.

E…. Buona notte.

Read Full Post »

Quem achou que hoje ia ter post requentado vai ter uma surpresa, porque resolvi começar a semana assim: quebrando paradigmas… ou seja, mudando.

Pra começar, segunda feira nao vai ser chamada assim jà que vem carregada por mim de um passado de rejeiçao e preguiça. A partir de agora pretendo fazer como na tradiçao pagã e tratar esse dia como DIA DA LUA (em italiano lunedì).

A Lua, na Astrologia, é o regente de Cancer. Ela representa nossas necessidades  emocionais mais profundas, nossas reaçoes e hàbitos instintivos e o inconsciente. Entao o DIA DA LUA serà … alma, lembrança, memória, passado, emoçao, um olhar para mim mesma.

Dia de olhar pra dentro. Nem sempre serà fàcil, mas vou evitar fugir jà que a fuga parece ter sido o caminho mais fàcil até agora.

Entao…

Nos ultimos dias a reflexao forte foi (e tem sido desde muito tempo) sobre o meu corpo. Explico: engordei muito nos ultimos tempos e por mais que me esforce, caminhe, observe a minha alimentaçao, nao volto pro meu peso històrico de tantos anos. E’ verdade, fui quase sempre magrela  até os meus trinta e poucos anos. Nao tenho todas as respostas sobre como cheguei até o ponto de hoje, fora as coisas obvias: sedentarismo, inverno longo e rigoroso, idade, mudanças de habitos alimentares… O que eu sei: nao gosto de padronizar quase nada e nem a mim mesma. Sei também que tem gente bem mais gordinha e feliz da vida e menos gordinha do que eu cheia de complexos. A imagem que tenho de mim ANTES de olhar no espelho nao corresponde àquela que vejo. Nem sei se é assim pra outras pessoas, mas o que vejo é pior do que eu imagino.

O fato é que andei olhando bastante pra mim nos ultimos dias no espelho, coisa que nao faço sempre, pode acreditar. Eu olho pra escovar os dentes, pra pentear o cabelo, e pra me vestir rapidamente, mas olho de relance, sem querer me ver, essa que é a verdade.

Até que chegou a primavera/verao na Italia, os termometros começam a subir e à parte que eu jà nao aguentava mais tanto frio e ausencia de luz de sol, sinto um frio na barriga sò de pensar em ir à praia. Nao me entenda mal eu adoro praia!! Vivendo a maior parte da vida numa cidade da regiao central do Brasil, onde o mar mais proximo ficava a mais de 1500km de distancia, verao é sinonimo imediato de praia. Nao gosto muito de me bronzear, mas adoro o calorzinho do sol, adoro nadar no mar com minha bòia e curtir a leseira debaixo de um guarda-sol, lendo, fazendo palavras cruzadas, ou mesmo sem fazer nada. ADORO! Hoje eu vivo numa ilha, olha que maravilha! Numa cidade do litoral da Sicilia, entao… praia é quase um programa obrigatòrio nessa época.

O problema é a parte do maiô. Os que eu trouxe nao me servem mais e fui procurar algum pra mim essa semana. A busca foi um sofrimento! Um drama, mas também uma comédia, viu? Experimentei uns cinquenta, sem exagero! E olha, é a mais pura verdade que existe mais tecido num sò biquini vendido na Europa do que a soma de todos os biquinis que jà usei na minha vida! Nos meus tempos aureos de magrela, claro. E no fim da saga encontrei um que me… serviu. Ai..ai…  

:-(  O balanço foi uma equaçao bem dolorosa: gordura + celulite + flacidez = autoestima abaixo do joelho.

Read Full Post »

Espera-nça

Jardim_maio_2009 (92)Jardim_maio_2009 (98)Jardim_maio_2009 (94)Jardim_maio_2009 (95)Jardim_maio_2009 (97)

Read Full Post »

Morango_2008

 

Eu jà te contei que … tenho morangos plantados no meu jardim? Poisé. Decidimos começar uma horta e entao semeamos os bonitinhos, regamos, cuidamos e os pezinhos fofos cresceram rapidinho e começaram a dar frutos, ainda no ano passado. Tirei foto e tudo mais. Este ano, no inicio da primavera, os pés jà estavam carregadinhos de morangos verdinhos e lindinhos. Morri de orgulho.

 

Lagartixa_2008_04_21 (1)

 

Eu jà te contei que… crio lagartixas no meu jardim? Poisé. Um dia o marido Ernesto salvou uma das garras da morte (tirei foto e tudo o mais) cuidamos, deixamos a bichinha ficar e ela (ou ele, sei là) encontrou um parceiro no ano passado, e fizeram filhinhos e este ano, no inicio da primavera, conseguimos contar, entre adultos e filhotes, ao menos oito, também verdinhas e lindinhas. Morri de orgulho.

Um belo dia estàvamos curtindo um por-de-sol no balcao da varanda que dà pro jardim, tomando sorvete (Eu jà te contei que o sorvete da Sicilia é o melhor da Italia? Poisé), em silencio, ouvindo os passarinhos… uma delicia… uma coisa bucolica e romantica de se ver…  até que… o marido ve uma lagartixa comendo um morango ainda verdinho!!! :-( … Morri de raiva!

Entao, jà te contei que desde que planto morangos e crio lagartixas no meu jardim nao consegui mais comer um sò morango inteiro?

E te conto mais… Poucos dias antes daquela cena romantica do balcao, ainda empolgados pelo sucesso dos morangos verdinhos e promissores, resolvemos incrementar a horta e plantamos vààààrias plantinnhas novas: tomatinhos cereja, pimentoes vermelhos e amarelos, berinjelas e abobrinhas…

Poisé.

Read Full Post »

 Meteo per Gravina di Catania CT, Italia

sex     

meteo_chance_of_rain 

16°C|23°C

sab

meteo_partly_cloudy

17°C|27°C

dom

meteo_partly_cloudy

17°C|27°C

seg

meteo_partly_cloudy

17°C|29°C

Read Full Post »

Acordei assim.

Manhã nublada.

Sem luz.

Lenta.

Fria.

Pesada.

Ar comprimido.

Umidade alta.

Instável.

Olhar turvo.

Sem graça.

Horizonte indefinido.

Chuva

Read Full Post »

Jardim_12_05_2009 (041)_Roseira_Pulgao_HJardim_12_05_2009 (033)Jardim_12_05_2009 (153)Jardim_12_05_2009 (116)Jardim_12_05_2009 (66)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Nem toda flor é nobre.

Jardim_12_05_2009 (68)Jardim_12_05_2009 (74)Jardim_12_05_2009 (145)BJardim_12_05_2009 (130)VJardim_12_05_2009 (171)

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Procurando bem

   Todo mundo tem pereba

      Marca de bexiga ou vacina

         E tem piriri, tem lombriga,

            tem ameba

               Só a bailarina que não tem

                E não tem coceira

                   Berruga nem frieira

                      Nem falta de maneira ela não tem

 

Bruna_Bailarina_maio_2009

 

Futucando bem

   Todo mundo tem piolho

      Ou tem cheiro de creolina

         Todo mundo tem

            um irmão meio zarolho

Só a bailarina que não tem

                Nem unha encardida

                   Nem dente com comida

                      Nem casca de ferida ela não tem

 

 

- Trechos de: Ciranda da Bailarina – Edu Lobo / Chico Buarque -

Read Full Post »

flores_01_05_2009-0401

1- Pegue um vidro grande de conserva, lave bem lavadinho e reserve.

2- Passe um papel crepom, ou qualquer pedaço de tecido rustico que voce tenha guardado (sabe aquele que embrulhava um presente do ultimo natal?), dobre e prenda no vidro de conserva com um elastico.

3- Coloque dentro do vidro uma esponja de cozinha, encha com àgua e salpique uma pitadinha de bicarbonato.

4- Colha as flores do jardim, aproveitando pra colher também as ervas daninhas, que jà estao passando da hora, e estao explodindo em flores evitando assim que as sementes caiam na terra e formem o dobro de ervas daninhas no ano que vem.

5- Arrume as flores num bouquet bem distribuido.

6- Enfeite um cantinho de sua casa. :-)

flores_01_05_2009-006flores_01_05_2009-030

Read Full Post »

Titia em: O dente

No msn..

- Titia, sabia que o meu dente ficou mole, eu puxei e ele saiu?

- Nossa, meu amorzinho, que corajosa que voce é! Que emocionante, nè? E doeu Brunequinha?

- Nem doeu, titia. Sò que agora ficou um buraco… Voce qué vê?

brunequinha_dente_2009-001bbrunequinha_dente_2009-005bbrunequinha_fev_2009-005c

E assim a vida segue…

E assim eu mantenho a ilusao de estar ao seu lado…

E assim eu vejo voce crescer e acompanho as suas descobertas…

E assim eu preencho um pouquinho o meu ser com o seu ser que me é tao caro.

E assim dividimos nosso amor, Brunequinha-linda-da-titia!!!!

Read Full Post »

Marido Ernesto e eu curtimos uma telona toda semana. Ambos somos cinéfilos o que, num certo sentido, quer dizer que vemos todo tipo de filme pra ter o que falar, nem que seja falar mal. E, claro, acontece de ver alguma porcaria decepcionante que nao vale nem o preço do ingresso (que aliàs é em euro!), mas a produçao européia em geral é riquissima e eu to adorando sair do circuito padraozao comercial americano de enlatados. Bom, apesar de certa prevençao contra filmes “comerciais” e contrariando estatisticas que dizem que se repete muito mais vezes, para muito mais pessoas aquilo  que nao se gosta, eu falo MUITO do que eu gosto e eu simplesmente ADOREI o filme Mostri Contro Alieni  (em portugues: Monstros X Alienigenas) da Dreamworks.

 

mva_skin-01

O desenho é pra adulto e é deliciosamente sarcastico. Os personagens sao meio clichezados num certo tipo de “liga da justiça” com representantes padrao do tipo “o cerebro”, “a força”, “a versatilidade” e “a ingenuidade”… mas funciona. Funciona tanto que eu, virginiana-critica-chata-dificil-de-se-convencer dei boas e gostosas risadas como hà muito tempo nao fazia e fiquei completamente presa na trama até o fim que, felizmente, nao é tao obvio assim, apesar do bem vencer o mal, lògico.

O grande problema do filme, pra mim, é também a sua maior qualidade: os efeitos 3D sao tao geniais e bem feitos que a gente sai do cinema querendo assistir tudo assim de agora em diante. Parece que nao vai ter mais graça ver filme “somente” em duas dimensoes.

Entao, o filme é pra ser visto em tela grande, nao espere sair em DVD senao voce vai se arrepender. Eu recomendo.

Read Full Post »

Titia

 … No messenger… 

- Titia, eu jà sei escrever meu nome em letra cursiva, voce qué vê?

- Quero, sim Brunequinha-linda-da-titia-que-eu-amo-muito! :-)

Ela pega um caderno e me mostra a folha em branco preocupada em me demonstrar que nao tem truque… ;-)

- Olha, nao tem nada escrito, ta vendo? 

Ela pega a caneta e escreve… e me mostra.

Eu vibro.. dou xilique… falo que quero espremer… chamo ela de xiribilinha-tipi-tipi-moranguinho-gostosinha… essas coisas que ela adora.

Ela dà sò aquele sorrisinho de sapo, sem mostrar os dentes e continua:

- Titia, agora vou te mostrar que eu sei escrever “Ana”  também.. 

E de novo.. a folha em branco… e escreve.. e me mostra..

Eu faço a mesma firula… a maior festa…  dou gritinhos…aiiiii…  falo que quero morder a bochecha dela, que espremer é pouco….

Ela adora.. ri mostrando as covinhas… e aì me fala:

- Titia, agora voce vai desmaiar, porque eu sei escrever “Rossi” em letra cursiva!

Ela escreve.. e me mostra…

Eu faço mais firula ainda… aiiiiiiii…  finjo que vou desmaiar… que to com taquicardia…  me taco no chao… e eu tiro foto …

Ela adora… dà cada gargalhadinha gostosa…

Eu me derreto toda!

Ai… ai.. como a gente é besta, nè?

bruna_abril_2009-0051bruna_abril_2009-004b1bruna_abril_2009-0061

Read Full Post »

:-D

No dia primeiro de abril eu nao publiquei nenhum post.

E é verdade.

Read Full Post »

Saudade de prosear por aqui, de contar os causos, as cronicas diàrias. Pra matar essa saudade de tantos dias de ausencia e pra entender mais um pouco do meu mundinho siciliano resolvi fazer uma especie de manual cultural para marinheiros de primeira viagem e selecionei algumas curiosidades:

 O pessoal daqui é louco por futebol tanto quanto os brasileiros, e como tem tantos craques que jogam na Italia, sempre sabem o nome de algum jogador: Kakà, Cafu, Dida, Ronaldo, Ronaldinho..
 A primeira observaçao que fazem quando eu digo que sou brasileira é: Nossa, como voce é solar! Eu nao sei exatamente o que significa, mas  desconfio  que é porque eu sou bem branquela (branca, luz, sol, solar… sei là!) e eles achavam que toda brasileira era escura.
 A primeira pergunta cretina que me fizeram: Voce dança? Ta certo que foi dito por uma pessoa que parece que nao pensa, mas pra maioria dos italianos todo brasileiro sabe sambar e toda brasileira ou é passista de escola de samba ou é mulata do Sargenteli. 
Na Sicilia onde eu moro, no verao é um calor do cao! Em 2007 eu peguei  47 graus!! No inverno é um frio desesperador, ao menos pra mim que nao to acostumada, mas o maximo que peguei aqui foi 2,3 graus abaixo de zero. A coisa mais linda do inverno é a neve!
Aqui chove muito no outono e no inverno, sao verdadeiras tempestades.
 Em compensaçao na primavera, que começa agora, o calor vem chegando devagarinho e o mundo se enche de flores! E’ lindo demais! Os dias sao muito bonitos, sem chuva, e esse periodo maravilhoso continua até o final do verao.
No auge do inverno amanhece as 08h da manha e anoitece as 16h e no auge do verão, amanhece as 06h e anoitece as 20h.
Uma amiga do curso de culinaria me disse que dà para sacar quando uma pessoa é brasileira porque nòs usamos pouca maquiagem e muitos colares (mesmo no inverno). Hehehehe me deu vontade de rir do generalismo, mas eu sou assim mesmo! 
Os banheiros e as cozinhas nao tem ralo no chao!!! Isso mesmo, nao dà pra lavar  jogando  àgua e sabao! Eles usam àgua com detergente e um tal esfregao que chamam de “mocho”. Cada um tem seu jeito, né? Eu jà fui logo subvertendo as coisas, girei a cidade inteira, achei um rodo e dei um jeito de lavar com àgua e sabao e nao apenas com detergente! Onde jà se viu nao enxaguar com àgua até o pano sair limpinho como a minha mae me ensinou!!
Faxineira aqui é artigo de luxo e cobra de 6 a 10 euros por hora!! Sao quase 30 reais por hora!!
 Manicure que no Brasil eu tinha, em casa, toda semana aqui passou a ser artigo de ultima necessidade. Cariiiissssimmo! Pra falar a verdade qualquer tipo de serviço de beleza é um absurdo e desde que estou aqui fui ao salao somente umas 5 ou 6 vezes.
 O lençol de cama nao tem o “virol”, ou seja os lençois nao tem aquela emenda que nos permite colocar o desenho da roupa de cama virada pra cima, o avesso pra baixo e ainda assim virar a pontinha do lençol e continuar com o mesmo desenho.
Algumas contas da casa vem bimestralmente ou trimestralmente ou ainda semestralmente. Isso me faz tomar cada susto com as contas de àgua, gàs e luz por exemplo.
 Cheque depositado demora DEZ dias uteis pra compensar!
 No cinema todos os filmes sao dublados em italiano. Todos. Nao existe filme legendado com som original.
 No cinema, bem no meio do filme tem um intervalo de uns 15 minutos e aparece escrito numa tela branca “INTERVALLO”. Hahahahaha. Eu morri de rir a primeira vez que eu vi isso. De nervoso. Sei là pra que é isso. Acho que é pra sair pra fumar, pra comer ou pra ir ao banheiro, mas eu acho um absurdo interromper o clima do filme bem no meio.
Come-se pao TODOS os dias em todas as refeiçoes e massas quase todos os dias. Habitualmente as refeiçoes sao divididas assim: um primeiro prato – massa, risotto, salada de arroz, batatas ou polenta.. segundo prato: carnes, peixes, aves, salames, frios, queijos, verduras acompanhadas de pao… salada depois ou junto com o segundo… e pra finalizar: fruta fresca ou seca depois da refeiçao.

E aì? Gostou?

Read Full Post »

O abre-bolsa

A Denise do blog Sindrome de Estocolmo começou uma brincadeira interessante e perguntou o que é que as leitoras tinham nas suas respectivas bolsas. A brincadeira é mostrar, meeesmo a nossa bolsa do dia-a-dia. Confesso que a idéia me provoca um ligeiro desconforto, quase como se eu me mostrasse semi-nuda. Mas… como eu adoro me tirar da zona de conforto, resolvi aderir. Eu sou dessas neuroticas que quando acontece de calçar uma meia com um furinho no dedo ou no calcanhar pensa logo: ai meu deus e se me acontecer de eu ter que tirar o sapato? E se eu torço o pé? Seilà! Fico na paranòia !! Sabe quando cai um pingo de molho na blusa, no restaurante? Eu nao tiro mais a mao de cima!!! Juro que tenho horror dessas coisas!!

Bom, limpei a bolsa primeiro, claro. Joguei um quilo de papel acumulado fora e fiz tudo bonitinho: foto e legenda. E aì està.

bolsa_20091

 

1- A bolsa é simples e nao tem pedigree, como a grande maioria das minhas coisas, e eu nao ligo muito pra isso. Me importa o tamanho dela – enooorme como eu gosto – e o fato dela ser preta e ter detalhes em couro liso e couro envernizado. Pràtica e combina com tudo. Comprei numa loja de departamentos  grande daqui, que nao me lembro agora o nome.

2- Tenho um saquinho plastico com meu passaporte, a certidao de casamento e o permesso de soggiorno, os meus documentos validos aqui, que mantenho assim, fora da carteira, à mao, num compartimento interno com ziper, pois me pedem muitas vezes, entao jà fica facil. Nao achei ainda alguma carteira porta-documentos que eu goste, mas estou à caça.

3- Aqui, nos semaforos, tem gente que limpa os vidros do carro ou vende pacotinhos de lenços de papel pra ganhar uns trocados. Eu compro pra ajudar, quando posso. E entao, tenho sempre um pacotinho na bolsa.

4- Meu celular e um saquinho de silica que mantenho junto com ele num bolso interno da grande bolsa.

5- Essa é uma necessaire que eu adoro. E’ feita com uma malha acrilica transparente e contém o que eu chamo de kit sobrevivencia na selva. Nesse kit tem: um gancho pra pendurar a grande bolsa na mesa do bar ou do restaurante, mini-làpis, mini-caneta, um elastico, um isqueiro, uma lente de aumento, um porta-pilulas, um envelope de analgesico efervecente e mais um saquinho de silica.

6- Um pente-espelho beeeeem vira-lata desses de camelo ou de feira.

7- Chaves de casa e do carro.

8- Um bloquinho de anotaçoes e uma caneta.

9- Uma agenda de telefones e endereços de PAPEL, porque eu NAO confio em agenda eletronica. Detalhe: laranja.

10- Um mini-dicionàrio italiano/portugues.

11- Meus oculos escuros, minha unica fidelidade de marca: Ray Ban. Sempre.

12- No inverno, carrego a dupla luvas de dedinhos e gorro para me proteger de qualquer rajada de vento mais gelada que possa me pegar de surpresa.

13- Minha carteira, porta moedas e porta cartoes. Tudo junto, ao mesmo tempo e…. laranja. :-)

14- Minha “pequena” maquina fotografica Fujifilm semi-pro e seu “mini” case, que tem dentro ainda um paninho especial pra limpar a lente, 4 pilhas extras, pendrive de transferimento de dados e um card de memoria extra.

 

Como diria Janis Joplin: – That’s it! Hehehehehe..

Read Full Post »

A voce

Continuando com a retrospectiva, destaco uma das musicas de maior sucesso nesse ultimo ano por aqui. Foi lançada assim que cheguei e tocou muito, mas muito mesmo no radio. Entao na minha cabeça foi o Hit Parade absoluto. A cançao, uma  declaraçao de amor apaixonadamente profunda, contribuiu  consideravelmente  para o desenvolvimento do meu vocabulario em italiano.

Dedico essa cançao ao meu grande amor, ao meu amor grande.

A Te
- Jovanotti -

A te che sei l’unica al mondo (A voce que é unica no mundo)
L’unica ragione (unica razao)
Per arrivare fino in fondo (pra chegar até o fim)
Ad ogni mio respiro (em cada respiro meu)
Quando ti guardo (quando te olho)
Dopo un giorno pieno di parole (depois de um dia cheio de palavras)
Senza che tu mi dica niente (sem que voce me diga nada)
Tutto si fa chiaro (tudo se torna claro)

A te che mi hai trovato (A voce que me encontrou)
All’angolo coi pugni chiusi (numa esquina com os punhos fechados)
Con le mie spalle contro il muro (com os ombros contra o muro)
Pronto a difendermi (pronto a me defender)
Con gli occhi bassi (com os olhos baixos)
Stavo in fila (estava na fila)
Con i disillusi (com os desiludidos)
Tu mi hai raccolto (voce me acolheu)
Come un gatto (como um gato)
E mi hai portato con te (e me levou com voce)

A te io canto una canzone (A voce eu canto essa cançao)
Perchè non ho altro (porque nao tenho outra)
Niente di meglio da offrirti (nada de melhor pra te oferecer)
Di tutto quello che ho (de tudo aquilo que tenho)
Prendi il mio tempo (toma o meu tempo)
E la magìa (e a minha magia)
Che con un solo salto (que com um so salto)
Ci fa volare dentro l’aria (Nos faz voar no ar)
Come bollicine (como bolhas)

A te che sei (A voce que é)
Semplicemente sei (Simplesmente é)
Sostanza dei giorni miei (razao dos meus dias)
Sostanza dei giorni miei (razao dos meus dias)

A te che sei il mio grande amore (A voce que é o meu grande amor)
Ed il mio amore grande (e o meu amor grande)
A te che hai preso la mia vita (a voce que tomou a minha vida)
E ne hai fatto molto di più (e fez muito mais)
A te che hai dato senso al tempo (a voce que deu sentido ao tempo)
Senza misurarlo (sem medi-lo)
A te che sei il mio amore grande (a voce que é o meu amor grande)
Ed il mio grande amore (e o meu grande amor)

A te che io (A voce que eu)
Ti ho visto piangere nella mia mano (vi chorar na minha mao)
Fragile che potevo ucciderti stringendoti un pò (fragil que poderia matar-te apertando-te um pouco)
E poi ti ho visto (e depois te vi)
Con la forza di un aeroplano (com a força de um aviao)
Prendere in mano la tua vita (tomar nas maos a sua vida)
E trascinarla in salvo (e arrasta-la a salvo)

A te che mi hai insegnato i sogni (A voce que me ensinou os sonhos)
E l’arte dell’avventura (e a arte da aventura)
A te che credi nel coraggio (a voce que cre na coragem)
E anche nella paura (e também no medo)
A te che sei la miglior cosa (a voce que é a melhor coisa)
Che mi sia successa (que me aconteceu)
A te che cambi tutti i giorni (a voce que muda todos os dias)
E resti sempre la stessa (e permanece sempre a mesma)

A te che sei (A voce que é)
Semplicemente sei (Simplesmente é)
Sostanza dei giorni miei (razao dos meus dias)
Sostanza dei sogni miei (razao dos meus sonhos)
A te che sei (A voce que é)
Essenzialmente sei (essencialmente é)
Sostanza dei sogni miei (razao dos meus sonhos)
Sostanza dei giorni miei (razao dos meus dias)

A te che non ti piaci mai (A voce que nao se gosta nunca)
E sei una meraviglia (e é maravilhosa)
Le forze della natura si concentrano in te (as forças da natureza se concentram em voce)
Che sei una roccia sei una pianta sei un uragano ( que é uma rocha, é uma planta, é um furacao)
Sei l’orizzonte che mi accoglie quando mi allontano (é o horizonte que me acolhe quando me afasto)

A te che sei l’unica amica (A voce que é a unica amiga)
Che io posso avere (que eu posso ter)
L’unico amore che vorrei (unico amor que iria querer)
Se io non ti avessi con me (se eu nao te tivesse comigo)
A te che hai reso la mia vita (a voce que fez a minha vida)
Bella da morire (linda de morrer)
Che riesci a render la fatica (que consegue fazer do cansaço)
Un immenso piacere (um imenso prazer)

A te che sei il mio grande amore (A voce que é o meu grande amor)
Ed il mio amore grande (e o meu amor grande)
A te che hai preso la mia vita (a voce que tomou a minha vida)
E ne hai fatto molto di più (e fez muito mais)
A te che hai dato senso al tempo (a voce que deu sentido ao tempo)
Senza misurarlo (sem medi-lo)
A te che sei il mio amore grande (a voce que é o meu amor grande)
Ed il mio grande amore (e o meu grande amor)

A te che sei (A voce que é)
Semplicemente sei (Simplesmente é)
Sostanza dei giorni miei (razao dos meus dias)
Sostanza dei sogni miei (razao dos meus sonhos)
A te che sei (A voce que é)
Semplicemente sei (Simplesmente é)
Compagna dei giorni miei (companheira dos meus dias)
Sostanza dei sogni miei (razao dos meus sonhos)

Read Full Post »

Feliz…

… dia de Sao Valentim!!!

Fui ali comemorar em Taormina… e jà volto!

Beijo.Ciao.

Read Full Post »

Lingua madrastria

Se tem uma coisa que eu nunca aprendi direito, quando eu estudava lingua portuguesa, foi a usar proclises e mesoclises e agora, estudando italiano,  elas aparecem obrigatoriamente, mesmo na maneira mais coloquial de falar, e entao, vou ter que aprender na marra e sem reclamar.

E eu vou pegar firme nesse troço e vou aprender essas benditas até o talo, sem resmungar, ou eu nao me chamo mais LuLu.

Ou melhor.

Esforçar-me-ei de maneira determinada e aprende-las-ei… ah,se nao.. sim que aprende-las-ei completamente e nao queixar-me-ei, ou nunca mais permiti-vos-ei chamar-me LuLu.

Hehehehe  :-)

Read Full Post »

Inverno

LuLu na Italia ©

Foto: LuLu na Italia ©

A nova estaçao começou oficialmente no dia 21 de dezembro, com o solsticio de inverno, que é o dia em que o sol està mais longe da Terra e também é o dia mais frio e mais curto do ano para quem està no hemisfério Norte.

O sol nasce, nesse dia, aproximadamente às 7:30 e se poe às 16:30. Isso mesmo, nessa época do ano, às cinco horas da tarde aqui jà é noite. Dà pra imaginar um dia com apenas 8 horas de sol? Poisé e ainda por cima nao é aquela Brastemp de sol, nao, aqui, por exemplo, tem chovido.. e chovido… e chovido.. por dias e dias à fio, sem tregua, sem balsamo, sem direito a choro e ranger de dentes.

No norte da Italia em algumas cidades a temperatura chegou a 30 graus negativos e, na maioria da regiao, a constante sao tempestades de chuva, nevascas de matar cristao, neblina, estradas interditadas e cidades inteiras isoladas.  Nao sei se voce sabe que a neve se forma nas camadas mais altas das nuvens, quando a temperatura la em cima esta muito abaixo de zero. Isso é comum em grandes altitudes, mas nem sempre a neve chega ao chao, pois à medida que os flocos se aproximam do solo e a temperatura aumenta eles derretem. Um tipo de neve, chamada umida, surge entre os zero e 5 graus negativos,  e outro tipo, a neve molhada, cai entre o zero e 1 grau negativo. Aqui onde moro, uma das regioes mais quentes da Italia, que seria como o nordeste brasileiro em relaçao ao Brasil, a minima tem girado em torno de 6 graus positivos, imagine. Bom pra mim, que sofro demais com o frio, ainda estou me adaptando, e por isso nem consigo me imaginar vivendo no norte, abaixo de zero. Cruiz credo! Mas… consequentemente, nao tem neve. Merda.

Read Full Post »

Reconstituiçao

O anjo, a menininha, o marido, o remelentinho, o burro, pastores, reis, cabras, ovelhas, vaca, patos, marrecos, porcos, cachorro, papagaio, periquito …

anjoanjo2presepio3Presepio

pastorPresepio2Presepio4

O velhinho

velhinhovelhinho2velhinho3velhinho4velhinho5

A arvore com as bolas penduradas

arvore1arvore2arvore3

Fotos By LuLu na Italia ©

Read Full Post »

Tem coisa que a gente nao aprende por pura preguiça ou porque nao prestou atençao direito. Tem coisa que jà começa a fazer parte do DNA e nao precisa mais nem pensar pra fazer. Tem coisas que enriquecem, aprimoram, tem outras que ferem, marcam feio, entristecem, mas aprender ainda é o mais importante.

Aprendi, por exemplo, que começar é apenas o primeiro passo e nao nos garante nada durante a caminhada. Devemos nos manter atentos, muito atentos, aos minimos detalhes, a nòs mesmos, aos outros e além. E, seja com frio, sol à pino, chuva, granizo, vento, neve, sombra e agua fresca caminhar em boa compania é muito mais prazeiroso.

Jà aprendi a me comunicar muito bem na lingua italiana, leio perfeitamente,  falo bem, ainda que com um sotaque inconfundivel, começo a me atrever a escrever algumas coisinhas e tenho me saìdo razoavelmente bem. Com a nova reforma ortografica brasileira parece que estou desaprendendo é o portugues.

Aprendi que a primeira vez a gente nunca esquece… se for muito boa ou se for muito ruim, porque se for mais ou menos a gente esquece sim.

O mundo inteiro tem problemas sociais, problemas economicos, preconceito,  ignorancia, gente doida e todo tipo de dificuldades. Somente  distante do meu paìs é que aprendi o significado das palavras naturalidade, nacionalidade  e cidadania.

Concordo plenamente que “escrava-remunerada”, ou empregada-doméstica, seja uma profissao que deva ser, no minimo, muito valorizada e revista com muito cuidado, pois aprendi que o serviço de casa é indigno, como bem definiu uma amiga-amada. Considero limpar, lavar e arrumar chato, banal, cruel, cansativo, nojento, repetitivo e  nada recompensante. O pior é passar roupa.. affff-maria… que sacooo!!! Cozinhar, é a unica coisa que compensa.

Aprendi a comer pasta ou pao todo dia, a comer queijo todo dia e a tomar vinho quase todo dia. Na hora de falar o meu peso depois das festas de final de ano eu olho pro lado, assovio e mudo de assunto, ok?

Aprendi que o prazer de comer depende muito do meu estado de espirito. O gosto que tem um sorvete de pistacchio que eu tomei sentada na Piazza de Spagna em Roma, no dia do meu aniversàrio, em companhia de minha mae-D.Conceiçona e do marido-Ernesto, por exemplo, nao é o mesmo do  sorvete de pistacchio que eu tomo aqui na pracinha em  Trecastagni  na Sicilia, em frente ao cinema, numa terça-feira qualquer depois de assistir o filme da semana com o marido-Ernesto, ainda que sorvete de pistacchio  seja  bom de todo jeito e o sorvete italiano seja o melhor do mundo!

Saudade era uma coisa que eu jà sabia, mas aprendi a conviver diariamente com ela, tal e qual um calo, daqueles beeeemmm antigos, que incomodam e apertam, mas a gente dà uma lixadinha pra ajeitar, ou muda de sapato pra afrouxar e sai pra rua assim mesmo.

Read Full Post »

Natal

O Natal da familia vai ser aqui em casa. Estou meio sumida porque ando bem envolvida com os preparativos. Felizzzzz que nem pinto no lixo, sabe? Hehehehe :-) Acho que agora a coisa pegou no tranco. To mais motivada, mas nao estou neurotica, nem controladora maluca, nao. To bem. O dia vai chegando perto, passamos algum tempo comprando coisas pra ceia e a empolgaçao e a loucura do comércio torna dificil nao se contagiar. Todo mundo na rua correndo muito e se cumprimentando: AUGURI!

Me lembrou uma época, dos meus 15 aos meus 20 anos quando eu participava ativamente de um grupo de jovens da igreja catolica chamado SEGUE-ME. O nome nao é nenhuma alusao a algum filme de perseguiçao obsessiva (hehehehe), mas sim a uma frase, supostamente dita por jesus, de um dialogo narrado na Biblia (Mateus 19:21; Marcos 10:21; Lucas 18:22) onde um jovem rico se apresenta ao mestre dizendo que sempre havia seguido os mandamentos de Deus e queria saber se era suficiente ou se tinha mais alguma coisa que ele pudesse fazer e jesus arremata lhe aconselhando:  “-Vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.” … A filosofia proposta é belissima, oportuna e atualissima em tempos de crise nesse mundo em que vivemos. Tem também uma mensagem que cabe direitinho no periodo de Natal nos convidando a voltarmos nossos olhos para outros valores que nao os da riqueza material e ajudarmos os pobres, os solitàrios, os doentes, os desesperados, enfim, aqueles os quais esquecemos a maior parte do ano. Bom, coloco aqui pra reflexao a idéia de exercitar a generosidade, de desapego, mas nao é sobre isso que quero falar hoje.

O que me fez fazer toda essa apresentaçao inicial sobre o movimento de jovens da qual fiz parte foi a lembrança de uma turma de amigos, que se formou trabalhando pelo encontro juntos na equipe do canto, e que de uma maneira jocosa e muito especial saia por todos os cantos da cidade, em qualquer época do ano, cumprimentando as pessoas com um alegre FELIZ NATAAAAL! Era uma delicia! Todo mundo se contagiava, mesmo sem entender direito. A idéia começou porque refletimos que o nascer simbòlico, a renovaçao, a energia de começar, ou seja o “nosso” natal deveria acontecer todo dia e nao somente nessa época, agora em dezembro. Esse ano de 2008 foi assim pra mim, repleto de novidades todos os santos dias e… entao, que assim seja, sempre. Desejo a todos nòs que saibamos trazer a cada dia uma energia nova pra nossas vidas, cheia de motivaçao, de descobertas, de aprendizados… Desejo a todos nòs um ano novo repleto de natais.

FELIZ   NATAAAAAAAL!!!!!

Read Full Post »

Chà verde

 Mais dicas sobre queima de gordura, aceleraçao de metabolismo.. enfim, saùde.

Três xícaras de chá verde por dia protegem a saúde do coração

Além de emagrecer, a bebida torna os vasos sangüíneos mais flexíveis e resistentes
Quem já toma o chá verde para emagrecer agora tem um motivo a mais incluí-lo na dieta: ele é um grande aliado na proteção à saúde cardiovascular, mantendo as artérias flexíveis e, portanto, suavizando os impactos das constantes mudanças da pressão arterial. A conclusão foi apresentada num estudo que acaba de ser publicado por especialistas da Escola Médica de Atenas, na Grécia.

De acordo com os cientistas o chá verde tem influência sobre o revestimento dos vasos sanguíneos, ajudando as células a secretar substâncias necessárias para relaxar os vasos, permitindo que fluam mais livremente. Para sentir os efeitos, é necessário consumir ao menos três xícaras por dia, segundo os pesquisadores.

Os flavonóides, encontrados nesse tipo de chá, funcionam como antioxidantes e ajudam a prevenir a inflamação dos tecidos. Estas substâncias também podem proteger contra a formação de coágulos, que são as principais causas de ataques do coração. Os cientistas também notaram que, após transformar o consumo de chá verde em hábito, a camada interna dos vasos sangüíneos (endotélio) também foi fortalecida.

Mais benefícios do chá verde
Além de proteger o coração, os flavonóides bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores , diz a nutricionista funcional Camila Duran, da Clínica Pedrinola & Rascovski. E pode mesmo contar com ele na luta contra os quilos a mais.

O chá verde tem a propriedade de acelerar o metabolismo, favorecendo a queima de gorduras , garante a nutricionista Daniela Jobst, especialista do MinhaVida. A recomendação diária, nesse caso, varia de cinco xícaras a um litro por três meses seguidos, no mínimo. A temperatura do chá fica a seu critério.

Só tome cuidado com os exageros. A nutricionista Camila Duran ressalta que pessoas sensíveis à cafeína podem sofrer com dores de cabeça, irritação e mau humor, caso percam o limite nas doses. E nunca beba o chá logo após as refeições (a cafeína prejudica a absorção do ferro e da vitamina C pelo organismo) e nem à noite, a fim de evitar transtornos do sono.

O chà verde é meio amarguinho, sabe? Nao chega a ser um horror, como o chà de boldo, dà pra tomar com um pouquinho de adoçante, mel, ou açucar. Eu faço assim: de manha esquento um litro d’àgua e desligo pouco antes de levantar fervura, quando estao formando as primeiras bolhinhas de ar, despejo a àgua numa jarra e coloco dois ou tres saquinhos de chà verde e algumas flores de camomila junto, tampo, deixo descansar, depois tiro os saquinhos. O primeiro chà matinal tomo quentinho e em jejum, depois coloco a jarra na geladeira e vou tomando aos poucos, ao longo do dia, até acabar, porque eu li que o chà verde deve ser consumido, no màximo, em 24 horas.

Read Full Post »

Aiiii..

Que saudade!

Read Full Post »

To dodòi

Tinha uns dois dias que vinha sentindo uma dorzinha de cabeça chatinha… Sem nenhuma razao aparente e bem localizada na fronte. O marido-Ernesto-meu-amor-e-meu-médico-particular diagnosticou: sinusite. Pra piorar, ontem, mesmo nao me sentindo muito bem, fui pro curso de culinària e, além de frio, tava chovendo. Resultado, hoje passei o dia de gorrinho, cachecol e debaixo das cobertas, a maior parte do tempo. Comecei a tomar os remédios homeopàticos que o marido receitou e pra eu ficar boa logo nao vou ficar muito tempo por aqui hoje, porque tà bem friozinho. O marido tà de plantao, entao vou tomar uma sopinha de abòbora que eu fiz pra me esquentar e vou voltar pras cobertas. Depois eu conto da aula. Prometo.

Beijo.Ciao.

Read Full Post »

Ar-vores

BouganvilleAcirealePzza. Sta. Maria di GesùAbete

Em casa

Read Full Post »

cucina_del_sole

Sole, sol, propriamente nao tinha, primeiro porque nessa época do ano aqui chove muito e segundo porque chegamos là sempre pouco antes das 19h, mas à primeira vista a casa nos recebe com uma porta imponente, uma entrada e um pàtio interno amplos que, seguramente, no verao devam ser plenos de luz e dignos de Apollo – o deus do sol e da luz da mitologia greco-romana. A luz se faz certamente presente em todos os ambientes, plenos de mimos e memorias, nos esboçando antecipadamente um pouco da padrona da casa, a senhora Eleonora Consoli. Esperamos numa sala de pé direito bastante alto, com uma lareira finamente decorada com gatos de porcelana trabalhada e grandes livros de arte, enquanto todos os participantes terminam de chegar. Somos 17 ao todo. A anfitria chega depois de alguns minutos e nos recebe com seu andar ralentado pelos muitos anos vividos e um sorriso tenro mostrando-se aos poucos  exatamente o que eu havia imaginado de uma matriarca siciliana, segura de si, forte, lucida e muito rica de estòrias pra dividir, além de deliciosas receitas culinàrias. Muito inteligente, e culta. Segundo ela mesma afirma, cultura e culinaria andam juntas. Eu concordo. A riqueza da cultura e a tradiçao sao transmitidas com tal naturalidade que imagino quantos tesouros de muitas partes do mundo aquela nobre senhora deva ter visto.

A cozinha, muito grande e ricamente equipada passa a ser quase como uma sala de audiencia de uma representante da nobreza antiga cercada de suditos. Dignidade, sim, mas com simplicidade, entende? Percebe-se alì ainda a diversidade, a modernidade e como nao poderia faltar numa verdadeira cozinha, muito amor. Antes de mais nada a senhora nos ensina a primeira grande liçao: cozinhar é doaçao, cozinha-se essencialmente para os outros. Outras liçoes vao sendo passadas com sua suavidade e força: a importancia do amor, de compartilhar, a generosidade, enfim, valores primordiais para a humanidade, e claro, muuuuita comida gostosa!!!!!

De concreto, deixo aqui uma foto-simbolo dessas primeiras liçoes.

Tortellini

Em minhas maos o meu triunfo: pasta di casa – feita por mim.

E pra fechar com uma frase-chavao, porque eu hoje to terrivelmente brega, sensivel e emocionada, confirmo que: o primeiro tortellini a gente nunca esquece. :-)

Read Full Post »

Piano, piano se va lontano. Essa é a uma das expressoes que eu mais tenho ouvido  desde que cheguei aqui na Sicilia. A traduçao literal seria: devagar se vai ao longe. Aqui se usa também dizer apenas piano, piano… no sentido de pouco a pouco as coisas vao acontecer, calma, tranquila. Sempre fui muito ansiosa e realmente uma das coisas mais importantes que eu aprendi nesses meses foi esperar. Dificil liçao, sabe? Me sinto ainda muito menos ativa e independente de quanto eu era no Brasil, mas apesar disso, e como sei que nada é por acaso, aproveito pra praticar meu mantra pessoal que é: deixar fluir. Entao, procuro respirar fundo diante do que nao posso mudar, agir com presteza naquilo que eu posso e assim prossigo vivendo com amor e aceitaçao.

Parece que eu to resmungando, mas nao estou nao. Estou em paz. A vida tem sido generosa e mesmo com as dificuldades de adaptaçao nao tenho do que relamar. Devagarzinho a casinha vai ficando mais aconchegante, aos poucos vou entendendo melhor a lingua e me comunicando mais, vou me acostumando a cada dia mais com o jeitao do marido Ernesto, com a rotina da nova casa, da nova cidade e do novo paìs.

O contato com os velhos amigos segue com tranquilidade também, ainda sinto tanta saudade do convivio proximo, mas tenho menos ansiedade e cultivo tudo na medida do possìvel e na mesma proporçao em que recebo os novos amigos que estao chegando. Falando em receber, essa semana recebemos um convite para passarmos o capodanno (Ano Novo) na casa de uma médica, colega de Ernesto. Ela se chama Silvana, é casada, eles sao um pouco mais velhos do que eu e o marido Ernesto e tem uma filha adolescente. Um casal, que jà mencionei aqui no blog, muito agradàvel e que sao os meus primeiros amigos do mundo novo. Fiquei tao feliz!!!

Outra novidade maravilhosa é que amanha tenho novamente aula do curso de culinària siciliana La Cucina del Sole. A correria da semana passada nao me permitiu contar direito, mas é um curso que estava esperando desde que cheguei aqui em fevereiro. Uma senhora chamada Eleonora Consoli, autora de livros sobre culinaria, figurinha forte na cena siciliana, que ensina para turistas, cidadaos Cataneses e estrangeiros liçoes de como preparar delicias milenares da cozinha mediterranea. As aulas que estou tendo sao de pratos salgados, mas ela ensina também a fazer doces e a harmonizar tudo com vinhos. Adorei a primeira aula e fiquei com vontade de fazer os outros cursos também. Q uero tudo, claro…. mas piano, piano.

Read Full Post »

Vidinha besta

Dia de faxina, de compras, de arrumaçoes e de sobras da geladeira que viraram um quiche de legumes maaaaaa-ravilhoso!

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

Modéstia à parte.

A receita completa eu postei no blog dezminutosepronto.

Deixo aqui sò a fotinha besta pra combinar com essa vidinha mais-ou-menos.

Ai..ai.

Read Full Post »

INVERNO

marçofevereiromarço2008_03_07PRIMAVERA

PRIMAVERA

2008_05_01_22008_06_27b2008_06_21_4b2008_07_03_102008_07_11_17

VERAO

2008_08_20b2008_07_17_roccalumera_14b2008_08_30_3b2008_09_01b2008_09_07

OUTONO

2008_10_19b12008_02_2412008_10_18_3b2008_11_092008_04_19_primaverab3

Read Full Post »

Voce sabia que na Italia, como na maior parte da Europa, o açucar é extraido da beterraba? Isso mesmo, o açucar que eles chamam somente zucchero aqui é branquinho, normal, mas é da beterraba roxa que conhecemos, fazemos salada crua, comemos cozidinha… O açucar de cana-de-açucar também é vendido, em menor escala, e eles o chamam de zucchero de cana. A Europa cultiva 120 milhoes de tonelada de beterraba e produz 16 milhoes de toneladas de zucchero bianco; a França e a Alemanha sao as maiores produtoras mas, com exceçao de Luxemburgo, cada paìs da Uniao Europeia extrai açucar da beterraba em quantidade suficiente para atender 90% de seu consumo interno.

Bem, com numeros assim, eu, que adoro beterraba, rica em ferro, docinha, saborosa, temperada com um fio de azeite e uma pitadinha de sal, imaginei: me dei bem, pois aqui deve ter uma fartura dessa raiz à minha disposiçao. Né, nao? Saio a caça logo nas primeiras compras e nao via a dita cuja, barbabietola, como eles a chamam. Procurei feito doida e nao achava nunca no supermercado. Estranho, nè? Isso me intrigava e passava pela minha cabeça: serà que eles usam toda a beterraba na produçao do açucar e nao sobra pro consumo interno?  Jà estou aqui hà mais de 8 meses e nada de encontrar. Essa semana, finalmente achei a tal barbabietola num supermercado que abriu a pouco tempo. Estavam là na geladeirinha do setor horti-fruti, embaladas à vacuo, jà cozidas, beeem roxinhas, lindas. Meio caro mas, a vontade foi mais forte e comprei, pronto. Fiquei tao feliz! Fiz no almoço do mesmo dia, do jeitinho que eu gosto, ainda  acompanhada  de carne de panela e um arroz branquinho. Toda animada com o cardàpio “brasileirinho”  ofereço pro marido minha iguaria, e ele olha, assim, meio desconfiado… E sò aì é que eu descubro: Ernesto nunca tinha comido uma beterraba em toda a sua vida.

Read Full Post »

Acorda!!

Me meti na maior fria da paroquia quando resolvi expor aqui, publicamente, a minha condiçao de gordinha em reeducaçao… Aì.. me ferrei.. ou nao, pois agora me sinto pressionada quando nao emagreço. E é exatamente o mal que me aflige nesse momento. Estacionei em 76,500kg e nao emagreço e nem engordo. Como diz o ditado chulo: nao cago e nem desocupo a moita. Tà, voce vai me dizer que eu ao menos nao engordo. Verdade, mas quem disse que isso me consola?

No meio do fogo cruzado da busca de idéias para me ajudar no meu intento, caio num site de auto-ajuda falando sobre dietas. O que me chamou a atençao foi ler a seguinte frase: “Se você quer realmente emagrecer, a primeira coisa que voce tem que fazer é deixar de ser covarde”. Curto e grosso. Pà-pou! Ripa na chulipa. Simples assim. Ui.

Fazer dieta é quase um sinonimo da condiçao feminina. Quase toda mulher que eu conheço trava em algum momento da existencia alguma briga com a balança: ou estao sempre de dieta, ou fugindo secretamente dela em ataques ocasionais à geladeira, ou se atormentando porque deveriam comer mais salada, verdura… Enfim… E eu, que fui magra a maior parte do que me reconheço agora ando com essa neura com peso que tem me proporcionado emocionantes aventuras no mundo insosso das comidas dietéticas, lights e afins.

Tipo, se eu quero emagrecer, o negócio é fechar a boca, comer mais salada, cortar doces e massas, e fazer exercícios. Sem conversinha fiada, sem choro e ranger de dentes! Nao tem mistério nem segredo. Nao preciso sequer ir ao nutricionista nem a um professor para saber isso. O màximo que existe sao tratamentos que aceleram o processo. E olhe là a que preço! A fòrmula real de todo e qualquer objetivo é: disciplina e sacrifício.

Aì é que entra a sabotagem que rola na minha mente… Que eu nao consigo fechar a boca, nao consigo comer salada todo dia porque fica muito cansativo, nao gosto de fazer exercicio com peso, nao gosto de suar, nao gosto disso, nao gosto daquilo, ah sò mais um pedacinho nao vai fazer nada… E to eu aqui parada, sedentària, esperando um remédio milagroso que me faça emagrecer sem muito sacrifício. Pior é que nem espero isso, eu sei que nao existe. Por isso que eu gostei da frase. Porque, na lata, disse a verdade. Me disse que estou me comportando de maneira covarde pra enfrentar os sacrifìcios necessàrios para atingir aquilo que desejo. E que, se eu quero mesmo alguma coisa, mas quero de verdade, eu sei – e voce também sabe – o que é preciso para conseguir. 

Bom, espero que eu acorde.

Read Full Post »

A feira

 

 

A història da humanidade està repleta de referencias a feiras. Nao se sabe ao certo onde e quando apareceu a primeira feira, no entanto hà dados que mostram que em 500 a.C. jà havia feiras no Médio Oriente.

Os primeiros relatos de feiras aparecem misturados com referencias ao comércio, às festividades religiosas e aos dias santos. Feiras sempre revelaram um aspecto comercial, onde mercadores de terras distantes juntavam-se, trazendo os seus produtos para trocar por outros.

 Apòs a decadencia do Império Romano, as feiras medievais representaram o momento no qual ressurge o comércio na Europa, no final do século XI. A Europa saía do feudalismo, no qual as pessoas viviam em territórios limitados, no qual produziam tudo o que precisavam, sendo que quando algo faltava, conseguiam-no através de trocas.

Começaram a surgir as feiras medievais, que de tao importantes interrompiam guerras e a paz era garantida para que os vendedores, dispostos lado-a-lado, pudessem trabalhar com segurança. Os mercadores medievais realizavam as transições comerciais e intermediavam trocas numa atividade eminentemente itinerante. As feiras medievais eram instaladas em locais estratégicos, como o cruzamento de rotas comerciais, e algumas chegaram a ter abrangencia internacional. Enquanto o povo que se movia de barraca em barraca, prosseguindo nas compras dezenas de saltimbancos, fazendo malabarismos, procuravam divertir quem ali passava.

Até os dias de hoje a feira tem um ar de alegria, uma bagunça organizada, um misto de cheiros, pessoas, cores… Adoro!!! Aqui na minha cidade tem feira quase todos os dias. Espalhadas por varios cantos. Algumas fixas outras itinerantes. Essa feira das fotos fica no centro històrico de Catania é permanente e é enoooorme. Meus sogros vao no minimo duas vezes por semana em feiras diversas e compram sempre frutas, verduras, queijos, salames e peixes fresquinhos. Jà sao conhecidos dos feirantes e tem uma manha pra escolher e negociar que impressiona! Hehehehe.. Adoro ir com eles pra aprender e conhecer mais coisas desse mundo novo.

Fotos By LuLu na Italia © ……………………………………………………………………………………………….

Read Full Post »

Quando cheguei aqui nao conseguia entender nada na TV, nos telejornais, e nem no radio. Sò via filmes em DVD que tivessem legenda em italiano pra eu poder acompanhar e ainda assim entendia muito pouco. Meu ouvido parecia estar habituado apenas a voz e a dicçao do marido Ernesto e todo o resto soava embolado. Devagarzinho a mente foi se abrindo e fui me acostumando com outras maneiras de falar, além da do marido. Aos pouquinhos fui entendo mais e mais e hoje entendo uns 95%, com pouquissimas exceçoes onde eu entendo a dicçao, mas nao sei o que significam algumas palavras. Mas até o vocabulario tem crescido bastante. De tudo o que ainda apanho, o mais dificil pra mim é exprimir alguns sentimentos em italiano. A emoçao que construimos durante anos de nossa vida parece que cria uma simbiose natural com algumas palavras e significantes e significados se enraizam na alma. Eu até que tento traduzir algumas emoçoes em palavras, mas dize-las em italiano nao tem gosto, entende?. Além de nao ter traduçao exata pra muita coisa que quero falar e, na hora que o bicho pega, principalmente quando fico brava, tenho que falar minha lingua madre senao acabo gerando mal entendidos. A minha impressao é que na hora da emoçao forte, falar em outra lingua é igual a catar milho do teclado. Perde. Nao dà. Nao consigo sentir, parar, pensar, formular, traduzir, escolher, falar e ainda permitir fluir a emoçao naturalmente.

Apesar de ainda sentir um pouco de canseira na cabeça, ao fim desses 8 primeiros meses jà estou me virando bem com a nova lingua. Claro que sempre imagino que tudo seria bem mais facil se eu tivesse começado a estudar quando era mais nova, com uns 20 aninhos. A cabeça hoje em dia jà demora um pouco pra pegar no tranco! ;-) Sério! Nem adianta dizer que eu exagero que eu nao sou velha, porque é verdade que nao tenho mais a mesma flexibilidade mental de 20 anos atràs. Mas sou determinada, em qualquer idade, e vou chegar là logo, logo. Minha meta é falar e escrever fluentemente e jà alcancei ao menos a metade disso, e olha que ainda nem comecei a estudar em um curso formal, sò estudo em casa. Eu chego, sei que chego.

Segunda é dia de dar aula de ingles. Como se jà nao bastasse a confusao que fica a minha cabeça  assimilando o Italiano eu ainda me meto a ensinar ingles pra sobrinha do Ernesto. Claudia està no que seria a oitava série nos meus tempos de escola. Aqui, corresponde ao ultimo ano da escola media. Esse ano é um ano decisivo para ela de preparaçao pra escola superior. Ela tem italiano, frances e ingles na escola e nao tà dando conta de tudo sozinha, entao, me ofereci pra ajudar. Sempre tive muita facilidade para o ingles,  estava meio enferrujada mas jà estou reaprendendo muita coisa com ela. Desde o inicio do ano ela vem fazendo o reforço de ingles comigo e, modéstia à parte até que estou me saindo uma boa professora. Nos divertimos muito trocando figurinhas, pois é um tal de corrigir uma palavra em ingles que ela escreveu errado e ao mesmo tempo perguntar: Claudia, como se escreve essa palavra em italiano, mesmo? :-) Hehehehehe..

Read Full Post »

Trabalho

Ernesto acabou de sair pro trabalho. Uma hora de estrada, mais uma noite de plantao. Semana passada eu fui pra Villarosa com ele e passei a experiencia de uma noite de guardia medica. Foi muito gostoso estar ali, apesar do desconforto, com apenas uma caminha estreita pros dois. Minha sorte é que foi tudo tranquilo, nao teve nada de grave e até que eu consegui dormir um pouco. Ficamos juntos, nos esquentando na noite fria, curtindo agarradinhos os minutinhos entre um atendimento e outro.  Ele nao dorme, apenas cochila. Faz tudo sozinho, nem tirar os sapatos ele tira a noite inteira pra nao perder tempo e atende as pessoas, e atende o telefone… Vi o quanto é importante o seu trabalho além de ser bem cansativo e stressante. Foi importante pra mim o exercicio de me colocar no lugar dele.

De manhazinha, voltamos pra casa em silencio, nos olhando de vez em quando nos olhos, com tanta ternura, e admirando a linda vista da estrada.

 

Foto By LuLu na Italia ©

Foto By LuLu na Italia ©

Hoje eu fiquei, mas meu coraçao foi com ele.

Bom trabalho, meu amor.

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.